domingo, 30 de junho de 2013

As soluções...



A pré-epoca aproxima-se, o dia de arranque dos primeiros trabalhos é já amanha, e como já aqui foi escrito pelo Ricardo, as duvidas sobre o plantel são mais que muitas, e eu, em jeito de complemento do que foi dito pelo Ricardo, e para que não digam que só apontamos problemas e não soluções, proponho-me tentar apontar algumas soluções para os problemas encontrados.


Com a chegada de Djuricic, o Benfica assegura um organizador de jogo de qualidade extra e que, quanto a mim, justifica a aposta num sistema de jogo (diferente de modelo) ligeiramente diferente do que tem sido habito em Jorge Jesus no Benfica, mas muito semelhante ao que foi aposta na sua 3ª época ao comando da equipa e que passava por um trio de meio campo de luxo, com o qual Jorge Jesus conseguiu o Benfica mais equilibrado da sua era, na minha opinião, falo claro está, do trio composto por Javi-Witsel-Aimar. Embora JJ preferisse sempre dizer que o sistema era o mesmo, mas composto por jogadores diferentes, logo, com dinâmicas diferentes, eu prefiro achar que, com este trio, o Benfica jogou muito mais próximo do 4x2x3x1 do que do tal 4x1x3x2 com um dos avançados claramente mais recuado que o outro. Já sem Aimar e Witsel, mas com a chegada de Djuricic, parece-me o momento ideal para o regresso táctico ao melhor passado de JJ no Benfica, relembro que foi com aquela disposição no miolo que o Benfica chegou aos ¼ de final da Liga dos Campeões e não acredito que sejam factores dissociáveis, apostando então numa “tripla” que pode ser composta por Matic-Enzo-Djuricic, isto se Matic não abandonar o clube entretanto.


Esta minha breve introdução daquilo que acho que deve ser o sistema táctico predominante da equipa para a próxima época, serve essencialmente para justificar a minha única discordância em relação ao que foi escrito pelo Ricardo, isto é, com esta disposição táctica, o Benfica passará a jogar com um único ponta-de-lança puro, logo, mesmo que Cardozo não permaneça, parece-me desnecessária a chegada de um novo nº 9, e porquê? Para assumir a titularidade teremos sempre Lima, jogador que na sua primeira época apresentou um registo impressionante e que deu provas de ser capaz de assumir o papel de maior referência ofensiva da equipa. Como opção para a rendição de Lima teremos sempre Rodrigo, jogador que parece estar no ponto para se ir afirmando, sendo que ainda não goza do estatuto de jogador completamente “afirmado”, ajudando na gestão de espectativas e egos dentro do plantel. Para terceira opção, há Nelson Oliveira que, depois de um ano horribilis no Corunha, começa este ano como o ano do “sim ou sopas” para a sua afirmação, até porque estamos em ano de mundial, competição onde ele pode alimentar legitimas aspirações a estar presente no Brasil com a selecção nacional. Em suma, para um sistema que contemple um único avançado puro, parece-me exagerado haver mais que 3 avançados no plantel, sendo que Rodrigo e Nelson Oliveira poderão viver no respaldo de Lima e de não serem as referências máximas do ataque encarnado. Para alem destes, ainda há Markovic, que vejo mais como jogador de faixa, do pouco que vi, mas de quem se diz poder ser também um avançado de eixo central, ainda que preferencialmente nas costas de outro que seja mais referencia.


Para o lugar de lateral direito, seguindo a mesma linha de raciocínio de que há Maxi Pereira (ainda que ache que não tem nível para ser titular indiscutível do Benfica) para assumir a titularidade num primeiro momento, podendo por isso, servir de respaldo para o aparecimento de um jovem, aponto duas soluções, uma interna e outra externa: A interna – João Cancelo, jovem que na época passada “flutuou” entre e equipa B e os juniores e que se encontra na Turquia com a selecção de sub20 a disputar o mundial daquele escalão, pode ser uma aposta arriscada, mas com a vantagem de ser uma aposta de baixo custo. Acho que para ele, o mais benéfico seria o de rodar numa equipa da 1ª liga portuguesa no próximo ano (já não lhe vejo grande margem de progressão na equipa B e 2ª liga), antes de ser “atirado” para a equipa principal, sobretudo para o ajudar a refrear um pouco os ânimos “agressivos” que parecem ser alguns e perigosos, voltando então ao Benfica posteriormente, para aí sim assumir um lugar no plantel principal. Este possível empréstimo deverá passar por um clube cuja constituição do plantel lhe possa “assegurar” uma utilização regular, sugerindo eu o Vit. Guimarães, que se prepara para ver Alex dizer adeus à sua carreira. Quanto à solução externa – Lucas Marin, lateral direito Argentino de 21 anos que actua no Boca Juniors, que apareceu na primeira equipa este ano e, do que vi, me parece um lateral muito equilibrado, ou seja, que ataca a preceito, mas que antes de mais sabe defender e não perder posicionamentos, sendo também competente no jogo aéreo e na ajuda aos centrais, fazendo-se valer do seu 1.83m. Esta solução será, claramente, mais cara que a primeira, mas parece-me possível, podendo assumir posteriormente, o papel em relação ao João Cancelo que Maxi pode assumir em relação a si, ou seja, o do tal “respaldo” para o aparecimento do jovem. No caso do lateral direito, caso o Benfica tivesse achado que o necessário mesmo seria a contratação de alguém capaz de assumir a titularidade já, poder-se-ia ter “atacado” Leandro Salino, mas agora já vamos tarde. Há sempre a solução Sílvio, que me parece boa, mas incerta pela sua recente propensão para lesões.


Para a posição de lateral esquerdo a solução afigura-se mais difícil de encontrar, pois é uma posição deficitária a nível mundial, logo, os melhores estão escolhidos e/ou são demasiado caros. Por isso, e não tanto pela existência de algum titular indiscutível no plantel, aponto dois nomes jovens, mas que me parecem com capacidade para se assumirem como titulares, falo de Lucas Digne (Lille) e de Daley Blind (Ajax). O primeiro, francês de 19 anos, começou a afirmar-se na primeira equipa do Lille no ano seguinte a estes terem ganho o campeonato francês, sendo, apesar dos seus 19 anos, um lateral já rodado no futebol profissional, inclusive com alguns jogos de Liga dos Campeões, mas que, por isso mesmo, pode ser uma solução demasiado cara para os cofres Benfiquistas. O segundo, holandês de 23 anos, vi-o no mais recente Europeu Sub21, e pareceu-me, ao contrário do que vem sendo hábito dos laterais holandeses, um lateral com qualidade posicional, sem ser demasiado defensivo, sendo que a solução Lucas Digne me parece uma solução mais solida. Há ainda Gianni Rodriguez, jovem uruguaio que já pertence aos quadros do Benfica, mas para aposta nesta solução, parecia-me indispensável que o plantel dispusesse do tal lateral esquerdo titular indiscutível.


Para alternativa a Matic, poderíamos enveredar por uma solução que passasse por um jogador já feito, mas sem a “reputação”/qualidade suficiente para colocar em causa o sérvio, ou seja, um jogador capaz de tapar as “falhas” de Matic, mas não o suficiente para lhe fazer sombra na equipa titular ou, por oposição, a solução pode passar por um jogador jovem que possa ir evoluindo à sombra de Matic. Para a primeira linha de raciocínio, aponto André Leão do Paços de Ferreira, um jogador já “formado” (28 anos) e perfeitamente identificado com a posição e futebol português. Sabe defender e bem, mas também ajuda na construção ofensiva, não tem, até pela idade, muita margem de progressão, mas acho que tem qualidade para dar segurança ao treinador de ter nele uma opção credível para as “deixas” de Matic. Para a segunda linha de raciocínio, vejo na actual selecção portuguesa de sub20 duas soluções possíveis ainda que completamente diferentes entre si, quer no que diz respeito aos jogadores quer no que concerne à possível negociação com os respectivos clubes. Falo de Agostinho Ca do Barcelona e Ricardo Alves do Belenenses. O jovem que passou a época passada na equipa B dos blaugrana já demonstrou algum interesse em voltar a Portugal, nomeadamente para o Sporting, pelo que não seria disparatado uma tentativa de empréstimo com opção de compra por parte do Benfica. Agostinho cá é um jogador com bastante intensidade defensiva e óptima capacidade de passe, sendo por isso um jogador algo semelhante a Matic, sendo que é, consideravelmente mais baixo e, por consequência, mais débil no jogo aéreo e ajuda aos centrais. Quanto a Ricardo Alves, fisionomicamente mais próximo de Matic, mas futebolisticamente mais afastado, ou seja, parece ter boa capacidade de posicionamento defensivo, sendo que está habituado a fazer aquela posição sem acompanhamento, mas na saída de jogo opta muitas vezes (considero mesmo demasiadas) pelo passe longo à procura das costas da defensiva adversaria, ou seja, defensivamente assegura qualidade, mas ofensivamente, parece-me algo limitado e “impaciente”.


Para o lugar de nº 8, como alternativa a Enzo, se Jorge Jesus optar pela via que logo no inico referi, a tal do trio de médios, parece-me que André Gomes e Ruben Amorim, a que se pode juntar Diego Lopes (que esteve emprestado ao Rio Ave) podem ser alternativas credíveis ao Argentino, pois são jogadores menos intensos, mas que por via de terem mais um jogador na ajuda defensiva e ofensiva (o tal 10 que seria Djuricic) podem perfeitamente fazer o lugar sem grandes sobressaltos. No entanto, se Jorge Jesus insistir na ideia de manter 2 avançados puros na equipa, aí já duvido mais das capacidades de qualquer um destes 3 jogadores para fazerem a posição com competência exigível. Nesse caso, e uma vez “perdido” Carlos Eduardo, vejo também na selecção holandesa sub21 3 boas soluções, sendo que uma delas já não deve estar ao alcance do Benfica, falo de Kevin Strootman (o tal que não deve ser alcançável) jogador pertencente aos quadros do PSV, com 23 anos e capitão daquela selecção; há ainda Leroy Fer, jogador pertencente ao FC Twente, também ele com 23 anos, passada larga, quase 190cm de altura e facilidade de remate com ambos os pés; e por último e, talvez o mais discreto, Marco van Ginkel do Vitesse, com 20 anos, e por quem o Benfica já se terá demonstrado interessado.


Como podem perceber, não falei em nenhum central por ser quase certa a chegada de Lisandro Lopez.

30 comentários:

Pedro Moutinho disse...

Concordo plenamente com a tua opinião sobre os avançados!
Em relação aos defesas direiros.. Não te terás esquecido do André Almeida? Para mim ele e Maxi dão garantias.
Podem colocar o http://patadasnoborges.blogspot.pt/ no vosso blogroll? Obrigado
Cumprimentos

Anónimo disse...

Para defesa esquerdo apostava no sub 20 da Colômbia. E só contratari ajogadores para colmatar saídas, caso não, a equipa tem jogadores com qualidade mais que suficiente para atacar todas as frentes, o problema não está na qualidade dos jogadores, mas no MEDO que o JJ tem do porto, ou ..... fruta que lhe servem ainda fresquinha para não ganhar ao porto.

Anónimo disse...

Para ponta de lança o Benfica tem já no seu plantel que é bem melhor que o Rodrigo, o moçambicano Clésio, deêm-lhe uma oportunidade. Vai ser o novo Mantorra ,se,as coisas lhe correrem bem. Comecem a fixar esse nome - CLÉSIO.

joão carlos disse...

quanto aos avançados não é claro muito pelo contrario que o treinador opte por uma nova táctica.
depois se cardozo sair e jogue com um ou com dois avançados temos que ir adquirir outro avançado com as características de Cardozo porque lima não é esse avançado, pese embora tenha marcado trinta golos, basta analisares onde e quando é que ele marcou esses trinta golos comparados com os trinta e dois do cardozo.

José Moreira disse...

joão, podes analisar esses dados em função do lugar que ocupava o Lima aquando cada um...

Parejo disse...

Lol mais um fantasista vindo do serbenfiquista. E ainda por cima com escola de fm..

José Moreira disse...

ora Parejo, sinta-se em casa, sinta-se à vontade para reformular ponto por ponto o meu post e assim discutirmos ideias...
Mas assim... hummm... assim não vejo o que discutir...
João, eu não disse que o JJ iria mudar o sistema, disse que achava que essa mudança se justifica... quanto a Lima e Cardozo, não tenho numeros, mas de cabeça (e ela esta pior que nunca) acho que o Lima tem melhor ratio de golos por jogo que o Cardozo quando utilizado na posição 9... isto sem penaltis

aalto disse...

realmente, este é um tópico FM!

a) Van Ginkel e Fer já estão completamente fora da órbitra do Benfica.
b) Marin é muito fraco ofensivamente (só vi 3 jogos dele...mas)
c) Blind e Digne serão tantos jogadores como Cancelo; isto é: dizer que entram de cars na equipa só mesmo no FM após um save da època 2016/2017.

Mas para não ser só bota-abaixismo, e concordadndo contigo que precisamos de dois laterais que entrem de caras na equipa, aqui ficam dois carotes...mas estes sim podes dizer que era de estaca:

DD - Sime Vrsalijko (tem a vantagem de ser bom na vida real e no FM), é um pouco carote pois toda a gente sabe o que vale...mas mais barato que Danilo! (aliás cheira-me que ainda acabará lá para aquelas bandas, pois a maneira com que o Vítor Pereira o abraçou no final do jogo da champions...hummm)

DE - Franck Tabanou, há uns meses seria impossível, mas teve um final de época atribulado, e andou a pressionar a saída...como não saíu, talves seja comprável. Para mais teria a vantagem de ser um lateral à Jesus, com escola de meio campista, alto e muito rotativo.

...mas nada disto se vai passar infelizmente.

PS - Que tragédia se tem que passar (ir para o fcp?) para o SLB contratar o Tiago Silva....esse sim a verdadeira pérola (descontando bruma) daquela equipe sub-20????

joão carlos disse...

José Moreira- a mudança de sistema já se justifica desde 2010/11 mas o treinador nunca a fez.
quanto ao rácio sem penaltie não o fiz mas posso fazer mas penaltie também contam e é preciso marca-los.
Mas o que eu digo vai para alem dos rácios e deixo-te os números.
Cardozo marcou 32 golos 20 casa 12 fora, lima 30, 14 em casa 16 fora, relembro que a equipa marca muito mais golos em casa que fora.
Depois cardozo dos 20 que marcou em casa 7 foram o primeiro da equipa, 7 o segundo e 6 o terceiro ou mais. Fora dos 12, 6 foram o primeiro, 4 o segundo e 2 o terceiro ou mais.
Ou seja em casa marca muito e decisivo fora não marca tanto mas continua a ser decisivo.
Lima fora marcou 16, 8 foram o primeiro, 7 o segundo e 1 o terceiro ou mais. como se pode ver marcou muitos e decisivos mais que cardozo e aqui não temos qualquer problema.
em casa marcou 14, 2 o primeiro, 4 o segundo e 8 o terceiro ou mais. como podemos ver não só marca pouco em casa como lima só marca quando as equipa começam a dar algum espaço quando o resultado se começa a avolumar.
por rácios cardozo marca a cada 80 minutos em casa e a cada 120 fora, lima marca a 122 minutos em casa e 112 fora.
Lima é um excelente avançado a jogar fora mas deixa muito a desejar em casa e por isso precisamos de um avançado que marque muito em casa seja o cardozo ou outro.

José Moreira disse...

aalto, falares que eu falo de cor e sob o ponto de vista de jogador de FM e falares nesses jogadores a seguir, não te dá muita credebilidade, deixa que te diga... mas como não entro por aí, se não ter-me-ia lembrado de Ruben Ferreira, o tal Vrsalijko, Willems,Corchia, Casemiro, Henriksen e tantos outros... mas não, falo por ter visto os jogadores a jogar na vida real... se ha mais e melhores soluçoes? Claro, eu não tenho propriamente nenhuma empresa de prospeção de mercado (valor em €/ valor do jogador) para ter toda a verdade do mundo e, ainda que o tivesse, nunca teria toda a verade do mundo, certo? o que dei foi exemplos de jogadores que acho serem acessiveis ao Benfica... Explica-me como achas o Ginkel (vitesse) e Fer (Twente) fora da orbita do Benfica se ainda na época passada o Benfica contratou o Ola John ao Twente ou esta o Djuricic?
João, acho que esses numeros só me dão razão e porque? Quantos jogos em casa jogou o Lima como 9 puro? Assim que me lembre, só contra a Académica, mas até admito que tenham sido mais um ou outro, mas nada que se compare com o Cardozo... Sendo que em casa o volume ofensivo do Benfica aliado ao volume defensivo dos adversarios faz com que seja muito mais propicio ao jogador que joga entre os centrais fazer golos que a outro que joga nas suas costas e que é obrigado a muitas deslocações no terreno para ir abrindo algum espaço em defesas tão cerradas... Por estranho que pareça, o Lima jogando como 2º avançado, fica mais proximo do golo nos jogos fora, quando os adversarios atacam um pouco mais e obrigam a menos deslocações às faixas e atras, do que quando o faz em casa...
Mas adorei o detalhe dos teus numeros (sem ponta de ironia)

aalto disse...

@ José Moreira

- primeiro que tudo para lá com essas coisas de credibilidade, que isso são palavras caras em qualquer lugar, mesmo num blog de futebol. Dirigi-me a ti com urbanidade e educação, e mesmo que ache que escreveste um tópico de FM acho que tens toda a credibilidade para o fazeres, e eu para comentar.

voltando à lavra:

Ginkel e Fer estão claramente em rota de campeonato inglês, aliás Fer ainda não está lá devido a uma trapalhada com os testes médicos que realizou em...Dezembro:

http://www.dailymail.co.uk/sport/football/article-2350268/Chelsea-remain-confident-signing-Marco-van-Ginkel-despite-hitch.html

http://www.guardian.co.uk/football/2013/jan/30/leroy-fer-everton-medical-tests

http://www.dailymail.co.uk/sport/football/article-2343066/Crocked-midfielder-Leroy-Fer-insists-Everton-want-sign-him.html

E claro que gostaria de ver qualquer um deles no SLB (embora o Fer fosse claramente mais útil, porque o Van Ginkel À medida que vem crescendo está cada vez mais um jogador de "tracção à frente", neste momento já é mais um 8 1/2, e num sistema de 4-3-3 esse lugar é do Djuricic, em 4-4-2, o Ginkel não assegura a cobertura necessária)

Quanto às laterais, não enetndeste bem, para mim não há problema nenhum em mencionar craques do FM, desde que eles sejam tão bons...como no jogo!

Aconselho-te a ver os jogos contra fcp e PSG da champions (fácil fazer download) e logo me contas, aliás um dia destes não contas nada, pois temo que também já esteja a ficar fora da órbita:

http://www.theweek.co.uk/football/49397/arsenal-eye-sime-vrsaljko-and-new-ronaldo-david-henen

Quanto ao Tabanou (já agora...até é bem fraquinho no FM) já tem 24 anos e não é desconhecido nenhum, teve uma 2º volta em França muito fraquinha, mas sinceramente creio que o Casanova (treinador do Toulouse) está equivocado quando o mete no meio-campo (chegou este ano a jogar tipo Bale, da esquerda para o centro)...acredito sinceramente que renderia mais com LE como jogou em 2011/12.

Cumprimentos

Ulrich Haberland disse...

Bem vindo ao tasco José!

Parece-me senso comum que precisamos de substitutos à altura para Luisão (32 anos) (se Garay sair, doutra forma Lisandro, Vitoria, Mitrovic e Fábio Cardoso chegam), Maxi, Melgarejo e Matic.

Não sei se algum dos contratados até agora estão pensados para algum destes lugares por isso não consigo perceber quem ainda falta contratar.

Eu não venderia Cardozo, mas se sair temos um problema para resolver... Markovic nas costas de Lima e Rodrigo no banco é capaz de ser pouco (acho que vamos continuar a jogar com 2 avançados).
Problema maior ainda teremos se Matic sair...

Do que vi até agora diria que Garay sai mas Matic não(sai para o ano). Gaitan sairá se aparecer uma boa proposta.

Mas sinceramente todas estas questões preocupam-me muito menos do que outras como o esvaziamento do associativismo e das competências dos sócios na vida do clube.

Espero que gostes de estar por cá e que a inspiração nunca te falte.

José Moreira disse...

aalto
quando falei na "credabilidade" não me referia ao seu ou meu conhecimento deste ou daquele jogador, fi-lo no sentido de também você ter apontado soluções que podem ser soluções do jogo e, no caso do Tabanou, acredito que só do jogo pelo seu nivel salarial, entende? Você disse que o meu post é um post FM, coisa que ainda não percebi muito bem porquê, mas em seguida, como alternativa, apresenta jogadores FM, não obstante de terem qualidade também na vida real... Foi nesse sentido que referi a "credabilidade".

Quanto ao Fer já poder ter ido para Inglaterra, nomeadamente, para o Everton, desconhecia (nem sempre tenho vida para o futebol, como gostaria), e nesse caso, a coisa não parece tão "facil" como o meu texto pode indicar, mas como ainda não foi, não acho impossivel. Tal como o Markovic havia sido apontado várias vezes ao Chelsea e veio para cá. Olhe, dava como fora de orbita o Maher e ontem li que se havia transferido para o PSV, ou seja, não estaria assim tão fora de orbita do Benfica, ainda que não fosse "necessidade" nossa.

Quanto ao Tabanou, desconhecia que alguma vez tivesse sido utilizado a lateral, dos jogos que vi (e foram muito poucos) actuou como extremo ou "10". Mas, lá está, se você viu e gostou, é uma solução que você aponta e que, quem sabe?, pode ser um caminho interessante a seguir.

O objectivo deste post, para além de calar quem diz que o "ontem" so fala mal e não apresenta soluções (mas as que apresenta são do FM, é o que há) é apontar uma ou outra solução possivel, mas além destas devem haver dezenas mais e, concerteza, melhores, estimulando assim quem lê e quer participar activamente, a apontar as suas proprias soluções.

Alias, mesmo que o objevtivo fosse apontar estas como as melhores soluções do mundo e, com isso, apresentar uma critica implicita à estrutura do Benfica por incapacidade de assegurar estes jogadores, como poderia garantir eu que o Benfica até já não tentou algum deles e não considerou viável? certo?

José Moreira disse...

Ulrich Haberland obrigado.

Eu sinto-me mais à vontade para falar do que se vai passando dentro de campo e à sua volta, embora veja com muita preocupação todos os assuntos na orbita do clube, sendo que, nem sempre tenha "à vontade" suficiente para tecer comentarios e/ou post's convictos e completos, mas espero dar o meu contributo positivo.

Mais uma vez, obrigado e vivó benfica ;)

aalto disse...

uma vez mais...por partes:

-sobre o LD, Sime é de facto um "alvo" SLB, e um jogador que entrava "de caras" no onze, ponho de caras entre aspas, porque naturalmente a adaptação a um clube diferente/país é sempre uma caixinha de surpresas, e já vimos muito jogador fracassar no SLB e singrar noutro lado.

- sobre o LE só referi o Tabanou exactamente porque o salário dele está ao alcance. Se fosse uma escolha sem reservas a minha preferência era Ivan Strinic...mas este sim está muito bem pago no Dnipro, e montado numa cláusula de rescisão de + 20 milhões creio eu!

- Sobre o Fer e o Ginkel...tudo dito. Repito: duvido que algum deles por cá more, no caso do Fer (e não referi isto no comentário anterior para não perder tempo há procura do link) há mesmo declarações do jogador a dizer que quer ir para Inglaterra, e que não lhe agrada a hipótese de vir para Portugal.

- Sobre o Adam Maher, a transferência dele para o PSV teve 3 coisas em conta (creio eu): a época miserável do AZ (mesmo tendo ganho a taça), o facto de ter feito um Euro sub-21 muito fraco (onde a estrela maior da holanda foi Ginkel), e o facto do AZ não ter nenhuma proposta para o jogador de campeonatos maiores, e precisar de vender. Também gostei do que vi dele esta época, mas quero ver como vai encaixar numa equipe que já tem Wijnaldum...vamos ver!

PS - Sobre o tema dos centrais...sinceramente acho que escolhemos bem (lisandro), e sobre o Mitrovic não sei nada, mas já aqui escrevi que por motivos profissionais tenho passado algum tempo na Bélgica, e uma pessoa insuspeita (foi personal trainer de Maroune Fellaini e do irmão) diz-me que é um bom jogador...sem ser um fora de série! Mas que é duro e faz lembrar Vidic nas dobras rápidas aos laterais...oxalá!

joão carlos disse...

José Moreira
1-não concordo inteiramente que o modelo de jogo beneficie o avançado que joga entre os centrais até porque é muito mais vigiado e tem uma marcação muito mais cerrada e por outro lado arrasta os defesas o que permite espaço para outros jogadores nomeadamente o avançado mais móvel, mais isto são opiniões.
2-lima em casa jogou 650 minutos como avançado mais adiantado, 3 jogos durante os noventa minutos e nenhum deles contra a académica e mais 3 jogos em que jogou cerca de sessenta minutos aqui o tal da académica, contra 965 minutos a segundo avançado numa relação de 40/60 por cento.
3-Se analisarmos mais ao pormenor os golos vemos que a ponta de lança 1 golo foi o primeiro 1 o segundo e 4 o terceiro ou mais, e a segundo avançado 1 o primeiro 3 o segundo e 4 o terceiro ou mais, como podes ver pouca diferença existe entre ambos e continua uma clara diferença para aquilo que ele faz fora.
4-Finalmente as questão do rácio dos golos sem os penalties e tomando só em conta os golos em casa cardozo marca golo a cada 108 minutos contra 135 minutos do lima e se contarmos só os que lima marca como avançado mais adiantado estes passam para um golo a cada 163 minutos.
5-Como podes ver os números não te dão razão muitas vezes a percepção é muito diferente da realidade.

José Moreira disse...

aalto indo então às partes:

- Sobre o Sime, não quero nem quis colocar em causa o valor do jogador e a valia que traria à equipa, bem pelo contrário, é uma sugestão tua e tendo a concordar com ela, ainda que tenha apresentado uma “proposta” diferente, mas valor não lhe falta e caso viesse descansar-me-ia totalmente em relação à posição.
- Sobre o Tabanou, como já disse, nunca o vi actuar como lateral, mas nem foi por aqui que “coloquei em causa” a sugestão, foi mais pelo nível salarial que tinha ideia de já ser elevado o que, naturalmente com a transferência iria ser maior, inviabilizaria qualquer aproximação do Benfica, mas se assim não é, peço desculpa pelo meu erro de avaliação. Se fosse o Strinic, óptimo, era solução para ter vindo ontem, mas como próprio dizes, o Benfica não deve ter alcance para as verbas pedidas pelo Dnipro.
- Quanto ao Ginkel, por quem até já se disse que o Benfica estaria interessado, referi-o não só pela qualidade, mas também por considerar que, neste momento, o mercado holandês é um mercado ao alcance do Benfica, ainda mais quando se trata de um jogador do Vitesse. Quanto ao Fer a mesma coisa, sendo que em relação a ele desconhecia o interesse tão forte do Everton e essas tais declarações do próprio jogador.
- Referi o Maher, não por achar que seja um jogador que o Benfica precise, agora com a chegada do Djuricic, mas apenas como exemplo de um jogador que pela qualidade que tem, achei estar já na orbita dos “tubarões” europeus e, por isso, fora da orbita do SLB, coisa que vim a constatar não ser verdade, caso contrario não estaria ao alcance do PSV.
P.S. Como podes ver, chegamos a algumas conclusões com uma discussão fértil, não obstante de um dos intervenientes (eu) ser um mero “nerd” de FM com a mania das postas de pescada baseadas no jogo transpondo-o para a realidade.

João Carlos, mais uma vez, gostaria de realçar o pormenor a que vão os teus números, muito bom, mesmo!
Ainda assim, ficou-me uma dúvida, nos números que apresentas sobre o Cardozo não estão incluídos os penaltis, certo?
Não obstante, os números não devem ser analisados isoladamente, mas sim tendo por base as características dos jogadores. No caso, seja a avançado referencia seja a avançado móvel, o Lima apresenta uma amplitude de movimentos muito superior à do Cardozo, logo, ainda que jogue a avançado mais referencia, é mais do que natural que marque menos golos, pois não fica tanto na zona de decisão das jogadas, pois é um avançado de muito apoio aos alas e médios e de diagonais exteriores, por isso, ainda que o rácio lhe seja desfavorável, não me tiraria o sono saber que o Lima era o nosso 9, bem pelo contrario. (alem dos golos devemos ter em conta a capacidade de construção colectiva de um e de outro, mais a capacidade de pressão de ambos)
Quando digo que nos jogos em casa o avançado referência, como Cardozo, sai mais beneficiado que o avançado móvel, digo-o porque o primeiro é um jogador com uma amplitude de movimentação reduzida, podendo aparecer muitas vezes na zona onde “só” tem de encostar para o golo (digo “só” entre aspas, porque para isto também é preciso talento). Enquanto o 2º avançado, através de diagonais que lhe permitem receber a bola mais nos flancos ou que permitem a penetração interior do extremo oposto e/ou dos médios, retira-lhe muita “chegada” junto da baliza adversaria. Ora estes factores de mobilidade do 2º avançado são tão mais importantes quanto mais cerradas forem as defesas adversárias, sendo que quando jogamos em casa esse cerrar de fileiras por parte do adversário é muito mais acentuado do que quando jogamos fora.

joão carlos disse...

José Moreira
Nos últimos números que dei do cardozo, referente apenas aos jogos em casa, não estão incluídos os penalties.
"é mais do que natural que marque menos golos, pois não fica tanto na zona de decisão das jogadas" completamente de acordo por isso é que eu acho que se cardozo sair precisamos de um avançado que o substitua nessas funções, que esteja sempre nas zonas de decisão na grande maioria dos jogos em casa em que as equipas não passam do meio campo e esse avançado não é o lima.
Eu não disse que o lima é mau ou que as suas características não prestam pelo contrario ele foi muito útil e espero que ainda o seja mais e como segundo avançado é de grande utilidade ou quando temos mais espaço e podemos tirar partido das características do lima.
lima quando joga na posição de avançado de referencia tem tendência a sair de la devido ás suas características e por isso é que ele é menos eficaz quando joga nessa posição em casa e depois se aquele que tem por missão marcar os golos não os marca então quem é que os vai marcar.
Por fim lima é um bom segundo avançado que se estende a ser um grande avançado de referencia nos jogos fora onde existe mais espaço, a sua melhor qualidade,e pode pôr em prática todas as características que ele tem e que referiste, se o vamos mudar para uma posição onde não é tão perdemos as suas melhores características e pouco ganhamos em troca.

José Moreira disse...

João, mas no caso de Lima avançar para o lugar de 1º avançado, a equipa, naturalmente, terá de adquirir novas dinamicas, pois não importa quem aparece, mas sim se aparece.

Acho que Lima, apesar de ter menor capacidade fisica que Cardozo, segura muito melhor a bola em espera dos médios que o paraguaio, sendo que ainda luta melhor pelo jogo directo que o Tacuara, logo, não acho que percamos nada com a "troca", desde que a equipa adquira a tal dinamica diferente...

Carlos disse...

Que Patetice essa questão dos jogos em casa ou fora. O Cardozo é um bom jogador mas não é fantástico e depois do que fez tem que sair.

Agora o Lima é muito mais jogador, marca mais e faz muito mais jogo, tanto me dá que marque mais fora ou em casa, aliás em casa o Benfica normalmente ganha fácil com ou sem o Cardozo... Tirando os jogos com o Porto, aliás este ano tinha-mos ganho se o Cardozo n falhasse um golo completamente isolado.

A única estatística que interessa são os golos que cada um deles marca sem ser de penalty, e aí o Lima tem muitos mais (tanto em casa como fora).

Com o Lima, Rodrigo, e Nélson tamos bem servidos nos avançados, isto se jogarmos em 4-2-3-1 como á 2 anos, o que parece ser mais lógico olhando ao plantel...

A única coisa que eu faria era vender o Cardozo e o Gaitan (para as posições de extremo e médio criativo estamos bem servidos) e comprava o Coentrão e se possível um trinco para o Matic poder descansar... O André Leão n vi vezes suficientes para avaliar, apostava no Custódio que é na minha opinião o melhor trinco Português. Por 3 Milhões o Braga vendia de certeza...

Outra solução seria o Airton, que quando cá esteve deixou boa impressão, mas talvez tenha problemas disciplinares n sei...

Para suplente do Perez o Amorim chegava, até podia desenrascar a lateral...

Se conseguisse-mos segurar o Garay era ideal...

Carlos disse...

Mas o fundamental é mesmo a tática, tem que ser 4-2-3-1, o 4-4-2 chega para a maioria dos jogos mas depois nos jogos importantes temos que mudar e a equipa não tem rotinas.

Por exemplo contra o Porto, o meio campo deles tirou-nos sempre a bola devido ao facto de serem 3 contra 2.

Disfarça qualquer coisa porque os nossos 2 são excelentes mas nota-se...

Com Djuricic temos um 10 que faltou o ano passado. Nunca se percebeu se o Aimar não poderia ter sido mais útil também...

Com 4-4-2 é difícil controlar os jogos, não é por acaso que tirando o Manchester nenhuma equipa joga assim, e mesmo eles mudam muitas vezes a tática nos jogos mais importantes.

Mesmo o Bayern só jogou numa espécie de 4-4-2 depois da lesão do Kroos e devido sobretudo á falta de alternativas para médio criativo...

aalto disse...

João

também fico contente por um post sobre cracks ter chegado aos 20 comentários, mesmo que o ontem (e bem na minha opinião) se debruce mais sobre outras vertentes do clube, que são de facto muito relevantes para o que se passa no SLB...

quando disse que era um post de FM foi pelo facto de estares a mencionar jogadores que tem algum valor potencial demonstrado nas camadas jovens ( e estava a referir-me a Digne e Blind...Fer e Ginkel já são de outro saco), mas que ainda não tem minutos/jogos que provem de facto que entram na equipe do SLB de caras.

Por isso mencionei Sime que é um jogador que já pudemos avaliar inclusivé em contexto Champions, ou Tabanou que é um jogador feito, ou mesmo Strinic que na minha opinião foi o melhor LE do último Euro.

Sobre a discussão do modelo de jogo não tenho participado pois eu acho que simplesmente JJ não muda (já aqui tinha escrito isso)...infelizmente para nós; e mesmo que Djuricic entre na equipe temo que seja da mesma maneira que Aimar o fazia na época de Quique...o homem não evolui...ponto!

Pode ser que haja um milagre...

José Moreira disse...

Continuamos sem acordo total... Quanto ao Blind, até posso conceder, não por achar que não "serve", mais pelo que digo no post, isto é, só o observei mesmo no Euro Sub21 mais recente. No entanto, quanto ao Digne, não posso "conceder", porque já o vi varias vezes a titular quer na 1ª liga francesa quer na LC, sendo que não vi nenhuma falta de "pedalada" gritante.

José Moreira disse...

ainda não obtemos o acordo total...

Quanto a Blind, posso conceder, nem tanto pela falta disto ou daquilo, mas tão só porque o vi apenas no Euro sub21, logo, desconheço muito do que pode ter sido a sua evolução.

Quanto ao Digne, não concordo porque várias vezes o vi a titular quer na 1ª liga francesa quer na LC, e pelo que vi nada me fez achar que ainda não tenha "andamento" para o Benfica.

aalto disse...

Aos pouco vais concordar comigo :)

aliás...hoje já tens que concordar em mais um ponto: Ginkel assinou pelo Chelsea!

José Moreira disse...

Ou tu vais-te aproximando de mim :D

Seja como for, os post's aqui colocados, este ou outros, servem para o debate, para abrirem a discussão a quem o queira fazer com argumentação, mais ou menos sustentada, mas sempre com elevação, como é bom exemplo esta mesmo.

Sim, quando li lembrei-me desta troca de ideias... Mas como te digo, quando escrevi o post, passavam poucos dias do propalado interesse do Benfica no jogador, sendo ele do Vitesse... Não fosse um tubarão como o Chelsea, e estaria ao alcance do Benfica, certo? Alias, qualquer jogador dos que discutimos seria, financeiramente, alcansavel pelo Benfica se não aparecerem os "tubarões".

aalto disse...

aalto em 30 de Junho:

a) Van Ginkel e Fer já estão completamente fora da órbitra do Benfica.

José Moreira a 1 Julho

Explica-me como achas o Ginkel (vitesse) e Fer (Twente) fora da orbita do Benfica se ainda na época passada o Benfica contratou o Ola John ao Twente ou esta o Djuricic?

a 4 de Julho 2013
aalto 1 - 0 José Moreira

Em todo o caso explico: a razão foi porque o SLB (e bem) adiantou-se no caso do Djuricic (o acordo ficou selado em Março!!!!)
Quanto a Fer, já te tinha dito que desde a época passada já não está ao alcance...Ginkel fez uma segunda volta tremenda (impulsionado por toda a equipe do Vitesse que esteve muito bem)...e ardeu!

aalto disse...

PS - Já agora fica aqui uma dica d um potencial negócio para o SLB, e este sim poderia acontecer se for verdade que o Fenerbahce quer mesmo Cardozo.

Mora na Turquia um jogador de caracteristícas entre o Fer e Ginkel, mas que gosto muito mais pois é mais intenso, não tem tanta chegada à area que o holandês, mas tem muito mais rotação, melhor desarme, bom passe e este sim...não presta no FM mas podes apontar este nome numa folha, e daqui a 2 anos falamos: SALIH UÇAN

http://www.zerozero.pt/jogador.php?id=175885&epoca_id=143

José Moreira disse...

aalto

Não precisas de me relembrar, eu sei bem o que digo ;)

Também pensei no Salih Uçan, mas esse considerei mesmo fora de orbita por causa do potencial nivel salarial que lhe podem oferecer na Turquia, ainda que possa jogar a nosso favor o facto do Fener estar fora das competições europeias nos proximos 2 anos... Mas que tem qualidade, não há grandes duvidas.
Ah, larga lá a ideia do FM pah. Dos nomes que disse, nenhum deles foi pelo que valem ou não no FM... Alias, ainda que pouco tenha jogado o deste ano, dos que referi só me lembro de usar o Agostinho Ca e o Cancelo por ter jogador com Benfica e Barcelona :p se fosse pelo FM, teria mencionado os seguintes: Verratti (que consegui para o Benfica por emprestimo); Oscar (esse mesmo do chelsea); Adryan; Ruben Ferreira; Halilovic; Zouma; Casemiro; Fernando (acho que foi agora para o Schakhtar); etc etc... Larga lá a ideia do FM ;)

joão carlos disse...

Carlos- se os jogos em casa ou fora é uma patetice então o melhor é falares com o treinador ele é que utiliza o lima mais vezes fora do que em casa e o cardozo mais vezes em casa do que fora.
Se o cardozo tem que sair pelo que fez então o enzo também tem que sair pelos mesmos motivos certo?
Aqui ninguém disse se o lima era melhor ou pior que o cardozo apenas se falou que se o cardozo sai-se teríamos de contratar um jogador com as mesmas características.
Eu gosto do lima sobretudo porque marca muitos golos e porque é um avançado útil em determinadas situações fruto das características que lhe apontas-te mas que em outras situações não só não é tão bom como deixa algo a desejar porque lhe faltam outras características que ele não tem nem tinha que ter e alias se tivesse era o melhor do mundo o que ele notoriamente não é.
Nós normalmente em casa ganhamos fácil porque temos um avançado que marca muitos golos em casa e não é o lima alias vai ver os jogos em que o lima foi o ponta de lança e vez quantos foram ganhos facilmente, a não ser que 1-0,2-1 e 3-2 seja ganhar facilmente.
Pois só o cardozo é que falha golos os três que o lima só com o guarda redes pela frente falhou contra o estoril em casa esses não contam nem aquele nas mesmas condições que poderia ter dado o 2-0 ainda na primeira parte na final da taça também não conta.
Essa teoria dos penalties não contarem é muito interessante mesmo muito mas ainda assim demonstra aqui aonde é o lima marca mais que o cardozo sem os penalties em casa, fora e no total.