quarta-feira, 27 de março de 2013

A mor(te)

Sonho muito com o meu Pai. Aparece-me nos lugares mais insólitos: em cima de um prédio de onde saímos a voar, cheios de asas e cachecóis do Benfica ou então presos num medo de estepes por onde nos agarramos primeiro um ao outro e depois a uma árvore que aparece a dar guarida num final de tempo. Amo isto tudo ou vou aos solavancos pelo mundo?

Sonho com a minha mulher. Imagino-a num descampado de uma Itália que só nós conhecemos, sem fim. Um caminho de terra por onde passámos e rimos junto a uma fonte perto de uns burros que viviam ali sem mais nada, só amor e coisas que agora não posso dizer porque são indizíveis. Os animais ali a pedirem uns beijos e nós numa qualquer vertigem que deu coisas ainda indecifráveis entre nós e um amor que talvez vivesse numa latência de tempo, antes de sabermos de nós. 

Sonho com o Benfica. Junto o meu Pai e a Susana aos destinos. Onde andam estes seres e importam? Levo-os aos dois neste rio que continua a correr sem obstáculo e pode ser que os ame aos três da mesma forma. Hoje, agora, amo. Só podemos ser campeões.

9 comentários:

Ginha disse...

És Grande! Abraço!

Pedro Silva disse...

Grande dedicatória, Ricardo. Vénia :)
Espero que a onda vermelha te inunde de alegria!

Grande Abraço aqui do Barbeiro

Shadows disse...

Um dia alguém pegará em muito do que escreves e o colocará num livro. Mereces.

Fehér 29 disse...

Amén.

Coluna dÁguias Gloriosas disse...

são cada vez mais os sinais de que vamos ser Campeões...

este post é mais um deles...

Anónimo disse...

moléculasdeamor: Texto maravilhoso!

Anónimo disse...

Fodasse...tu escreves brutal!
Chorei!
Os meus sonhos com o meu pai também são feitos de um absoluto tão intenso que prolonga a dor já com os olhos abertos, e o pior é que há medida que se somam os anos as geometrias e a vertigem dos sonhos são cada vez mais intensos! Não se cura...não há paz nem sossego para isto...

Com o Benfica é igual, há jogos que já nem consigo ver, como por exemplo os últimos minutos com a Académica, porque a vertigem de perder (pontos) já me provocam dor física.

Se há uma pinga de clemência no Universo, seremos campeões este ano...só porque já não aguento mais...

Abraço

Bicadas de Aguia disse...

Podemos não concordar sobre a Direcção do nosso clube e os posts que fazes sobre eles enfim... Mas estes.... são sublimes, elevam o espírito!

Anónimo disse...

Só desejo que o Benfica seja campeão o mais rápido, por mim, por nós, mas sobretudo pelo meu pai que não sei se terá tempo para assistir a essa "última" alegria da sua vida, que uma triste doença está a findar.


Nos tempos mais tristes da minha vida, peço apenas esta pequena chama...

Abraços

Gonçalo