segunda-feira, 3 de junho de 2013

Para que o Benfiquismo não se perda nem se confunda


Em minha opinião o Benfica nunca deverá fugir ou desistir perante intimidadores.

A seguir segue um post do Facebook sobre o comunicado a anunciar a desistência da Final da Champions do hóquei em patins:

"Não quero acreditar que não vamos comparecer pelo que aqui está escrito.
É profundamente vergonhoso que num estado supostamente de Direito as autoridades sejam cobardes, incompetentes e que em consequência do mesmo o Ministro das Polícias não se demita imediatamente com a vergonha do que aconteceu. Ele e todos os deputados que recebem na casa da Democracia o indivíduo condenado por corrupção desportiva que tanto ódio incita contra alguns portugueses.
O primeiro asqueroso a vir-se demitir com vergonha da sua boçalidade e de ter incentivado o ódio era o gordo magrebino.
Mas esses actos não devem impedir que a equipa lute pelos seus objectivos.
Não participar é desistir, é pactuar com a agressão, coma intimidação.
A grande resposta seria fazer o que fez a equipa de Basquetebol, ganhar contra todas as intimidações, isso seria uma resposta à Benfica.
Desistir é somente uma cobardia.

Bcool"

Depois da Final disputada e do título conquistado:

"OBRIGADO LUÍS FILIPE VIEIRA.

Agradeço-te teres mostrado que afinal a Mística Benfiquista não morreu. E não, ao contrário do que possam pensar, não me estou a referir a termos vencido o Campeonato Europeu.

A Mística Benfiquista não morreu porque o Benfica mostrou que não recua, não se agacha, não se acobarda, não desiste perante totalitarismos sectários que pretendem intimidar.
Mesmo quando muitos Benfiquistas deixaram de acreditar no Benfiquismo como Cristo julgou que Deus o havia deixado, ou como Paulo renegou Jesus.
Porque falar em desistir é renegar o Benfiquismo na sua essência. O Benfiquismo prospera nas enormes adversidades, até mesmo quando os Benfiquistas parece que o abandonam e é a aí que a Mística, aquela que se julgava morta, mas afinal parece que anda apenas um pouco perdida aparece em toda a sua Essência.
Perante a irracionalidade, a animalidade, a intimidação o Benfica não pode ter medo, tem que confrontar o seu Adamastor e conquistá-lo.
Como eu disse ontem, é ao vencer desportivamente o Porto na sua própria casa, na verdade aquele pavilhão começa a parecer-se com o nosso salão de festas, no ano passado o título de basquetebol, este ano o Campeonato Europeu de Hóquei em Patins, que mais ferimos de morte aquele totalitarismo anti-Benfiquista que não permite que num estado dito de democrático de direito, as pessoas sejam livres para exprimir a sua escolha clubística.

Posso não gostar de ti e criticar a tua gestão, mas Luís Filipe Vieira, já entraste na história do Benfica como o Presidente que maiores glórias europeias trouxe ao clube. 1 Liga dos Campeões, feito inédito na história do clube, 1 Supertaça Europeia, também inédita e 1 Taça Cers, anteriormente só havíamos conquistado 1 igual e eu estou-te muito grato. Estou ainda muito grato ao técnico Luis Sénica que rompeu com anos de mediocridade e nos devolveu os sonhos e aos jogadores, os obreiros no ringue destes sucessos, quer os passados quer o actual. Não posso esquecer uma pessoa com quem nem sempre concordei, mas a quem reconheço o mérito no salto qualitativo nas modalidades. Uma pessoa que ontem vibrou e pediu à equipa para lhe darem o presente de aniversário que ele mais queria. Esta vitória também é por ti João Coutinho.

A terminar, quero apenas referir-me a todos quanto me insultaram, aqui e noutros sítios, sarcasticamente me ofereceram viagens, puseram em causa o meu benfiquismo por não conhecer a realidade no Porto. A eles só lhes tenho a dizer, deixem o benfiquinha, aquele que desiste e foge das batalhas porque as condições são muito difíceis. Abracem o Benfiquismo a sério, pensem que hoje nunca festejariam este troféu se tivessem optado pela saída mais fácil, pela solução Chamberliana.

Com ou sem adeptos a apoiar, os atletas que envergam a camisola do Sport Lisboa e Benfica têm a obrigação de entrar em qualquer lado no mínimo para lutar pela vitória qualquer que seja o ambiente em seu redor. Se não podem contar com o apoio dos nossos adeptos, os atletas terão que se valer a eles próprios e representar os que neste país de brincadeira, não podem exprimir livremente o seu benfiquismo.

Para quando a demissão de um Ministro incompetente que continua a pactuar com esta vergonha seja por acção ou por omissão ?

Bcool"

Ganhe-se ou percam-se os títulos, o mais importante são os valores que cada clube defende. Nós pela tolerância e pela democracia, os outros pelo radicalismo e pelo totalitarismo.

14 comentários:

B Cool disse...

Conforme fui alertado, não é Paulo que renegou Jesus, mas Pedro

hertz disse...

Considero que a direcção esteve bastante bem neste caso pois reagiu à vergonha que se tinha passado no jogo contra o Barça e alertando para o que se poderia passar ontem.
Através da ameaça de não comparecer no jogo, conseguiu-se que os adeptos pudessem se deslocar ao pavilhão (apesar de ser já na 2ª parte) e apoiar a equipa e que as condições de segurança estivessem garantidas. Se não fosse a posição de força do Benfica duvido muito que as coisas acabassem pacificamente tal como se viu ontem.
Claro que o que se passou ontem continua a ser uma vergonha. Então naquilo que deveria ser um campo neutro põe-se uma faixa gigante dos superdragões, uns míseros lugares para os visitantes (só conseguidos sob ameaça) e ainda musica afecta ao Porto nas paragens de jogo? Que é isto? Para a próxima que lhe dêem a organização deste evento outra vez...Enfim.
E os comentadores da RTP2? Do mais parcial e vergonhoso que já vi. Reenie para eles.

Ontem foi uma grande vitória, não só pelo troféu importantíssimo de campeão europeu mas principalmente pelas circunstâncias adversas e hostil que a nossa equipa teve que enfrentar. Deu a resposta da melhor maneira. Em campo. À Benfica.

PS: A recepção da equipa de hóquei no pavilhão da Luz foi qualquer coisa de arrepiante. Absolutamente espectacular. Muito orgulho. Muito benfiquismo.

Anónimo disse...

E também não é perda, é perca.

Vozes Encarnadas disse...

No meu ver o Benfica teve simplesmente genial. Não considero uma desistência mas uma luta pelos direitos.

O que o Benfica fez foi mostrar que lá em cima não há competência nem imparcialidade.

O que o Benfica fez foi mostrar que a resposta "não dá" "não podemos fazer nada" é apenas uma ordem vinda de que nós sabemos de onde.

Temos de fazer sempre isto, não há condições a que temos direito, então não vamos, ponto.

Obrigar as instancias a fazer o seu trabalho, simplesmente.

Não há respeito pelo Benfica então também não os respeitamos.

Anónimo disse...

patriarca disse:

O Presidente do Benfica fez o que devia e como devia e SÓ ASSIM SE TOMARAM PROVIDÊNCIAS, para que o jogo decorresse dentro de uma normalidade anormal, mas muito melhor que das outras vezes e se o LFV nada tivesse feito não se sabe o que poderia acontecer, já que os responsáveis europeus pelo Hóquei em Patins estavam ou faziam para estar ALHEADOS do que se passa no LADRÃO CAIXA e assim foram em devido tempo alertados e a situação não se complicou. COM ARBITROS INTERNACIONAIS O BENFICA GANHA AOS PORCOS SEMPRE !!!!
Mais uma demonstração da CORRUPÇÃO praticada pelos javalis.

Daniel Cachopas disse...

Epá, tente arranjar o video do prolongamento, e a festa final. Quer da PorcoTV quer da RTPorco, era só para ficarem registadas a cacholas dos comentadores...

SB

aalto disse...

portassem-se os responsáveis do futebol, como fizeram os do hóquei (sim...eu concordo com a ameaça o comunicado e tudo mais...) e as coisas seriam diferentes na maioria dos casos!

porra que bem soube este bálsamo!

PS - tive 4 dias na Bélgica, cada vez que estava com alguém (no fim das reuniões ou parte social) que gostava de bola, perguntava pelo Mitrovic...a opinião geral é que não sendo propriamente o Baresi...parece que é muito bom no desarme, rápido e com um carácter que mete respeito... fiquei animado!

Pedro J. disse...

Anónimo das 07.37: É "perda" sim! "Perca" é um peixe! E ainda tem a lata de corrigir outra pessoa?

Anónimo disse...

Estou de acordo com o Vozes. Temos de lutar pelos nossos direitos e se eles não são respeitados nem defendidos por quem de direito, temos de reagir de forma inteligente.

Por isso concordo com os comunicados do Benfica que, para além de defender os interesses do Benfica, alertaram os responsáveis para a pouca vergonha e para o que já se preparava. Se não fossem os comunicados não tínhamos ganho! Tão simples como isso!

É óbvio que o Benfica não deve recuar nem se pode acobardar. Mas isso não tem nada a ver com a mística. Temos de ser inteligentes, não podemos ir para a luta com fisgas quando os outros têm metralhadoras! Não é justo para os nossos atletas nem para os adeptos!

Anular as vantagens dos nossos inimigos é uma maneira inteligente de combater.




Benfiquista Tripeiro disse...

É "perca", obviamente. São palavras parónimas, o correcto neste caso é "perca".

Viriato de Viseu disse...

O ministro que temos a mandar nas policias, é quem também ajudou a enganar o PAPA JOAO PAULO II (aquele Santo) apresentando-lhe uma puta amante do peidoso, como uma menina casta e pura.

Anónimo disse...

Pedro J, és a mais perfeita ilustração do provérbio "A ignorância é muito atrevida". Perca, além de ser um peixe, é uma forma do verbo perder. É um fenómeno bastante frequente na língua portuguesa, e nem é preciso sair da peixaria para descobrir mais. Repara que pescada, além de ser outro peixe, também é uma forma do verbo pescar. Fica assinalado que descobriste hoje a homonímia. Bem-vindo à 4ª classe!

chakra indigo disse...

Muito "Portugues " se aprende por aqui,eheheheheh.
O comunicado do benfica que obrigou a organização a rever as condições da final, foi o rastilho que incendiou o pavio que levou á nossa Gloriosa Vitória(foi uma imagem,eheheheheeh):
Viva o benfica!!!

chakra indigo disse...

Por falar em glorias europeias, não esquecer a taça de CE de futsal.
Viva o Benfica,clube verdadeiramente eclético!