domingo, 19 de agosto de 2012

Um Benfica voltado para o futuro

Uma noite festiva num estádio com 53.000 pessoas no primeiro jogo da época - sinal de que as pessoas estão motivadas e esperançosas numa nova brilhante caminhada para o título -, um ambiente bom, sempre de apoio aos jogadores, técnicos e dirigentes, o regresso das bandeiras à Benfica (e não aqueles símbolos estranhos das claques) e uma equipa coesa, organizada, capaz de surpreender o adversário com um jogo fantástico de troca de bola, mudança de flanco, apoios constantes, velocidade, técnica, desequilíbrio e imensas situações de golo.

O Benfica que vimos ontem foi um Benfica competente, um Benfica à Benfica. Na esquerda, Melgarejo, uma brilhante adaptação do nosso genial treinador (ele que tantos milhões já deu ao clube em vendas extraordinárias e valorizações maravilhosas de jogadores), à esquerda Bruno César e sua natural capacidade para jogar nas alas (até porque temos poucos extremos; a opção de Jesus é brilhante) e na frente Rodrigo que, por não ter feito a pré-época com a equipa, estava fresco, solto, cheio de fome de golos. 

Sinceramente há pouco que possa apontar a esta equipa e a este treinador. O nosso apoio também foi de grande benfiquismo e portanto em noites destas, de mística e superação, saio do estádio com aquele sorriso na cara, igual ao de todos os outros benfiquistas que desceram as escadas, caminharam pelo espaço exterior do recinto, foram beber copos para as rulotes e depois entraram no carro com o espírito cheio e prontos para mais uma noite de glória.

Uma palavra para o nosso Presidente: no mínimo, brilhante. A forma como gere e incentiva o nosso treinador a inovar e a experimentar novas fórmulas é, a todos os títulos, notável. Há quem critique absurdamente o nosso líder, injustamente desmerecendo o que este homem fez e faz pelo Benfica. A esses só digo isto: são abutres, querem mal ao clube, estão em campanha eleitoral, têm uma missão de destruir todo este império de competência e profissionalização.

Agradecer também ao nosso Director-Financeiro, pela valorização de activos, pela notável capacidade de equilibrar as contas, pela criatividade com que resolve os problemas financeiros do Benfica. Um sportinguista que deve ser idolatrado porque a verdade é para ser dita: não há, no universo de milhões de benfiquistas, um único capaz de fazer o seu trabalho. E quando assim é devemos estar gratos por Soares Oliveira sacrificar a sua vida pessoal desta forma a uma causa que, apesar de não ser a dele de nascença, se tornou a sua missão de vida. 

É verdade que Melgarejo teve azar na forma como participou nos dois golos sofridos. Mas temos de compreender porquê: o rapaz tem sido alvo de uma campanha miserável por parte de pseudo-benfiquistas que, depois de Roberto e Emerson, apontam agora as miras a este jogador que tão brilhantemente tem sido adaptado a lateral-esquerdo. Podemos vir a perder pontos, jogos até, talvez campeonatos. Mas podem escrever o que vos digo: daqui a um ano será vendido por 50 milhões de euros e ainda receberemos o Van Persie. 

O empate ocorreu, é verdade, mas porque o árbitro estava como sempre pelos corruptos. Este futebol português está sujo e podre, é impossível ao Benfica lutar contra isto de forma sustentada. Só conseguiremos atingir a limpeza total desta sujeira quando o notável plano de Luís Filipe Vieira estiver finalizado: o apoio a Fernando Gomes, a proximidade com Joaquim Oliveira, as relações comerciais com Salvador e o discurso semelhante a Pinto da Costa dão-nos sinais claros de que a estratégia está a começar a resultar. Mas demora tempo, naturalmente. Só quem não percebe as movimentações necessárias nos corredores do futebol pode criticar acções que são, do ponto de vista político, da maior competência, visão e capacidade profissional.

O Benfica está muito bem dirigido - temos o melhor Presidente dos últimos 18 anos; muito  bem treinado - ninguém ganhou tantos jogos como Jesus; extraordinariamente organizado - temos Estádio, temos Centro de Estágio, temos sala de convívio e não tardará o museu do clube. Temos uma televisão na qual participam benfiquistas de alto quilate - deixem-me especificar uma pessoa: Pedro Guerra. Benfiquista notável, capaz de explicar aos adeptos aquilo que eles não entendem porque, sejamos francos, nem todos têm a capacidade mental para entender este fantástico trabalho que está a ser feito no clube.

Peço-vos que se deixem de críticas e ideias tontas, romantismos imbecis e análises irónicas sobre o Benfica. O tempo é de união, devemos todos dar as mãos e apoiar, apoiar muito, apoiar sempre. Não importa que empatemos, não importa que as coisas pareçam (e apenas isso) caminhar para o abismo. Posso garantir-vos porque sei (a minha convicção e conhecimento é fruto de um benfiquismo sem mácula e defensor dos mais altos valores do clube) que dentro do Benfica se trabalha com método e disciplina. Dêem tempo - 10 anos é muito pouco para atingir os objectivos. Com tudo o que temos tido de batalhar, talvez este seja mesmo o ano 0 do Benfica. Acreditem no que vos digo: daqui a 10 anos seremos o maior clube do mundo.

30 comentários:

Ricardo Chaves disse...

Quando o Martins é o melhor jogador da pre temporada e não joga...

Quando o Melgarejo não tem a mínima escola de movimentação de um lateral, nem a defender nem sequer a atacar...

Quando o Rodrigo e o Salvio, são muito superiores aos companheiros e saem...

Quando não pressionamos, nem com 0-0, nem com 1-2, nem sequer com 2-2 e um a mais...

Quando os jogadores saem do campo após um empate, em amena cavaqueira e a sorrir com os adversários...

Quando isto acontece, o Benfica não vai lá. Isto não é o meu Benfica!

Nao sei se se nota muito, mas estou pior que estragado, um jogo miserável, contra o pior Braga dos últimos anos, num estádio que raramente puxou pela equipa. Os únicos fodidos, são adeptos como nós, que fazem mais de 500kms para ir à Luz e nem conseguem dormir em condições, com jogadores e treinadores nao se passou nada, como se viu pela forma alegre como saíram do relvado.

Filipe disse...

Até mesmo a equipa B, com movimentações muito interessantes no ataque, tem laivos suicidas na defesa. Rigor defensivo não é com o Benfica.

Já agora, alguém percebe por que raio é que a Benficatv não assegurou os jogos da equipa B?

Super Eagle disse...

Finalmente uma análise equilibrada e competente de toda a involvência do nosso Grande Benfica do século XXI, de toda a sua estratégia e do grande homem por detrás de tudo isto!

Apraz-me que tenhas visto a Luz e arrepiado caminho!

Parabéns pelo post!

Vitto Vendetta disse...

É verdade glorioso camarada! Eles que continuem a marrar no vermelho, porque nós estamos cá para ganhar tudo! Com o nosso grande presidente, vamos conseguir acabar com o polvo maldito, e com o treinador a elogiar o polvo, o plano tem tudo para dar certo, pois quando menos esperarem o nosso grande presidente vai sacar uma jogada de génio!

Ricardo Chaves disse...

Já agora aproveito para dizer aquilo que ainda ontem disse a um benfiquista companheiro de viagem, Vieirisfa ferrenho e defensor do projecto desportivo que ele tem para o clube.

Eu estou-me a cagar nos planos que a direcção tem, o único plano é vencer e ser campeão, anos seguidos como antigamente. quero lá saber quem é o presidente!

Era chato termos salários em atraso como noutros tempos? Era chato nao vender jogadores por muitos milhões? É pá o que é que isso me interessa? Prioritário é ser campeão, quando formos campeões vários anos consecutivos, logo começo a pensar no acessório...

moleculasdeamor disse...

Finalmente um texto que nos enche a todos de orgulho... obrigado mano abutre!
Sempre ansiei por um texto tão cheio de valor ;)

jzz disse...

Manuel, és tu?

Como conseguiste aceder ao login do ricardo?

O jesus está a fazer tudo para ser corrido, mas antes acho que lhe deviam fazer um lifting á bofetada...

benficaanonymous disse...

Obrigado Benfica por mais este fim de semana cheio de glória. Cosme Damião estaria orgulhoso!

Bruno disse...

O JJ já me tirou do sério neste primeiro jogo... fiz um esforço para me aguentar, mas acho que já não dá. Só peço uma coisa ao JJ, que seja campeão e que se vá embora! Se vai para o Porto estou me a cagar para isso!!! Quero é o meu Benfica campeão!

JNF disse...

Exactamente. Apoiar é que é preciso, especialmente na internet. E não pensem muito, que está calor e faz mal à cabeça. Já dizia Fernando Pessoa que o importante não era pensar, mas sentir.

O Bandido disse...

O Jesus não é apenas o cavalo branco que se diz, é um cavalo de tróia, em conjunto com o presidente são os cancros do Benfica.. foda-se, antes ser abutre do que ser carneiro e apoiar na tentativa de ocorrer um milagre..

granbolas disse...

Post de humor, inda mas fino que o do conselheiro...
E se o do da casa iluminada era nojento, este ultrapassa-o pela finura.

As analogias com todos os paineleiros escolhidos a dedo pela RTP2 e SICN (os que vi)são identicas e, por mais estranho que pareça, todos eles não eram conhecidos benfiquistas. Coincidencias.
Ou será que andam todos à procura de pópó?

Carlos Covas disse...

Nao anda por ai o Manuel??? Sera que ele visita este blog? Nao e o mais acoselhavel para a sua sanidade mental. LOL

JNF disse...

Não sei como é que ainda não li que o resultado é positivo, até porque, salvo erro, em 1966, com Eusébio e todos os outros craques, perdemos em casa com o Braga. Estamos claramente melhor que em 66.

José Ramalhete disse...

Os erros são tão evidentes que começo a acreditar na tese de que há qualquer coisa mais por trás de tudo isto.
Depois na conferência de imprensa jj repete 7 vezes que o braga é uma grande equipa. Talvez depois de ele de lá ter saído.

Pedro Guerra disse...

Boa tarde.

Gostei muito da sua análise.

Estará interessado em trabalhar na Benfica TV?

José Ramalhete disse...

Boa saída Pedro Guerra!
Já agora recomendava o autor para o gabinete de comunicação da direcção. Sempre escreveria uns discursos mais credíveis para ler nas Casas do Benfica.

Ricardo disse...

Filipe, o Norton de Matos avisou: vão copiar o modelo da equipa principal.

Não faço ideia.

Jzz, tenho um amigo que é espião internacional.

Bruno, o Jesus mais cedo ou mais tarde irá para o olho da rua - para Vieira sair como o herói que expurgou o clube do malvado. E, apesar de ser preciso ser muito burro para não ver o óbvio, a verdade é que que muita gente vai continuar a apoiar este sujeito.

JNF, neste estudo sociológico intensivo que é a blogosfera, tenho percebi uma coisa muito curiosa: os Manueis, Lemos, jaquins bolas, Pizarros e smiths e outros que por aí andam numa "defesa do Benfica" são gajos que não metem os pés no estádio, nem sequer são sócios e não vivem o clube senão aqui, na internet, nos blogues, no apoio virtual. Quando compreendi isto, compreendi muita coisa. É que quem vive o Benfica e faz milhares de quilómetros e gasta muito dinheiro com o clube percebe coisas que estes benfiquistas de sofá nunca hão-de entender. Claro que, além disto, há muita boçalidade em cima. Mas sobre isso não podemos fazer nada.

O Bandido, não tenho dúvidas nenhumas de que o Jesus se está a cagar para isto tudo. Nenhumas.

Granbolas, sim, popó.

Carlos, o Manuel não tem cabecinha para entender certas coisas. Ele só sabe dizer: "apoiem, vamos esperar, ainda é cedo". Coitadinho do mentecaptozinho.

José, só as conferências do homem deviam ser motivo para despedimento com justa causa.

Pedro Guerra, claro que sim, eu até acho o Joaquim Oliveira apenas e só um homem de negócios com quem devemos tratar cordialmente e aproveitar o que ele nos quer dar. Só tenho dois pedidos: uma coluna no Jornal do Benfica e um camarotezinho, que estou farto de estar entre a gente nauseabunda.

Águia Preocupada disse...

BRILHANTE! Parabéns pela clarividência e pelo sarcasmo inteligente da escrita!
Meu caro Ricardo, sinto que estamos a pregar no deserto! Inflelizmente o nosso clube está prenhe de Maneis que não enxergam mais do que se lhes coloca à frente da venda!
Já nem há esperança por melhores dias! Eu já não a tenho!

Nuno Pinho disse...

Por partes:

Não é todos os dias que se faz de um extremo promissor um Miguel ou um Coentrão. A direcção arrastou a contratação de um lateral-esquerdo por acreditar que o Jesus conseguia fabricar um novo Coentrão. Sim, o desastre via-se ao longe, mas o que importa são as vendas extraordinárias!
O Braga na segunda parte não criou uma única situação de perigo para o Artur. O disparate do Melgarejo no primeiro golo foi mau, mas no segundo foi ainda pior. Teve uma primeira falha, digna de iniciado, por atirar a bola para uma zona proibida (entrada da área) e ainda deixou o raquítico do Braga em jogo para fazer o golo. De pouco valeram os recados do Jesus para evitar o problema. À direcção continua-se a pedir que tenham a decência de trazer um lateral-esquerdo a sério. É que, em jogos sem espaço para errar, entrar em campo com uma adaptação, pouco confortável ao lugar, é de uma tremenda irresponsabilidade.

A campanha contra o Luisão está a afectar-lhe o rendimento. Viu-o intranquilo, a complicar e a ler mal lances aparentemente fáceis. Deve andar ansioso pelo veredicto dos amigos do conselho de disciplina da FPF.

Alguém falou no Luisinho. Este apesar de ter mais rotinas como lateral, também não passa de uma adaptação, e o jogo frente à Juventus deixou indicações de sobra para perceber que o lugar não pode ser dele. A brincadeira do jogo do Luís Figo também foi esclarecedora quanto às capacidades defensivas do Yannick ou Melgarejo. De um lateral, a primeira coisa que se lhe pede é que saiba defender. Para nosso infortúnio, neste momento, não temos um único lateral-esquerdo que cumpra esse requisito.

Tacticamente, o Braga foi uma equipa forte. Resultou a aposta no Amorim para ala-esquerdo com a missão de estancar o ímpeto ofensivo do Máxi. Já agora, o Amorim não era aquele jogador que sonhava com o Europeu e se mostrava inflexível em jogar noutra posição que não fosse a de médio-centro?
Jogou a extremo e, se o Peseiro pedisse, acho que até a lateral fechava. Aquilo é que foi garra!
Como mudou desde os tempos em que era um mero operário do Belenenses…

O Soares Dias errou no lance do penalty. O Custódio evitou que a cabeçada do Luisão desse em golo e como tal deveria ter sido expulso com a amostragem do vermelho directo.
O Peseiro falou em mão do Cardozo no primeiro golo, mas esqueceu-se que o Douglão desvia ligeiramente o cruzamento com o braço numa primeira fase. Já vi capas de jornais que partilham desta visão selectiva.
Há um lance de golo em que o Cardozo salta na pequena área do guarda-redes do Braga e que não me parece ter sido motivo para falta. Valeu a matreirice do Beto para dar a entender que houve alguma infracção naquela tremenda fífia.
Outro lance que eu não entendi foi a demora em assinalar o fora-de-jogo do raquítico do Braga na primeira parte. Deu ideia que foi preciso ele falhar frente ao Artur para o fiscal-de-linha finalmente levantar a bandeirinha…
Enfim. Não achei que a equipa de arbitragem tivesse influenciado directamente o resultado final, como já aconteceu noutras ocasiões. O Benfica perdeu dois pontos por erros próprios.

Gostei da jogada de laboratório perto da meia hora. A entrada rápida do Máxi Pereira sobre a direita surpreendeu a defesa do Braga e só não deu em golo porque o Custódio andou o jogo todo a arrumar a casa.

Muito li por aí que um jogador que tenha feito a pré-época deve ser titular. E sermos coerentes?
Percebo que sirva de argumento para defender a entrada do Martins a titular ou até no decorrer na partida, ao invés do Aimar, mas não nos podemos esquecer que esta opção resultou bem com o Rodrigo. O miúdo esteve bem. Voltei a reconhecê-lo pelas arrancadas e o cruzamento que ele tira no início da segunda parte pedia o desfecho dado pelo estreante Salvio. Tudo o que de bom aconteceu nas dinâmicas ofensivas, partiu da iniciativa destes dois. Ao lado do Garay, foram os melhores da equipa.

Imagino que seja difícil deixar um jogador como Aimar no banco, mas tanto ele como o Nolito passaram-me a ideia de que afinal era o Benfica a jogar com menos um.

O candidato disse...

Custa muito, assistir a este miserável espectáculo de arrogância e falta de respeito com que JJ brinda os benfiquistas semana após semana. (ninguém tem mão nele e quem manda no Benfica não são benfiquistas - onde andas Rui Costa?!).
O JJ podia continuar a ser o treinador do Benfica se tivesse outro acompanhamento e se existisse alguma ordem no Departamento de Futebol, onde não lhe fosse permitido fazer tudo o que lhe desse na real gana. Num clube da dimensão do Benfica têm que existir regras e, sobretudo, uma política desportiva definida em "casa" e não pelo tonto do JJ.
Mas há uma questão mais preocupante do que o mestre da táctica. O Benfica corre o sério risco, já esta época, de ficar completamente aflito com as suas finanças. A política seguida tem sido demasiado irresponsável, numa espécie de fuga para a frente, com a ilusória promessa de que os investimentos em jogadores vão resultar em encaixes significativos e que, nesse pressuposto, os jogadores adquiridos constituem ativos de qualidade. Este pressuposto, de um mercado disponível para comprar aos preços das últimas épocas, acabou! Os ativos do Benfica não valem aquilo que se pensa. O Benfica dentro em breve estará com a corda na garganta, pois uma parte significativa do enorme passivo que detém irá vencer já em 2013, e a única forma de aliviar a bolsa será ... renovar novamente o contrato com a Olivedesportos - que ninguém tenha dúvidas sobre isto.
Vieira fez algumas coisas positivas, mas quanto mais tempo ficar no Benfica será sempre a perder, inclusive, como está mais do que visto, desportivamente.

Papoilas Saltitantes disse...

Um retrato fiel deste Benfica potenciador.

Só discordo da parte da influência do árbitro:

Foi um grande jogo de futebol com três grandes equipas, muito equilibrado. Isto é futebol !

abrantes e benfica disse...

Talvez se num jogo em casa conseguíssemos ter mais adeptos a ver um jogo da equipa B do que da equipa dita A,se passasse a mensagem a quem decide que estamos fartos disto!alguns argumentos a favor:jogam com maioria de jogadores portugueses;jogam com maioria de jogadores formados no clube;tem 2 defesas esquerdos no plantel(Carole e l.Martins);ainda jogam com algum amor a camisola e a maior parte deles nao passaram ao nivel de mercenarios;o bilhete sai bem mais barato

Bandarilheiro Mor disse...

Aleluia, aleluia!!!!! O Ricardo viu a luz. Manuel, Joseph, Bolas e quejandos... apareçam. Venham assistir ao milagre.

Mentecapto da Silva disse...

A culpa é do Emerson. E do Gaitan, claro.

J.P. Gonçalves disse...

Grande texto.
Comentários pertinentes de "o candidato" (atenção à parte económica) e do Nuno Pinho.
Como compreendo o Ricardo Chaves... Há benfiquistas que sacrificam tempo e muito dinheiro para verem jogar o Benfica. Mereciam mais.
Não gosto de ser o gajo do "bota-abaixo" mas a paciência tem limites. Isto não é o meu Benfica.

Bicadas disse...

Questão dos 2 pontas de lança - o que se apontava como erro à partida, afinal foi o que trouxe mais dinâmica no ataque - não foi por aí que o Benfica claudicou.

Erro, mesmo tremendo ERRO: se era para jogar com 2 PL de início, por que carga de água só foram convocados 2 PL? Há alguma explicação para isto?

Depois a serenidade. A equipa entrou sobre brasas, sem conseguir jogar. Só lá para os 20 minutos começou a agarrar no jogo. Mas depois, quando ficou a jogar contra 10, voltou a precipitação.

Melgarejo. Para mim já mostrou que serve como lateral. Ontem enterrou, enterrou mesmo à grande. Dizem por aí que o JJ o vai/está a queimar. Completo desacordo - se há jogador protegido nos últimos 100 anos de Benfica, é certamente Melgarejo, nunca erra, os erros são sempre de JJ. Ontem o Melga teve um erro clamoroso e uma infelicidade. A infelicidade nem merece comentários, tantos são os autogolos de defesas consagrados de que me lembro, olha, assim de relance vem já o do David Luiz... O erro clamoroso, bem, parece que se ensina nas escolinhas, não se manda a bola para a entrada da área. Qual destes dois erros é que se pode atribuir à sua recente adaptação? Qual destes 2 erros é que podemos garantir que ele não cometeria como extremo?

No jogo com o Real sofremos um golo por assistência do Di Maria, que tinha recebido a bola num lançamento longo a variar o flanco. O Melga enterrou. Ontem foram diversos os lances deste tipo. Em alguns a abordagem podia ter sido mais perfeita, mas Melga nunca foi batido.

Querem malhar no JJ, é dar-lhe, não se ganha nada com isso, mas dêem-lhe com força, que ele tem lombo para as levar. Convinha era ter um pouco mais de sangue frio.

Então e a exibição do Nolito? Jeitosa, não?

Cumprimentos

Miguel A. disse...

Está de volta o mestre da táctica :) mas desta vez ainda mais refinado...

Apoiar? Acho que agora é mais aguentar... contra outras equipas não teríamos encaixado apenas dois.

Os nossos presidente, treinador e director financeiro são apenas incompreendidos. E estão a ser injustiçados. O trabalho realizado por este trio maravilha (onde é que eu já ouvi isto?)está à vista de todos. Só não vê quem está de má-fé.

(Rui Costa, onde estás? Carraça? O trabalho (?) desta carraça não pode ser feito pelo Shéu? Ah, pois, o Shéu é do Benfica, já me esquecia.)

Abraço.

granbolas disse...

eh pa,
no que ao meu comment respeita, és deveras elucidativo... queres pópó, mas andas à procura sem exito.
Ninguem é ofertante... Azar nitido..!!!!

Pedro disse...

Ricardo, não te iludas...eles andam pelo estádio, mas de borla. À pala do convite, do bilhete oferecido...mas o que lhes interesse é o croquete e não o resultado da equipa.

O avençado é assim.