segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O toque de Vieira: ouro em trampa.


Vieira tem este poder sobre as pessoas: seca-lhes as virtudes e aumenta-lhes os defeitos. Aos clubes, o mesmo: em Alverca extingiu-o; na Luz, eleva-o ao patamar da mediocridade. São incontáveis os casos de pessoas que antes eram dignas e que, a partir do momento em que foram instrumentalizadas por Vieira, passaram a ser de uma estirpe de mentirosos.

Gobern era um homem sério, frontal, incisivo, corajoso. Mal levou o toque de Vieira, passou de ouro a trampa. Gobern foi para o «Trio de Ataque» fazer de moço de recados. E como os recados desta Direcção são maioritariamente mentirosos, Gobern foi para o «Trio de Ataque» fazer de moço de recados mentiroso. 

Gobern não é sócio do Benfica. Mas sabe o que se passou na Assembleia-Geral do Benfica. Alguém lhe disse - não os dirigentes, porque esses estavam de cara virada para baixo ou a ver fotos no telemóvel. Mas alguém. Um alguém virtuoso que viu coisas extraordinárias e as relatou a Gobern que, como bom moço de recados mentiroso, fez o favor de as reproduzir na televisão pública.

O problema de Gobern não é não ser sócio - cada um sabe de si. O problema de Gobern é ter aceitado vender-se a troco de uma posição favorável na RTP e ganhar, naturalmente, uns bons milhares para ir fazer de ama-seca de Vieira. A máquina de propaganda vieirista é algo que deve já constituir um caso de estudo interessantíssimo. Alguém que pegue nisto e eleve o estudo a debate nacional.

O problema de Gobern - como de muitos outros - é pensar o país de uma forma e o Benfica de outra. São todos muito incisivos, muito mordazes, muito capazes, muito honestos quando se trata de malhar nos políticos deste país. Que urge a honestidade e a transparência, que urge a verdade e a seriedade e a competência. Todos muito revolucionários de Brasileira ao Domingo e voltinhas pela Avenida da Liberdade. 

Só que depois há o Benfica. Onde gostam de ir jogar à bola com os jogadores famosos, apresentar galas, ter camarotes, escrever no jornal ou ir para programas de televisão. Nesse caso, já não interessam as mentiras e omissões, enganos, desrespeitos, promessas não cumpridas do grande líder. Nesse caso, escudam-se os princípios numa suposta paixão essencial, em que o benfiquismo é atirado para uma acefalia - tudo em nome de um adepto e sua necessária ausência de raciocínio. É o Benfica, só queremos saber de bola, a política é para os outros, desconhecemos esses valores fundamentais. Fica tudo sob o manto da hipocrisia mais relativa. Pois é, nem tudo está mal. Ah mas há uns anos como o clube estava. Apesar de tudo, pagamos os ordenados. Gostamos muito de croquetes e de dizer na televisão que somos do Benfica. Dá-nos status, é cool, chama adeptos, ficamos conhecidos, temos vibe. 

Gobern, como tantos outros, foi instrumentalizado para o disparate. Instrumentalizado para a mentira. E os papalvos, muito benfiquistas com as suas camisolas em galas e piadinhas de arrastar multidões (é o Benfica, compreende-se), lá vão comendo e digerindo as mentiras como verdades. Até ao dia em que, confrontados com a realidade, vão acordar corados de tanta vergonha na cara. 


25 comentários:

Conversa Fiada disse...

Não sei se instrumentalizado ou não, nem quero ir por aí, mas que o Gobern mudou muito o seu tom acutilante isso mudou.
Ontem, estava interessantemente, virado para o Sporting, e aproveitava toda e qualquer oportunidade para largar uma farpa, quando normalmente não é assim.
Resposta ao comunicado do Sporting? talvez...
Mas sendo coerente, desta vez o clube dos condes, teve razão para responder à letra a alguém que os ataca ainda que de forma encapotada.
O que lamento, tal como no post acima, é que mais uma vez uma voz que se queria benfiquista e imparcial, de repente mude o tom. Por muito que queira disfarçar torna-se difícil, até porque começa a repetir demasiadas vezes que não é sócio, não tem preferência por este ou aquele e por aí fora... Quem não é qualquer coisa não sente uma necessidade constante de o afirmar, não é e ponto...
Por mim ele até pode ser ou não ser apoiante de alguém ou algo, não precisa é de constantemente afirmar o contrário, parece que tem vergonha ou medo de alguma coisa... Posso concordar ou não com quem ele apoia, isso será uma opinião minha ou de quem a tiver, não faz dele um inimigo, simplesmente alguém com pensamento diferente, o que não gosto mesmo é dizerem uma coisa e pensarem outra.

MS disse...

Mentira falar em promessas nao cumpridas pelo menos neste mandato. O Presidente Vieira nao fez promessas, nem sequer apresentou um programa eleitoral, precisamente para que nao se viesse dizer que faltou ao prometido.

Foi eleito por esmagadora maioria mesmo sem o tal programa eleitoral e isso diz bem da confianca que os benfiquistas depositaram nele.

Falar em promessas nao cumpridas neste contexto e mal intencionado.

www.elegervieira.blogspot.com

Fake Blood disse...

Gobern é um fascistazinho que não aguenta que alguém tenha um opinião contrária à dele sobre esta gestão patética. Já quando os sócios se fizeram ouvir no último jogo do campeonato veio falar de terroristas, e de sócios manientados e mandados, por alguém. Agora fala de malta que foi feita sócia por alguém no dia da AG para irem votar. Grande cancro esse senhor.

@MS Luis Filipe Vieira prometeu um mandato desportivo, um mandato de vitórias e conquistas. No início da época de 2010/2011 prometeu que era só o início, os primeiros de muitos títulos. Eu depois escarrapacho tudo nesse teu blog de propaganda capaz de fazer corar qualquer Goebbels.

MORTE AOS TACHOS!

Netking disse...

Felizmente existes tu, o Ricardo do benfiquinha, louvado sejas!

Ricardo disse...

Nem mais, Conversa Fiada.

Fake Blood, o MS está a ser irónico.

eagle01 disse...

O texto está excelente e reproduz o que senti ontem à noite a ver o programa. Não costumo ver, mas um amigo meu falou-me do Gobbern e eu lá fui ver, interrompendo um ciclo de mais de 6 anos sem ver a trampice desses trios que nada ensinam, apenas promovem a aldrabice dos campeonatos ...

Não gostei a partir do momento em que falou do "populismo que uma vez ia afundando o Benfica" ou coisa parecida. Porque populismo para mim é falar de uma "equipa maravilha, a 1ª da nossa - Vilarinho e Vieira - inteira responsabilidade". No final do campeonato essa equipa "maravilha" fez 1 ponto a menos do que Souness e os "toscos" ingleses.

Sou sócio há 18 anos, apesar de anti Vilarinho e anti Vieira desde a 1ª hora, e vou entregar o cartão. Não suporto mais aldrabices, com a perversidade de recorrerem sistemáticamente a quem lutou contra tudo e contra todos, para manter o "barco à tona".

Fico desapontado por saber que Gobbern que ganha dinheiro a escrever sobre futebol e o Benfica, afinal não tem dinheiro para pagar quotas ao Benfica, nem como sócio correspondente. Como fiquei terrivelmente desiludido por saber que Carlos Lisboa tem 5 anos de sócio ou menos ...

Quanto à propaganda Vieira, pois os seus discursos estão aí. Este - 2010/2012- ia ser o mandato desportivo, de onde se entendeu que as energias do clube, financeiras, fisicas, mentais, etc, iam ser concentradas na conquista de titulos desportivos. Ou teremos percebido mal?

A mentira da estabilidade financeira, essa era mais do que evidente, embora os tótós tenham engolido em seco. Quando ele diz, em 2010, que "não estou preocupado com o passivo, basta ver 2 ou 3 jogadores e reduzo isso a zero", obviamente estava a mentir. Porque nenhum clube ou clubes "bateriam" as cláusulas desses jogadores, como sejam, Di Maria, David Luiz e Cardozo e porque como se verificou, para nos aproximarmos das cláusulas tivemos de comprar excedentes desses clubes, logo, o saldo da venda foi muito inferior ao valor da cláusula.

Resultado: Di Maria e David Luiz já foram vendidos, o passivo esse AUMENTOU mais uns quase 100 milhões, só neste exercício ...

Ricardo disse...

Eagle, compreendo o desespero (não é para menos), mas reflecte bem sobre a questão da entrega do cartão. O Benfica é superior a esta gente.

moleculasdeamor disse...

Todo o Homem tem os eu preço...

Ricardo disse...

E salta Gobern Olé! É quase tao gordo como tu ó Ricardinho!!

Gandaia disse...

Basicamente quem não tem a tua visão é um vendido...

Ricardo disse...

Gandaia, basicamente responde-me a isto:

- Sabes o que um homem disse?

Depois podemos falar.

Nuno Bento disse...

Da minha parte, esta mudança de paradigma do Gobern é uma profunda desilusão. O homem sempre se pautou pela independência de tudo e todos (o que lhe valeu a expulsão da RTP este ano), por isso este "reformulado" Gobern é difícil de engolir.

Das duas uma: ou ele foi muito mal informado sobre o que se passou na AG e inadvertidamente opinou sobre uma mentira; ou então temos mesmo um Gobern "reformulado" e aí a sua opinião passa a ter o mesmo interesse do que sai de uma caixa de ritmos.

Chev Chelios disse...

http://www.youtube.com/watch?v=J-O8UDI8074 Esta seria a musica para o grande lider!

Ricardo disse...

Chelios, é só o mais adequado.

J.P. Gonçalves disse...

Fiquei surpreendido pela "exibição" de ontem do Gobern. Tenho acompanhado o programa e nada fazia prever o que se passou ontem. Foi asneira atrás de asneira tendo acabado por levar um "baile" dos outros dois comentadores. Não sei se ontem terá ido para o programa em boas condições psicológicas ou se terá fumado ou bebido alguma coisa antes ...

paulo Chagas disse...

o actual presidente fez algo de positivo no clube desde o inicio do seu mandato ou não?
O que farás se o Vieira ganhar as próximas eleições?
Acreditas que vai aparecer uma candidatura credível e que tenha um projecto sustentado?
Saudações gloriosas

B Cool disse...

Conhecem a história do Pinóquio ?

Bicadas de Aguia disse...

Este blog padece mesmo do mal de visão em túnel...

Ricardo disse...

Paulo, já respondi a isso várias vezes, mas posso voltar ao assunto, embora não tenha nada a ver com o post.

"o actual presidente fez algo de positivo no clube desde o inicio do seu mandato ou não?"

Referes-te ao mandato 2009-2012? Se sim, o saldo é claramente negativo.

Explorou, quase sempre bem, o crescimento das modalidades em termos de sucesso desportivo - também à custa de orçamentos claramente exagerados para a situação do clube, mas com resultados que são de elogiar e com possibilidade de virem a ser melhores ainda no futuro.

Potenciou a formação a um patamar de grande qualidade. Resta, no entanto, o crucial: enquadrar a produção ao plantel principal. Até agora, tem sido desastrosa a forma como os jovens (não) são aproveitados.

Em tudo o resto, é uma miséria: insucesso desportivo no futebol, promessas não cumpridas, discurso demagogo e populista que, de mês a mês, muda consoante os acontecimentos, sem estratégia.

O apoio inequívoco a Fernando Gomes por duas vezes - primeiro para a Liga, depois para a Federação -, que é das acções mais aberrantes da História do Benfica. Isto enquanto finge que quer lutar contra o sistema. Quem vê estas duas acções (apoio a Gomes e discurso) só pode ver coerência se for maluquinho.

Mudou os estatutos de forma vergonhosa - não só nos requisitos para uma candidatura como em artigos que simplesmente foram apagados para gerar um madato totalmente bloqueado a qualquer vontade dos sócios - como no caso do chumbo do R&C.

É incompetente, ele e toda a sua equipa. A questão financeira está aí para ser entendida - um abismo do qual muito dificilmente sairemos.

Encheu o clube de adeptos de outros, especialmente nas posições de destaque e decisão. Aceitar isto será... olha, não sei, aceita tu, que a mim mete-me nojo.

E tantas outras faltas de respeito pelos sócios que só um cego não vê ou não quer ver.

O saldo é, como é evidente, muito negativo.


"O que farás se o Vieira ganhar as próximas eleições?"

Farei o mesmo que sempre fiz: apoiar o Benfica nos estádios e pavilhões deste país. E na net continuar a olhar para as acções dos nossos dirigentes - sejam eles quais forem - com a necessária lucidez para procurar soluções para o nosso clube.

"Acreditas que vai aparecer uma candidatura credível e que tenha um projecto sustentado?"

Não acredito. Os estatutos tirânicos condicionam, de que maneira!, o aparecimento de alguém. Por outro lado, a oposição existente é muito fraca. Será voto no Senhor Branco e esperança de que nos próximos tempos apareça alguém com colhões para acabar com esta vergonha que se passa no Benfica.

Abraço.

mnlopes disse...

Mas em que é tu te baseias para insinuar que o Gobern é instrumentalizado pelo Vieira? Ele tem algum cargo no Benfica? O Benfica controla a RTP? Vocês têm de perceber que no universo Benfica não existe apenas 8 e 80. Não existem apenas vieiristas e anti-vieira. Existem milhares de sócios e adeptos, que até acho que são a maioria e no quais eu me incluo, que estão no meio termo, ou seja, conseguem discernir coisas boas feitas pelo LFV, nestes últimos dez anos, e por outro lado perceber que neste mesmo espaço de tempo inúmeras más decisões foram tomadas. Ora o Gobern limitou-se a mencionar apenas algumas das coisas que na opinião dele foram bem feitas pelo Vieira. Outras mais poderia ter falado. E, sinceramente, deu-me gozo ele espetar isso nas fuças do palhaço do porto e do fantoche do sporting. E por isso vocês dizem que o homem é um vendido? Haja bom senso. Repito: no Benfica não há só pró-vieira e anti-vieira. A maioria dos sócios encontram-se neste momento num dilema desgraçado, principalmente por não haver uma alternativa. Agora, não conotem estes benfiquistas de pró-vieira, só porque não andam pelos meios de comunicação a dizer mal do LFV a torto e a direito. É apenas o que eu penso.

Ricardo disse...

Lopes, a crítica ao Gobern não tem nada que ver com as suas opiniões sobre o Vieira. Fala-se aqui sobre as mentiras - vou repetir: MENTIRAS - que ele disse em horário nobre. Vai ver o que ele disse, depois diz qualquer coisa.

No resto, e apesar de não ser nada disso que fizemos aqui, concordo contigo.

71460_5/8 disse...

Tantos insatisfeitos e nem uma candidatura?

zigofrigo disse...

Gobern instrumentalizado?!?!?!

Por muito que reflicta sobre o que aqui e noutros sítios leio de critica a Vieira acabo sempre por ficar no cinzento. Se os "vieiristas estão cegos, os "antis" cegos estão! E não saio disto, fico até assustado do que aí pode vir!

Já com APV foi a mesma história!

Eu vi quase todo o programa ontem e perante os ataques ao Benfica e à sua democracia Gobern fez o que o seu papel no programa exige! Não é o jornalista que lá estava, era tão só o benfiquista. Bem sei que ao dizer que todos os benfiquistas têm de ter uma enorme gratidão por LFV caiu no saco dos instrumentalizados para os críticos e viu as virtudes secarem-lhe. Talvez se ele tivesse dito que no Benfica não há democracia, concordando com o parceiro do lado, o texto que comento fosse de elogio à sua isenção. Podia estar instrumentalizado pelos críticos e pelos que desejam chegar ao poder mas não, seria alguém que não deixaria que lhe secassem as virtudes!

Sinceramente, não perceberem - e refiro-me aos críticos, legítimos, porque ainda somos um clube democrático -, que a forma como fazem oposição faz com que muitos percam a esperança na mudança e alguns até se agarrem com mais força aos actuais dirigentes mesmo reconhecendo-lhes muitos erro é de alguma insensatez!

Facilmente se percebe que LFV não terá nenhuma dificuldade em aprovar o R.C. porque os benfiquistas dispostos a isso são muitos mais a não ser que uns sejam mais benfiquistas que outros.

O mais lamentável é a menos de um mês das eleições não ter aparecido um candidato. O amor ao Benfica é enorme e o sofrimento por ver o clube desaparecer, como defendem alguns, também, no entanto ninguém dá a cara! É mais fácil rebentar petardos ou chumbar o R.C. em A. Geral! Se o propósito era atingir LFV, foi conseguido, mas como fica o Benfica no meio de tudo isto?

Fica com mais benfiquistas dispostos a protegê-lo mesmo que isso implica apoiar LFV. Se no futuro se vão arrepender não sabemos, mas o mesmo se passa com o apoio a outro qualquer e a este já lhe conhecemos os defeitos!

Quando olho para o meu país, fico arrepiado... e eu que nunca votei em nenhum partido do chamado arco do governo! É a democracia...

João disse...

Ricardo,
Sou um adepto sem conhecimentos profundos que gosta de ler os teus textos. Dou-te o benefício da dúvida quando tomas uma posição, o que não significa que a tome como certa. Após algum tempo a acompanhar o "ontem..." começa a ficar claro para mim que seria bom, para ti, para a tua felicidade e realização, e para a democracia no SLB que organizasses uma candidatura como deve ser, reunindo apoios... promovendo o debate. O pior que pode acontecer em relação a essa tua candidatura é ela ser apenas uma lufada de ar fresco e um exemplo para o país, que pode ganhar ânimo para pensar que os poderes instituídos podem e devem ser questionados com honestidade e sentido do dever, sem uma "guerra civil", e com humanidade para com os adversários e os eventuais derrotados. Saúdações

Batalheiro disse...

Ricardo,

O teu post é também uma critica ao Ricardo Araújo Pereira certo? Pelo menos, assim o interpretei... até sinto que é uma critica mais incisiva ao RAP do que ao Gobern.

Também esperava (espero?) mais do RAP como Benfiquista (que tenho a certeza que é tanto como qualquer um de nós.)