quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Porque os abutres estão fora de moda




Quem não está com de acordo com esta Direcção - apesar da sucessão de erros de gestão e de planeamentos de época ser por demais evidente -, já se sabe, é detractor. Detractor porque as pessoas que lideram o Benfica são demasiado educadas para se dirigirem aos sócios e adeptos que os sustentam chamando-lhes “abutres” na capa do jornal oficial do clube. Ainda há algum decoro, parece. Por isso, este sócio e adepto detractor só tem a agradecer-vos pela gentileza e nível demonstrados.

É isto o Benfica actual: um Benfica dirigido sem respeito pelos sócios e adeptos, comandado por pessoas que não toleram qualquer voz discordante, um clube de gente que divide para reinar e com uma indisfarçável aversão à crítica. Mais: é um Benfica liderado por indivíduos capazes de transformar os equívocos próprios e um empate miserável numa vitória gloriosa contra quem discorda deles: sim, fizemos muita merda, vendemos os melhores jogadores, não acautelámos devidamente a sua substituição e por isso apresentámos uma equipa de (in)adaptados, mas mesmo assim - chupem, seus detractores! - fomos empatar a Glasgow. E tudo isto, note-se, sem falarmos sequer em arbitragens (estamos a guardar essa para as competições internas, quando precisarmos justificar a perda do primeiro lugar depois de 5 pontos de vantagem no campeonato). Genial, isto. Goebbels roer-se-ia de inveja da nossa máquina de propaganda.

O Benfica é um clube que, neste momento, e enquanto os sócios continuarem a permiti-lo, se funde e confunde com a actual Direcção. É um clube à deriva e cada vez mais fechado sobre si mesmo, sem a ambição nem a identidade que o levaram a um merecido reconhecimento mundial. O Benfica de hoje é um vazio de ideologias e origens atiradas para dentro de um baú empoeirado, esquecido no canto de um sótão qualquer. Temo que por este caminho um dia não nos lembremos do que é (do que foi?) o Sport Lisboa e Benfica. Que não nos lembremos mais que o Benfica deve viver de títulos e não de vitórias morais. Que o Benfica deve viver das suas vitórias, não procurando consolo nas derrotas dos outros. E que o Benfica é maior que qualquer presidente ou jogador que por ele tenha passado ou venha a passar.

O Benfica dos nossos dias é gerido em função das pessoas que o gerem, não mais do que isso. As páginas que esta Direcção tem vindo a escrever nestes últimos anos são, não tenhamos dúvidas, um livro da Margarida Rebelo Pinto. Começamos a ler e passado pouco tempo vem a sensação de fraude, de estarmos perante uma valente cagada. A mim, bastaram-me 10 páginas da Margarida para pô-la definitivamente de parte. De Luís Filipe Vieira, confesso, ainda consegui ler mais algumas, mais até do que seria desejável.

E a vocês, ilustres benfiquistas não-detractores, 10 anos não bastam? Ou no fim disto tudo, quando andarmos no chão a juntar os cacos do clube, vamos todos lamentar-nos e dizer que nunca lemos outra coisa na vida que não fosse o Lobo Antunes?

11 comentários:

JNF disse...

Maior vergonha que estar financeiramente em falência técnica só o facto de este clube estar em falência moral e intelectual.

moleculasdeamor disse...

Este último relatório deixa-me estupefacto, mesmo não estando lá inseridos os proveitos extraordinários (que sabemos não ser tão extraordinários como todos pensamos) - nem de perto nem de longe entrarão 63 milhões de euros vivos nos cofres do clube!

Só posso perceber tanto apoio a LFV através de uma máquina bem montada ao nível de pseudo-comentadores... provavelmente só saberemos o real apoio perante uma vitória esmagadora de votos brancos! Nisso eu ainda quero acreditar... aceito a não oposição, mas quero muito uma vitória esmagadora dos brancos e nulos... por respeito à nossa história!!!!

Germano Bettencourt disse...

Gosto de ver aqui, e noutro qualquer sitio, explanadas diversas opiniões, no entanto abomino as classificações que se fazem aos adeptos, como sendo "isto ou aquilo". Epá, somos todos Benfica, o resto são opiniões.

No entanto acho, que mais facilmente mudam uma mente, com um discurso coerente (que vocês tem) do que com alguns insultos, ora directos, ora dissimulados, a quem tem opiniões diferentes. Mas isto funciona para os Vieiristas como para os Anti-Vieira. A pessoa que se sente insultada, porque as palavras lhes assentam que nem uma luva, terá tendencia a insultar na mesma moeda.

Paço desculpa pelo desabafo. Não diz respeito só a este post, é a um acumular de posts.

PS: Resta dizer, que a minha opinião sobre o Benfica é mais para o vosso lado. Não gosto é do jogo de palavras utilizado.

PP disse...

Neste momento vejo que a gestão do Benfica serve interesses individuais, tal e qual o estado nacional serve os interesses pessoais/colectivos de alguns.

Estamos literalmente a sermos usados para enriquecimento de uns quantos.

Talvez seja uma interpretação muito literal e própria do lema do Benfica, o E Pluribus Unum (de todos um), i.e., que todos tenham de contribuir para um (uns poucos).

JNF disse...

Mais giro que a capa é ver o conteúdo. Já li umas partes e posso dizer que só volto a comprar aquele pedaço de merda quando faltar jornal para o assador de castanhas meter as ditas.

Sandinando Sófacles disse...

Comento só para mostrar o meu acordo com o comentário do Germano Bettencourt.

Começa a ser um exercício de masoquismo demasiado pesado para mim ler posts destes.

Abçs

B Cool disse...

Amigos comentadores, aqui cada blogger escreve o que lhe vai na alma, sem complexos, meias palavras ou segundas intenções.

Temos o direito a sentirmo-nos aviltados com o que vemos, quer no Benfica, quer no meio dos adeptos que estão conformados com uma mediania que insulta a história.

Cada um tem direito à sua opinião. Cada um tem direito a exercer o seu benfiquismo como entende. Tal como cada português tem o direito a exercer a sua cidadania como entende.

Desse modo e perante quem fica indiferente ou até mesmo contente, mais do que com o resultado, mas com a postura da equipa, do treinador, da drecção, da administração, de ver constantes atentados ao benfiquismo permanente desvalorizados, ignorados ou mesmo justificados, não se podem admirar que fiquemos varados perante tal actuação.

Se gostam de textos mais divertidos, aconselho-vos a ler o texto do Constantino na mão do vata pois ele resume de forma brilhante, aquilo que pelo menos eu admito não o ter feito.

JC disse...

JNF, as castanhas não merecem esse tratamento.

Germano, mais grave do que uns desconhecidos bloggers classificarem quem quer que seja, é o jornal oficial do clube fazê-lo na primeira página relativamente aos sócios e adeptos discordantes. Mas pronto, é a democracia moderna e todo um novo conceito de sócio no dicionário Vieira:

Sócio do Benfica (adj. s. m.)
(mamífero que paga quotas para comer, calar e ser insultado pela Direcção quando demonstrar qualquer tipo de desacordo para com esta.)

Sandinando, tens um bom remédio: não leias. A sério, não quero que passes por tamanho suplício.
Já eu, mesmo não querendo, serei obrigado ao exercício masoquista de sofrer pelo Benfica mesmo com esta gente à frente do meu clube por mais 4 anos.

Abraço.

Germano Bettencourt disse...

JC e BCool,

como disse no meu comentário, não é este post que está em causa. Escrevi neste, porque era o último post na altura. As palavras eram para todo um conjunto de posts facilmente identificáveis pelas minhas palavras. Por isso mesmo JC, peço desculpa se dei a entender que o problema era este post, porque não o é.

Eu concordo com o que vocês aqui escrevem sobre a actualidade do Benfica, e mesmo que não concordasse vinha cá na mesma, porque gosto sempre de ouvir os 2 lados.

Repito, não me importo que insultem o Treinador, o Presidente, a estrutura, ou mesmo tudo, só não gosto das palavras que insultam os adeptos. É apenas isso que eu não gosto, e muitas vezes, vocês com a vontade de mostrar que alguns adeptos estão errados, insultam-nos, ora chamando de benfiquinhas, ora de burros, etc etc.

Abraço

João.D10S disse...

Esta capa, do jornal oficial do clube, é um dos maiores insultos que alguma vez foram feitos ao Benfica!! Já nem sei o que dizer..

http://benficacomamor.blogspot.pt/

Sandinando Sófacles disse...

JC:

Antes de mais, dizer que fui injusto em ter desabafado no teu post: o meu desatino tem a ver com a sucessão de posts, não com o teu em particular.

Depois, dizer que no conteudo concordo contigo quase a 100%.
O que me arrasa é a forma como falam, o ódio que deixam escapar por ........ (escolhe o que quiseres; consócios, adeptos como tu e eu, benfiquistas, ursos, etc...) que pensam de modo diverso, a importancia que dão aos alucinados pro-Vieira, ou, sobretudo, a dificuldade que parecem ter em aceitar quem não seja anti-Vieira.

Eu, sinceramente, acho que quem é pro-Vieira, vive num mundo de ilusão.
Mas também começo a achar que os anti-Vieiristas estão a ir pelo mesmo caminho (o post seguinte do Ricardo é uma saudavel excepção).

Grande abraço.

B Cool:

Acompanho-te na blogosfera há tempo suficiente para ter o MÁXIMO respeito por ti. Também gosto muito de ler o Constantino.
Mas não posso concordar com o post dele. Eu vi uma equipa unida, que tentou fazer o seu melhor, e que tentou GANHAR! Sobretudo, vi uma equipa unida, com imenso talento, e que será capaz de vir a fazer muito melhor.
Se calhar sou mesmo do benfiquinha, mas sou gajo para dar um dedo por qualquer vitória do meu clube, o GLORIOSO SPORT LISBOA E BENFICA!!!