terça-feira, 4 de setembro de 2012

Oposição credível, por onde andas?

É difícil encontrar situação mais triste do que assistir ao Benfica ser totalmente desgovernado por gente que se abotoa com as suas comissões e contratos para futuras construções enquanto vai transformando o clube numa empresa de "valorização de activos". Há muito que o Benfica deixou de ter no seu corpo dirigente homens com um pensamento focado no sucesso desportivo; o que interessa é vender jogadores por uns milhões, mesmo que normalmente por valores substancialmente abaixo dos das cláusulas de rescisão.

O Presidente cai no ridículo sistematicamente e leva atrás os seus fiéis seguidores que, apesar de assistirem às suas mentiras há anos a fio, ainda conseguem acreditar na história da carochinha vezes sem conta. De facto, mesmo reconhecendo a alguns uma incapacidade mental para mais, espanta ainda assim ler certas coisas de gente que podia e devia pensar o Benfica de uma forma que atrasados mentais como os Lemos, Manueis, Guerras, Pintos e outra escumalha lambe-cus nunca conseguirá fazer. Há benfiquistas que vêem o clube afundar-se mas persistem na defesa de uma ideia na qual eles próprios já não acreditam - demoraram muito tempo a perceber, mas já começam a lá chegar. Uns por evidente comprometimento - há quem tenha família, amigos, primos a trabalhar no clube -, outros porque recebem algo em troca - os camarotes dão muito jeito - e outros ainda por não quererem aceitar e admitir que têm apoiado uma equipa de gente que prejudica gravemente o Benfica. E é o Benfica que sai lesado de tudo isto.

Por outro lado, observamos os que se aproximam, quase em silêncio, de um estado de alternativa à Direcção e espantamo-nos com tão parca capacidade para serem uma real oposição. Fazem-se grupos na internet, escrevem-se umas coisas nos blogues, atiram-se umas larachas popularuchas e resume-se o sentido crítico não na procura de soluções mas no constante apontar de falhas da actual Direcção - e mal. Mal porque nem sequer sabem aproveitar as constantes incongruências, no discurso e nas acções, que esta gente tem cometido nos últimos 10 anos. E seria tão fácil expor de forma clara e definitiva as centenas de mentiras, demagogias, enganos e omissões que os dirigentes do Benfica têm apresentado aos sócios e adeptos do clube.

Não espanta, por isso, que, numa altura em que alguns adeptos abrem os olhos para o que a corja dirigente que desgoverna o Benfica anda a fazer há anos a fio, nem assim apareça uma equipa e um candidato credíveis. Uns porque se aproximam perigosamente de gente da mesma laia do Presidente actual; outros porque são incapazes de se organizarem decentemente com uma estrutura coerente e sólida; e outros porque, enfim, são liderados por Bruno Carvalho.

Onde andam os benfiquistas?, é a pergunta que apetece fazer, neste lamaçal de interesses e incompetências. Se é verdade que os absurdos estatutos promovidos por uma direcção tirânica não facilitam o aparecimento de mais gente, não deixa de ser incomodativo que as pessoas - e há várias - que correspondem ao perfil proposto e que preenchem os requisitos básicos para uma candidatura se deixem cair num autismo pouco edificante, quando não num velado silêncio ou assentimento, não vão ter muito trabalho e sacrifícios escusados. E o Benfica, clube que historicamente sempre soube renovar-se por dentro, caminha a passos largos para um estado de latência sem paralelo.

Há uns meses abordei a questão da altura ideal para o aparecimento de uma candidatura vencedora - disse que não me espantaria que ela só aparecesse em Agosto no sentido de não ser apelidada meses antes com os epítetos naturais que os dirigentes bem sentadinhos nas cadeiras do poder da Luz gostam de lançar a quem os critique. Hoje, dia 4 de Setembro, o que me espanta é que nem num momento estratégico ideal alguém apareça a apresentar um projecto que nos livre de mais 4 anos de incompetências, mentiras, insucesso desportivo e muito gozação aos clientes que pagam e estão sujeitos a todo o tipo de humilhação por uns sujeitos que nem do Benfica são adeptos.

Oposição credível, por onde andas? É o Benfica que tem de ser salvo. Urgentemente.

17 comentários:

MF disse...

Concordo em absoluto com a necessidade de renovação Ricardo. Na tua opinião, quem seria um bom candidato?

Que 'qualidades' ou características deveria possuir para ser, na tua opinião, um candidato a considerar?

Montar uma direcção não é fácil, especialmente depois de 10 anos de (des)governação, acordos secretos, parcerias exclusivas e negócios paralelos.

Desafio-te para um exercício, com base nos lugares da actual direcção, poderes indicar nomes (mesmo que sejam apenas hipóteses)viáveis para legitimar uma nova direcção.

Gloriosas saudações,
- MF

Mantorras Rei do Futebol disse...

Quem está disponível para isso?
Gente com menos de 50 anos não pode, e tem família para alimentar.
Infelizmente, os poucos que restam, graças à nossa passividade em AG diga-se, não querem.
Desistimos do clube?
O que podemos fazer mais, para além de mandar os bitaites que referiste?
Ideias precisam-se, para começar.. e já vamos tarde.

benficaanonymous disse...

Pelo que sei, irá aparecer um candidato. Hoje ainda o Bruno Carvalho cancelou a apresentação do seu candidato de forma a fazer-se uma lista de "união" em vez de se ter uma oposição dividida. A meu ver é a melhor estratégia, a existencia de mais do que um candidato opositor só iria beneficiar o Vieira

Ricardo disse...

o problema é que o bruno carvalho é uma banana também.

Miguel disse...

"Lemos, Manueis, Guerras, Pintos e outra escumalha lambe-cus"
Quem são os "Pintos"?

Da mesma forma como foi aprovada a alteração nos estatutos que condiciona demasiado a possibilidade de um sócio se candidatar à presidência, não acham que poderia/deveria ser apresentada na próxima AG uma proposta para reduzir essas exigências? Eu sinto-me um pouco responsável pela aprovação dessa regra, na medida em que não estive presente na AG em que foi aprovada e dessa forma não votei contra a mesma.

Acredito que devam existir nos estatutos regras que permitam evitar o aparecimento de paraquedistas na direcção do clube, mas caiu-se no exagero! Só faltou impôr como obrigação o sócio ter orelhas grandes, um bigode farfalhudo e ser também sócio das osgas e dos corruptos!...

philippe disse...

vão ser dificeis os proximos anos para quem realmente sente o Benfica porquê estaremos sempre na ambiguidade do apoio ao clube que tem o nome daquele (clube glorioso)que gostavamos e por outro lado o desprezo pela pandilha que està AGARRRRRRRRADA AO PODER dentro da empresa que tem o famoso nome + sad...Se não aparece ninguem os benfiquistas autenticos vão realmente chorar durante quatro anos e vão ser lesados emocionalmente e financeiramente pelo merchandise da empresa que tem clientes! Quando reparei o caminho que o clube tomava em 2007 deixei de pagar cotas (e olha que estava abaixo do numero 30000), o que se passou desde então so me fortaleceu nesta minha decisão da altura, por muita pena minha...tinha razão! hà que aparecer alguem para salvar o clube, Rui costa é altura de saires do esquema e apresentar tua candidatura!

hertz disse...

É triste que estejamos a caminhar para as eleições, a direcção actual esteja a destruir o Benfica e mesmo assim não há um único candidato que apareça. E haveria momento mais perfeito para apresentar uma candidatura do que estes últimos dias de mercado?

MF disse...

Depois de ver isto (http://www.slideshare.net/BorgesCoutinho/milagre-financeiro-12) confesso que seria tremendamente difícil a uma nova direcção, responder com eficácia às exigências financeiras do clube e às expectativas dos adeptos.

Não há candidatos? Nem nomes? Até nisso o Benfica está mudado, lembro-me que por esta altura era só candidatos a oferecerem mundos e fundos para ser eleitos!

philippe disse...

uma coisa tambem é verdadeira: é que hoje em dia é muito dificil para um eventual candidato que estaria em posição de ser eleito de ASSUMIR o desastre financeiro montado por lfv's e dso's. Quem, no seu perfeito juizo, seria o maluco que queria passar pelo afundador do clube mesmo que tenha feito tudo para reerguê-lo?? acho que muita gente espera que os lfv's e Cia anunciem falencia perante as suas eternas contradições internas antes de tomar posição...

moleculasdeamor disse...

Nós os Benfiquistas que amam apaixonadamente somos essa oposição credível... mas temos família, não temos conhecimentos no mundo da finança, nem tempo de sócios... hoje é preciso te-se guito para ser presidente... qualquer solução com Bruno de Carvalho - senhor do Porto Canal ( as pessoas precisam de ganhar o seu pão - eu compreendo - mas FOSGASSE CARAFES CARAFES...)

mnlopes disse...

No últimos anos temos assistido a um vazio angustiante no Benfica no que toca à oposição. Não é fácil destronar o LFV. Primeiro porque teria de aparecer alguém que conjugasse uma série de factores: credibilidade, passado imaculado, bem falante, inteligente, sócio há muitos anos, etc. E segundo porque o fantasma de Vale e Azevedo continua a pairar sempre que se aproximam eleições e os sócios têm receio de eleger um desconhecido que se torne como o outro.
E porque não o Simões, o José Augusto ou o Humberto Coelho?

abrantes e benfica disse...

that´s the question!o Luis Tadeu foi um gajo que há uns anos me deixou boa impressão, alguém sabe o que é feito dele? Bagão poderia ser uma alternativa credível em termos de gestão...já desportivamente tenho dúvidas. numa onda mais populista Carlos Daniel, RAP...mas efectivamente não se vislumbra ng e apesar de ser totalmente contra a mudança de estatutos, não me parece que isso seja o motivo principal para que tal não aconteça. conhecem alguma alternativa interessante que não se candidate devido aos estatutos?

InvisibleKid disse...

qq nome q possa aparecer será o representante de uma equipa q tera q dedicar 24/7 da sua vida ao benfica, abdicar da vida profissional, ter ligaçoes à banca, conhecer o mundo do futebol.....

sinceramente nao vejo muitos

71460_5/8 disse...

Mas tu não fazes parte da oposição credível?? Tanta ideia e tanta critica e nada de acção??

Águia Preocupada disse...

Barafustamos, opinamos, apelamos mas no fundo, uma grande maioria tem medo da mudança! Tal como na política vivemos 48 anos debaixo dum jugo fascista, no associativismo vemos uns oportunistas a delapidarem o nosso clube e mantemo-nos impávidos e serenos à espera que passe!
É muito difícil o aparecimento de alguém, tal o passivo que Vieira e pandilha criaram numa gestão ruinosa, insultuosa e criminosa.

Tenho apenas uma ideia. Alguém com capacidade para colocar o senhor Rei Sol na ordem era conseguir ganhar e deixar de pagar fosse o que fosse aos bancos! Quem avalizou que pague! Aqueles abutres que lá estão, merecem um arrepio e uma lição de mestre!
Pode ser um disparate, mas isto é possível... Não são os fiadores que terão que se chegar à frente se o fiado não paga? Só vejo esta forma de resolução!

Anónimo disse...

Para próximo presidente eu quero uma coisa simples:
. Uma pessoa reconhecidamente Benfiquista e que nao seja sócio de mais clube nenhum.
. Uma pessoa com experiencia empresarial, ou que rodeie de outras pessoas com esse know-how, igualmente reconhecidos Benfiquistas.
. Uma pessoa sem telhados de vidro, que não tenha nada a ver com este lodaçal do futebol português, mas que esteja preparada para o enfrentar.

É pedir demais?

Cumpts,
PN

Catenaccio disse...

Leiam este texto, escrito a 13 de Abril deste ano:

http://catenacc10.blogspot.pt/2012/04/o-vento-da-mudanca.html

Fala do Benfica em 1926 e acaba por extrapolar para os dias de hoje.

Abraço!