domingo, 2 de setembro de 2012

Depois de Javi



Com a saída de um dos mais preponderantes elementos do plantel do Benfica na passada 6ª feira, alguma ansiedade dominava os corações Benfiquistas para este jogo: como seria montada a Equipa, como reagiria a mesma, habituada não só à influência táctica mas também à influência psicológica de Javi Garcia em campo. Mais de 35.000 estiveram a bater na Luz.
JJ coloca Witsel na posição 6 e Martins mais avançado no apoio aos avançados, foi assim que tacticamente a Equipa entrou para este jogo.

45m lentos, muito lentos, contra um Nacional que a meio da 1ª parte já registava maior número de ataques e maior número de remates, sem no entanto criar grandes problemas à defesa e ao Rei Artur. Uma bola ao poste de Toto Salvio foi o único lance de registo por parte do Benfica na 1ª parte em que, antes do seu final, vê Carlos Martins a ser substituído por Matic, por problemas físicos. Witsel regressa à Sua posição de raiz e Matic a para a posição 6.

Não gosto de vêr o belga onde o vi até esta substituição, não pelos melhores motivos. E acho que o jogo do Benfica a muito se deveu a esta deslocação imprópria. Wistel é um criativo, coloca-lo mais junto da defesa, afastando-o dos avançados é um “crime”!! Quer para o Seu talento quer para o rendimento da Equipa!
Esta semana referia isso mesmo: há adaptações que podem lesar o rendimento de um jogador mas, numa escala mais abrangente, todo o rendimento da Equipa, como foi o caso na 1ª parte de hoje.
Bem notória a diferença nos segundos 45m. Witsel, mais “alegre”, mudou o rumo do jogo que se tornou mais solto, com mais e melhores saídas para o ataque.
Matic trouxe mais solidez, inegável, mas não deixei de vêr as clareiras entre as linhas. Talvez seja dos meus olhos..

Toto… elejo-o novamente como melhor jogador do Benfica hoje. “Só” esteve em praticamente todos os lances de perigo do Benfica hoje.

O 2º golo, marcado por Rodrigo, é o espelho da maravilha que é Salvio: numa jogada junto à linha em que aguenta a bola com 3 defesas do Nacional, com um toque magistral liberta-se e cruza de forma perfeita para a cabeça de Rodrigo que só teve que subir ao 1º andar e metê-la lá dentro!
Sendo esta jogada a minha eleita, não me fico por aqui.. Aliás, Salvio não se fica por aqui. Tem energia para dar e vender, tem uma visão, um drible e uma força que se tornam autênticos pesadelos para a defesa e um verdadeiro regalo para quem gosta de futebol corrido e rápido, como eu.
O lance do 1º golo nasce nele também, numa abertura para Maxi que vai servir Takuara para o golo.

Pois aí está.. Takuara! Com os 2 golos de hoje chega ao topo onde nos habituou a estar! Mas não foram apenas os golos que marcou. Veio buscar jogo a terrenos que não são do seu domínio, fez tabelas com o Aimar, que entra na 2ª parte para nos brindar com a sua genialidade habitual praticamente sempre que pega na bola, e ainda fez alguns passes enquanto arrastou a defesa consigo. 


O puto Melgarejo, claro, não podia deixar de falar nele. Gosto deste miúdo. É atrevido e tem aquela raça que aprecio tanto nos jogadores. Não se deixam de notar as dificuldades defensivas, não, é verdade, mas hoje também vi uma ou duas falhas no Maxi, que é quem já sabemos, não precisa de apresentações nem definições, Super Maxi basta.

Fiquei com os cabelos em pé quando o “Melga”, dentro da área corta uma bola pela linha de fundo, com o calcanhar.. Correu bem e esbocei um sorriso com tamanho atrevimento! Não sendo aconselhável, é verdade, denota confiança e ausência de medo. Neste caso em particular, não podia deixar de sorrir, agradeço é que não abuse!!
A facilidade com que sai para o ataque e a diferença com que o faz no que respeita ao movimento inverso é paradigmático da natureza de Melgarejo. Nada que já não seja do conhecimento comum, visível a "olho nú".

Melhor ataque, com 10 golos marcados, à 3ª Jornada desta Liga.
3 golos e 3 pontos que são sempre motivo de alegria mas, no presente, pelo que vejo e realisticamente falando, não são o suficiente para me tranquilizarem para as batalhas que temos pela frente. Tão longe disso..

Sempre Contigo Benfica.


15 comentários:

Jota Pê disse...

Notas minhas:

- o 442 é um nojo;
- witsel a 6 é um crime lesa pátria;
- neste momento é salvio e mais 10;
- se não tivesse marcado, nem tinha reparado que rodrigo jogou;
- a motivação desta equipa é uma falta de respeito para com os pagantes que se deslocam à Luz.

De facto, os resultados é que contam mas, neste momento, até o vitó pereira consegue pôr qualquer equipa a jogar melhor que o Benfica...

Jorge disse...

Aquando o primeiro golo passe do Sálvio para o Maxi é primoroso... mas o passe do Melgarejo para o Sálvio é brutal...

Era só para acrescentar este pormenor... :)

David Duarte disse...

Penso ser o primeiro post da Marta que leio e partilho no essencial com a leitura do jogo apresentada, mesmo se de forma muito mais intolerante (como escrevi no ultimo post do Ricardo).

P.S.: Sobre a sondagem que o Ontem vi-te no Estadio da Luz està a fazer, eu penso que o método que utilizaste hà uns tempos Ricardo é o melhor, ou seja, censurar certos comentàrios quando abusivos mas apresentar as razões pelas quais esses comentàrios foram censurados.

As pessoas confundem liberdade e anarquia. A liberdade é acompanhada de regras e é o respeito dessas regras que determina a dignidade das pessoas intervenientes num diàlogo. Insultar não se adequa com dignidade.

O facto de apresentar as razões pelas quais um comentàrio é censurado é dar uma segunda oportunidade à pessoa censurada e não partir do principio que é um fraco de espirito. Contudo, este método tem um incoveniente : imagino que passarias o tempo todo a justificar-te.

moleculasdeamor disse...

Bem postado Marta... é isso tudo... de facto a equipa desiquilibra-se mas Matic dá-lhe algum equilíbrio... e Melga é tudo isso sem dúvida... é um rapaz com um carácter muito grande e um grande futebolista!

Flic Flac disse...

O André Gomes tem tudo para ser um magnífico 6, 8, box-to-box, isto se as tácticas do Mestre da Treta e a as diatribres financeiras de El Comandante não prefiram um jogador da quarta divisão das ilhas Fiji.

O Mestre da Treta lá manifestou a opinião sobre ele falando em pagar a "factura" se tiver de o por a jogar. é esta a confiança que dão aos jovens da formação!

Anónimo disse...

epah se os gajos dos jornais veem estes posts brevemente ficaremos sem a nossa escritora !!! mas so sai acima da clausula de rescisao hehehehehehehe !! muito bom texto Martinha !!!!

B Cool disse...

basicamente é isso tudo, um buraco enorme no meio-campo, o Nacional a dominar a primeira parte, o salvio com a finta curta a passar qual enguia entre os defesas e Tacuara a bombar como de costume. Matic está mais habituado aos processos do que o Witsel como diz o Jesus, mas ainda muito longe do que o Javi oferecia, o Rodrigo continua sem baixar e como tal estamos sempre em inferioridade no meio. Enzo pouco acrescenta e do João dos gelados nem nada se sabe ...
ainda bem que o Futsal e o Andebol somam títulos, porque antevejo grandes dissabores no futebol

Pedro Almeida disse...

Até ao Carlos Martins se lesionar, na verdade jogámos sem meio campo.
O Witsel andava completamente perdido.
A bola nunca chegava ao Martins.
Era pontapé para a frente pelos centrais e fé nos avançados.
Com o Matic a coisa acalmou um pouco.
Se os gajos do Nacional não fossem coxos, podiamos perfeitamente ter levado 2 golos na primeira parte.

O Benfica neste momento é assim, ou aquilo lá na frente engata bem, com o Salvio em grande forma, e os pontas de lança eficazes, e marcamos sempre 3 ou 4 golos e ganhamos os jogos. Ou então fica muito dificil, porque contra equipas fortes e a jogarmos sem meio campo arriscamo-nos sempre a sofrer bastantes golos.

O Benfica de JJ consegue a proeza de jogar com 2 laterais a fazerem de extremos, 2 extremos de origem, 2 avançados centro, um medio de apoio ao ataque, um medio que anda perdido no meio campo a tentar desenrascar-se e 2 centrais.
Isto sim é o futebol total, é tudo prá frente.
O JJ deve divertir-se imenso com isto enquanto treinador, responsabilidade zero, gozo total.

RedSpecial disse...

"Vamos resistir aquilo que podemos resistir. Os jogadores têm cláusulas de rescisão."- LFV

Mentiroso!

(bem sei que nada tem a ver, mas é para impedir que comece a lavagem cerebral do costume)

Nuno Pinho disse...

De acordo. Foi uma vitória bem conseguida, mas nem por isso nos descansa. A primeira ideia de meio-campo não resultou e é provável que o Jesus continue a experimentar outras soluções nas próximas jornadas.

O LFV é que deve andar nervoso. O homem diz que nunca viveu dias tão agitados como os últimos. Isto é que é vontade de afiar o dente!
Há quem diga que a história dos 90 milhões vindos da Rússia é plantada. Será?
Estou para ver se não será o ganha-pão do clube mais acima... Certo é que o presidente anda transtornado. Temo-lhe pela saúde.
Esquizofrenia aqui:
http://abola.pt/nnh/ver.aspx?id=350554

jzz disse...

Bcool, não concordo que o "Enzo pouco acrescenta", apesar de ter feito o que fez, acho-o um excelente jogador.

Marta, boa crónica, faz falta a este blog análises regulares aos jogos que ganhamos...

Hattori Hanzo disse...

Esse toque do Melga também me criou calafrios. Apesar de termos melhorado em termos ofensivos na 2ª parte muito por causa da subida do Witsel e da subida de rendimento de Sálvio continuei a achar a parte defensiva do meio-campo demasiado macia. Cardozo também esteve em grande e não só pelos golos como referes. Uma palavra para o posicionamento de Enzo Perez: se fosse comigo depois das rábulas do ano passado não teria nova chance, mas Jesus faz bem ao colocá-lo ali numa posição mais central: é alguém que segura mais a bola e não tanto de correrias loucas com Sálvio no outro lado. Equilibra assim mais um pouco o meio-campo.

abrantes e benfica disse...

se acham que o buraco foi grande, o que dizer agora, sem o witsel...

moleculasdeamor disse...

E agora para algo verdadeiramente delicioso... depois do Javi... o vitse... também o vitse... ah e tal agora é que o Viera cai... não... é só mais uma diatribe do nosso fofo e amado presidente...

oremos a jesus...

Anónimo disse...

depois de javi, witsel.