terça-feira, 18 de junho de 2013

Os dois últimos Presidentes à Benfica. Já lá vão mais de 20 anos desde que o último, Jorge de Brito, saiu do clube.


15 comentários:

Miguel Seixas disse...

Hoje mesmo pensei nisso. Temo que esse Benfica ja nao exista.

Anónimo disse...

Foi o meu 1º presidente!

Anónimo disse...

Foi com eles que começou a crise finançeira.
O ultimo grande presidente do benfica foi Fernando martins.

Anónimo disse...

Fernando Martins?! o ainda GRANDE AMIGO do corrupto da Costa?! Olhem as vertebras....


Paulo

Mr. Shankly disse...

O anónimo das 17:39 tem razão, lamento. Dois grandes benfiquistas, mas não tão grandes presidentes.

Anónimo disse...

Alias Jorge Brito foi destituido em A.G. de presidente do Benfica aquando do ataque dos lagartos aos nossos jogadores . Falta de saude , negocios ruinosos ( Futre ) , mais tarde Aguia de Ouro . Um grande benfiquista um péssimo presidente !

Miguel Seixas disse...

Concordo que os dois tiveram grandes responsabilidades na crise financeira. Nao vou mais atras porque sinceramente era demasiado novo para me recordar. No entanto, na minha optica o que considero ser um presidente a Benfica nao e "alguem que soube gerir bem as nossas financas", nem e sinonimo de se ter sido um bom presidente, ou sequer competente.
Os dois foram o que eu considero presidentes a Benfica - homens que souberam respeitar a historia e pergaminhos do clube, souberam respeitar os adeptos, souberam respeitar o desporto e a postura que eu julgava ser exigivel a alguem que esta em exercicio da funcao de presidente do Benfica. Isto deveria ser o basico. Se forem competentes, ainda melhor; se forem extraordinarios nas suas funcoes serao imortais.

Transformer disse...

Dois grandes Benfiquistas, um presidene assim-assim e outro do pior que passou pelo clube.

Enfim, no comments.

Anónimo disse...

E saber que o Benfiquismo já teve exigência suficiente para negar em AG a águia de ouro ao João Santos. Um homem que nos deu 2 finais de champions e campeonatos.

Eram outros tempos. Esse Benfica morreu, nunca mais volta a existir. E a culpa é nossa que agora veneramos qualquer macaco de bigode azulado.

Anónimo disse...

Grande presidentes? O Martins e o Brito não passavam dos 1,65M. Já o mesmo não se pode dizer do João Santos. Decidam-se!

Águia Preocupada disse...

Não concordo em pleno! João Santos foi sim o último presidente à Benfica! Um senhor! Respeitou o clube e com a sua postura "obrigou" ao respeito por si e pelo clube! Ainda que já os ventos da violência nortenha começassem a soprar! Mas não se deixou intimidar, antes intimidou quem já branqueava tentativas de assalto!
Jorge de Brito, talvez pelo timing errado em que foi eleito, nada de bom trouxe ao clube, antes deixou as finanças depauperadas - as do clube e as suas próprias -!
Agora dizer-se que Fernando Martins foi o último melhor... só para quem não conhece a história do clube. É preciso não esquecer que foi ele que protagonizou o acordo de não agressão que previa a não ingerência de nenhum dos clubes em possíveis interesses de compras de jogadores com o seu ainda hoje grande amigo peidoso corrupto. É claro que o corrupto não cumpriu e FM nunca cortou com a amizade...
Onde é que já vimos este filme?
Quase aposto que daqui a 30 anos, alguém desconhecedor da história, irá dizer que o rei sol foi o útimo grande presidente do Benfica!

Anónimo disse...

Pois, lamento mas não concordo na íntegra. Santos sim, um homem discreto, mas que soube defender o Benfica, mantendo sempre uma atitude digna, respeitadora e sempre de acordo com o que era o Benfica. Brito não, já antes tinha apoiado financeiramente o SLB, mas sempre por trás, quando foi atirado para a ribalta, demonstrou uma total incapacidade para gerir o clube.

Fernando Martins, o homem que abriu as portas para o domínio da tripalhada corrupta, não teve a visão para entender que estava a aliar-se a uma criatura que representa tudo quanto de mau existe neste país.

E sim, como já disseram, aquele Benfica já não existe, morreu, finou-se. Aquele Benfica que com equipas medianas batia o pé a mega equipas como a armada holandesa do Milan. Já era, foram anos a mais a levar pancada, a ser encavados diariamente por uma corja que nem ganhar sabe. Parecendo que não deixa marcas, e deixou mesmo, quebrou o orgulho, o respeito por si próprio.

Gonçalo

Miguel Seixas disse...

Uma curiosidade doutros tempos pre-SADs - esses dois ex-presidentes quando abandonaram o cargo estavam menos ricas do que quando entraram, em contraste com a "logica" pos-SADs em que os presidentes ficam mais ricos apesar de ter menos tempo para dedicar a sua fonte de rendimento original.

Anónimo disse...

Temos o Benfica que merecemos... As gerações que já partiram teriam vergonha do que fizemos da maior instituição que o País já conheceu.

JD disse...

Era miudo e recordo do Presidente João Santos ir a um domingo à tarde assistir a um jogo entre o Benfica e o meu Colégio (jogado no meu Colégio) em infantis. Um senhor.

Fato escuro e gravata, foi no final cumprimentar "os nossos".

Não andava me passeatas pelo Brasil em dias de jogo contra o Estoril ou durante as finais do Futsal.

Devo ser eu que sou um elitista de merda, mas a pato-bravice põe-me fora de mim. Saudades dos senhores que davam um exemplo fundamental de como estar no desporto.