domingo, 2 de setembro de 2012

Não chor´isso.



Tu e outros como tu, António. Fazem falta ao Benfica.

6 comentários:

Seismilhoesum disse...

Esta foto é de quando o Toni partiu uma perna a um membro do "clube rival". Quando se deu conta, expressou toda a sua tristeza. Aquela cambada de anormais não entende isto pois se fosse ao contrário era a risota geral e "SLB, SLB, filhos da ....".
Diferenças abissais!

moleculasdeamor disse...

Precisamos de Homens e Mulheres que amem estupidamente o Benfica! A dirigir a instituição! As SAD são a merda das merdas!

Anti anti-Benfica disse...

Já tu...

moleculasdeamor disse...

E esta história do Anzhi... aquilo deve ter pernas para andar!!! Esqueçamos o Vitse, o Rodrigo e o Gaitas...

Francisco Gil disse...

Por muito que concorde com a linha do blogue e aprecie os contributos de quem por aqui escreve, a última vez que privámos com este senhor ficámos em sexto no campeonato, menor número de golos marcados, maior número de golos sofridos, menor número de vitórias, maior número de derrotas. Campeão em 1994? A equipa era fraquinha, foi um enorme milagre, sem dúvida. Gostava era de ver com a matéria prima que deram ao Trapattoni. E as suas intervenções públicas desde então são para agradar ao sistema. No ano passado "O Benfica não podia ter perdido em Guimaraes, na Luz contra o porto e empatado em Coimbra". Boa, Toni, acertaste exactamente no que queriam que dissesses. Estás na barcaça do Seara. Amansar o sentido de Benfiquismo para ir aparecendo nos media que controlam o palco diz muito de ti e tem pouco a ver connosco.

Mister D disse...

Este António faz falta, mas não é no Camarote Presidencial, que é onde tem estado mais tempo ultimamente.

Quanto ao Francisco Gil, quando se der ao trabalho de ver o que o senhor António Oliveira ganhou ao serviço do Benfica, talvez deixe de fazer os comentários como os que acabou de fazer. É que há poucos, muito poucos, que deram o corpo às balas no nosso clube. E este senhor António, comparado com o "senhor" que tem estado lá há quatro anos, não tem comparação possível...