quinta-feira, 7 de março de 2013

Bom dia, Jesus.

Mister, Infelizmente não pude, como queria, ver o Bordéus este fim-de-semana, portanto não te posso falar sobre a forma como os franceses jogam - vais ter de ouvir o adjunto e acreditar nele. Prometo que na próxima eliminatória te darei todos os conselhos que tu tanto gostas de vir aqui ler em dia de jogo.

De qualquer forma, independentemente do modelo do Bordéus, como somos substancialmente superiores, devemos pensar acima de tudo na nossa forma de jogar e em quais jogadores se adaptam melhor ao jogo ao mesmo tempo que respeitamos a prioridade que todos temos pelo Campeonato (pelo menos tu também o dizes, embora ainda não o tenhas feito de forma clara).

Olho para a convocatória e fico confuso, Mister: aquilo é convocatória de quem tem como prioridade a principal competição em Portugal? Onde estão os jogadores que poderiam servir de alternativa? Onde estão Luisinho, Miguel Vítor, Sidnei, André Gomes, Urreta, Kardec? Não, não é. Tu bem tens mudado no discurso - é ano de renovação e as últimas duas desesperantes épocas não te permitem o mesmo tom cagão -, mas nas acções não mudaste nada. Felizmente para ti, Mister, há quem ache que mudaste muito. Dá vontade de rir, não dá? Basta umas falinhas mais mansas e leva-los com uma pinta do caraças. Grande Mister, já percebeste a essência da maralha benfiquista.

Bem, então tendo em conta que na convocatória é só titulares e poucas alternativas, tentarei fazer o melhor, de forma a que mantenhamos competitividade deixando algumas peças fulcrais no banco, que Domingo há jogo, Mister, jogo crucial para o nosso sonho. 

Na baliza, joga o mesmo de sempre: o nosso rei Artur, que está outra vez numa forma soberba - os grandes guarda-redes são assim: se têm um momento de maior insegurança, rapidamente o ultrapassam e voltam em grande; ao contrário dos outros, os medíocres, que passam épocas inteiras a cometer erros que ajudam a perder títulos (Mister, aquela de manter o Roberto um ano inteiro não lembrou a ninguém; mais uma das tuas, malandro).

Na defesa, não me dás grande margem de manobra: os únicos laterais convocados são os titulares, portanto jogam esses. No meio, deixava o Garay no banco e avançava com o Jardel - dar-lhe alguma rodagem que pode aparecer uma lesão ou castigo no próximo mês e ele terá de entrar. A qualidade não é a mesma, mas deve servir - não conto com grandes iniciativas ofensivas por parte do Bordéus, menos ainda em construção, o que o obrigaria a um jogo onde é menos capaz, por isso não te preocupes muito. O capitão mantém-se.

No meio-campo, zona em que não temos jogadores suficientes para uma aposta clara nas duas competições (ah o planeamento, o planeamento), vamos ter de inovar um bocadinho e fazer descansar o Enzo, que já começa a dar sinais claros de fadiga (competitiva, mental, física).  Pomos o puto Almeida a médio defensivo - é aqui que ele pode crescer, Mister, deixa lá a ideia de ele ser lateral -, o Martins a 8 e o Aimar a 10. Sim, claro, Mister, não te zangues, é mesmo um 433! A equipa controla melhor o jogo, constrói apoiada, ganha a zona central e evita aqueles desequilíbrios que invariavelmente acabam com 4 e 5 adversários em transição contra 3 ou 4 dos nossos. Tens de deixar de achar que jogar com 2 avançados força-nos a um jogo mais perigoso, porque isso de facto acontece mas para a nossa baliza. 

Nas alas, bem queria poder poupar o Salvio e o Ola John mas não posso porque o Nolito e o Bruno César foram para outras paragens em Janeiro (ah o planeamento, o planeamento) e o Urreta não está sequer convocado - este rapaz apareceu bem, mas depois saiu dos teus planos, Mister, sem razão aparente. És muita maluco, não és? Então meto o Nico (o teu Nicozinho querido) na ala esquerda (já te disse que ele deve jogar a híbrido entre a posição 10 e a de segundo avançado, não já? Fizeste bem em ouvir-me para o jogo de Leverkusen) e o puto Ola John (excelente trabalho que fizeste com este rapaz, sim senhor) à direita. O Salvio, de quem muito precisamos e também já começa a estar a meio-gás, fica no banquinho a descansar que tem de aparecer em grande contra o Gil Vicente.

Na frente, um avançado só. É verdade: só um! Vamos fazer descansar as nossas duas mais-valias, o Cardozo e o Lima, e damos uma prendinha de anos ao Rodrigo, que está a precisar de um bom jogo para ver se ganha competição para o resto da época. O Rodrigo é um tipo que tu gostas de meter a apoiar o principal avançado, mas deixa-me que te diga que é um erro básico. O Rodrigo não tem qualquer capacidade para receber de costas, vir apoiar a posse no miolo, soltar rápido nas alas, descobrir espaços entre-linhas em zonas mais recuadas; o Rodrigo é bom onde tu não o usas: como homem mais ofensivo. Descobre bem as diagonais nas costas da defesa, aparece com qualidade na área nos cruzamentos, desloca-se bem naquele espaço entre os centrais e ganha facilmente uns metros se o desmarcares em passes de ruptura. É mau na decisão, mas isso suspeito que sempre será. Se o meteres sozinho contra o guarda-redes e três colegas ao lado ele rematará: não que não possa ser ensinado, mas para isso é preciso que alguém lhe explique coisas básicas - explica-lhe isso, Mister. Por outro lado, tem remate potente, desgasta as defesas, serve bem para massacrar equipas que não têm uma boa organização defensiva que me parece, por aquilo que vi esta época, ser o caso do Bordéus.

Sendo assim:

Artur
Maxi, Luisão, Jardel, Melga
Almeida
Martins
Ola, Aimar, Gaitán
Rodrigo

Equipa de qualidade, Mister, enquanto pomos a descansar alguns dos craques. Tens aqui uma equipa para arrumares já a eliminatória para depois irmos em poupanças a França que essa fase será de grande importância para aquilo que, no momento, importa: o campeonato. E não te esqueças: para a próxima, dá coerência ao que dizes com o que fazes. Não quero ver mais convocatórias destas.

11 comentários:

Manuel Humberto disse...

"Prometo que na próxima eliminatória te darei todos os conselhos que tu tanto gostas de vir aqui ler em dia de jogo".

Seria bom que TODOS os benfiquistas se fossem habituando à crescente influência que o Ricardo tem no Benfica. Sem ironia (e com muito de mero desejo): acompanho a trajectória do Ricardo há pelo menos 2 anos e é indesmentível que inevitavelmente vê-lo-emos um dia aos comandos da nave do Benfica.

De prefência, com BCool: porque o Ricardo não percebe nada de merchandising ao passo que BCool domina o comérico / finanças do Benfica. Marta Mesquita, apesar do anti-sportinguismo anormal que partilha com Ricardo, poderá (julgo) encabeçar o gabinete responsável pela relação com os adeptos. Marta Mesquita conhece os benfiquistas como a palma das mãos e estes respeitam-na.

Ricardo: presidente do clube e SAD.
Bcool: vice-presidente com o pelouro das finanças e expansão da marca do Benfica.
Marta Mesquita: vice-presidente responsável pelo território Nacional e penetração do Benfica nalgumas regiões onde nos últimos 40 anos perdeu influência.

Benfiquistas, vamos a isso?

GNR disse...

Pelo facto de jogarmos em casa, hoje e Domingo com o Gil, devemos apostar em resolver tudo já hoje, se possivel.

Na próxima semana, jogamos 5ª em Bordéus e Domingo em Guimarães. Aí sim, teremos que rodar a equipa em França. Se formos com 2 golos de vantagem, óptimo.

Já disse e volto a afirmar a minha convicção: O jogo em Guimarães pode ser a chave do nosso 33º.

Pedro disse...

Continuas na batalha de desprezar a Liga Europa...enfim.

Concordo com o teu 11 que apenas confirma que o plantel do SLB é mais que suficiente para as duas competições.

Ricardo disse...

Pedro, não estou a desprezar a Liga Europa. Estou a afirmar que, com este plantel curto, tem de haver uma clara prioridade pelo campeonato enquanto o pudermos ganhar. Se perdermos pontos, apontemos à Liga Europa, se ainda lá estivermos.

O que o 11 confirma é que temos de desgastar em demasia os jogadores. Não temos plantel para as duas competições e, se o onze serve para o Bordéus, para outro tipo de equipa não servirá.

Ricardo disse...

Humberto, não sou anti-Sporting, sou anti-Lagarting. São coisas diferentes.

Marta disse...

Humberto, não sou anti nada. Nem sporting... Ou muito menos sporting.

Achei muito honroso essas funções que atribuiu mas somos 5. Ou vamos todos ou não vai nenhum.

Águia Eterna disse...

Tanto "DRAMA" por profissionais a tempo inteiro, com todas as MORDOMIAS, treinos, banhos e massagens, alimentação do melhor e controlada, etc,etc,etc, com o SUPLEMENTO de OSTENTAREM o MANTO SAGRADO DO BENFICA, que é um verdadeiro PRIVILÉGIO, tanto "DRAMA" dizia eu, por esses PRIVILEGIADOS terem de fazer dois jogos por semana.
Não compreendo essa FRACA MENTALIDADE. Se se faz 2 jogos por semana, reduz-se a parte física dos treinos e treina-se masi as componentes tácticas e técnicas. tão fácil de resolver.
São de pensar que quem estiver no GLORIOSO BENFICA e não tiver capacidade para fazer 2 jogos por semana deve pura e simplesmente FAZER AS MALAS E PÔR-SE A ANDAR.
A minha mentalidade é esta: O BENFICA, Glorioso e Imortal, o Maiior e o Melhor Clube de Portugal tem de ter a MENTALIDADE DE querer, mas querer mesmo e a sério disputar para GANHAR todas, TODAS AS PROVAS em que participa. Só isso e mais NADA. Se não têm arcaboiço para 4 provas, abdiquem de uma desde o seu início, porexemplo a Taça da Liga e disputem as outras 3 para GANHAR. Agora, andarem cheios de MEDO popr que os jogadores não aguentam 2 jogos em 7 dias, não cabe no MEU BENFIQUISMO.

BENFICAAAAAAAAAAAA SEMPRE O MAIOR E O MELHORRRRRRRRR.

Pedro disse...

" Se perdermos pontos, apontemos à Liga Europa, se ainda lá estivermos."

Pois...ou seja, lá se vão as duas pq andamos com a conversa de prioridades.

"O que o 11 confirma é que temos de desgastar em demasia os jogadores."

Então?
Tens um meio campo e ataque quase "novos" e não temos plantel para as duas competições?

Colocas em campo jogadores como Martins, Aimar, Gaitan e Rodrigo como segundas escolhas e não tens plantel???

Por esse prisma nem o Real Madrid tem um plantel forte...

Ricardo disse...

"Pois...ou seja, lá se vão as duas pq andamos com a conversa de prioridades."

Pedro, as duas vão se apostarmos em ambas, isso é garantidinho. De qualquer forma, mesmo optando por algumas poupanças, podemos perfeitamente passar este adversário e outros que apareçam. As poupanças, como as que aqui apresento, não significam necessariamente ser eliminado. Pelo menos nesta fase e com este adversário. Depois só jogarás os quartos numa altura em que já saberás se ainda podes lutar pelo Campeonato ou se é melhor mudar de prioridade.

"Então?
Tens um meio campo e ataque quase "novos" e não temos plantel para as duas competições?

Colocas em campo jogadores como Martins, Aimar, Gaitan e Rodrigo como segundas escolhas e não tens plantel???"

Claro que não. Digo para as ganharmos, não para passar algumas eliminatórias, como esta. Martins, por exemplo, não está numa forma aceitável para jogar contra grandes equipas. Almeida, por ter de andar a jogar a lateral, não tem as rotinas da posição de médio defensivo devidamente trabalhadas. Gaitán tem de jogar na ala, onde é mais fraco. Aimar não aguenta 90 minutos. O plantel é curto, Pedro. Parece-me evidente.

Anónimo disse...

Artigos como este, ainda que não estejamos em total sintonia com as suas ideias, é um regalo lê-los. obrigado e parabéns pelo bom humor, mesmo q no meio de tanta e justificada preocupação.
SLB SEMPRE
J J Reis

Antonio disse...

Concordo em parte com o que diz, no entanto, convém não esquecer um pequeno grande pormenor: é dificil explicar a um jogador que vai ser poupado porque a competição interna é mais importante, mas quem joga, jogou ou está minimamente dentro do meio futebolistico, sabe que as competições internacionais são aquelas que mais motivam os jogadores, assim como os clássicos e os derbies, e estes jogos ninguem quer perder.