sábado, 12 de julho de 2014

Contar Carneirinhos e outras histórias da Formação do Benfica

O Benfica assinou um protocolo com o Barnsley, equipa relegada esta época à 3ª divisão inglesa, que visa principalmente a troca de jogadores entre as equipas principais e de formação dos dois clubes.

Confesso que tenho alguma dificuldade em compreender o que é que uma equipa da League One inglesa (repito, 3º escalão!) nos tem para oferecer em termos de equipa principal. Mais difícil ainda fica entender qual o propósito desta parceria se a intenção for colocar jogadores do Benfica a ganhar experiência num campeonato da qualidade dos nossos distritais, onde se disputam encontros com a mesma qualidade da dos pelados da saudosa Liga dos Últimos.

E em termos de escalões jovens? A formação inglesa não é conhecida por ser propriamente de grande qualidade. Na verdade, até é conhecida por formar dezenas de cepos. Ainda se estivéssemos a falar de um clube com alguma tradição neste campo, como o Southampton, perceberia, mas… o Barnsley?! No Barnsley o Gary Charles e o Steve Harkness seriam craques! Não no Benfica. Se a formação do Barnsley de pouco ou nada serve ao Benfica, servirá a formação do Benfica ao Barnsley? Sim, sem dúvida. Os nossos jovens têm mais que qualidade para se impor naquele meio. Mas o que ganham os nossos jovens e, por conseguinte, o Benfica? Pouco ou nada. A experiência competitiva no estrangeiro até poderia ser uma mais-valia, mas nunca num meio onde a qualidade competitiva é perto de nula. A quem é que isto poderia ser útil? Só mesmo a jovens made in Seixal sem qualidade para lá andarem e que por lá se mantêm por serem filhos ou familiares de quem são. Exemplos? Rômulo Santos, sobrinho de José Eduardo dos Santos, ou talvez Pedro Carneiro, filho do Coordenador da Formação encarnada, Armando Jorge Carneiro.


Na imagem encontra-se Pedro Carneiro, médio da formação encarnada, vencedor de uma espécie de Erasmus em Barnsley que lhe permitirá acrescentar esta experiência ao curriculum vitae. Foi com esta imagem que o jornal Record apresentou a notícia da parceria. Aliás, o conteúdo da notícia original era bem diferente da que agora se encontra acessível no site do diário desportivo, como podem verificar (à esquerda o "antes" e à direita o "depois"):


O jornal Record "corrigiu" a notícia. Uma "afinaçãozinha" apenas. Não convém dizer tudo. Certamente que alguém levou uma reprimenda ou recebeu uma chamadinha por publicar informação que não devia.

Fica a pergunta: o Benfica quer fazer um trabalho sério e credível a nível da formação ou ser o trampolim para os filhos dos altos quadros irem ganhar curriculum vitae no estrangeiro?

13 comentários:

Meddler disse...

Bingo!

Diácono Remédios disse...

Estás com inveja? De certeza que não é o Benfica que paga a bolsa por isso tudo o que se diga a mais é abusivo e ninguém tem nada a ver com isso.
Um post de alguém que para além de ser arrogante e não ter visão é invejoso e maledicente.

O Benfica agora é outra loiça, só se dá com os melhores, com a mais fina flor do futebol mundial. Os ingleses são todos cepos e os bifes é gente com a qual não interessa ter relações. Eles nem comida decente têm!

Anónimo disse...

O que você diz é a pura das verdades. Em tempos fui director desportivo, na área da formação, e havia paizinho que pressionava-me para interceder junto ao treinador para o filho ser convocado e jogar.

Nelson Carreira disse...

e o Benfica actual é isto! Dirigentes a servirem-se do Clube para as suas "hidden agendas"...nunca mais correm com esta corja do Clube!

Saudações Benfiquistas

Anónimo disse...

Este armando carneiro é um cancro na Formação do nosso clube.
É um absurdo continuar lá quando temos pessoas como o Rui Costa que podiam fazer muito melhor trabalho.

Sakana disse...

ihihihih...hoje há mais...SAKANAGEM COM TALIBANA ALCOVITEIRA

http://sakanagem69.blogspot.com/

VC disse...

Formação, qual formação?
Protocolos, quais protocolos?
Acordos, quais acordos?
Isto no Benfica vale zero. É uma feira das vaidades e o presidente vai nisto? Que ganha, ou tem ganhado o Benfica com os protocolos, acordos e etc...? Alguém me explica?
O diácono remédios é dos que sem opinião se limita a criticar os que a têm num tom azulado (se é que me entendem) e mesquinho. Continue que está no caminho certo. Eu, tenho sérias dúvidas que seja benfiquista.

JNF disse...

Joseph Lemos, por aqui?!

Bom ver-te, velho amigo. Já saíste da reabilitação?

H disse...

E que tal o facto do Barnsley ter projectos de renovação/substituição de uma bancada do estádio, datada de 1909?
Na mesma linha do protocolo com o Orlando Lions, uma semana depois de estes apresentarem projecto do seu novo estádio.
Há quem não dê ponto sem nó...

Anónimo disse...

O Sr Armando Jorge foi lá colocado pelo Sr. Oliveira das Financas do SlB. São 25 mil euros por mes

Anónimo disse...

Nojo.

Daniel

Miguel Silva disse...

Comparar a league One à distrital é um absurdo! Até a 4º divisão inglesa tem mais qualidade que os nossos distritais como lhes chamas. Infelizmente é a verdade. Basta ver os jogos.

O David Luiz vem de que divisão do Brasil? Foi vendido por quantos milhões?

Exacto. O talento não existe apenas nas primeiras divisões.

JNF disse...

Miguel Silva,

folgo em saber que és um especialista em divisões inferiores inglesas. É raro termos leitores com um conhecimento tão aprofundado. E no País de Gales? E na Irlanda? E nas Ilhas Fiji? Queres comentar?

Agora a sério, se tivesses visto UM ÚNICO JOGO de um escalão inferior inglês saberias que aquilo é só meia bola e força, kick and rush puro e duro. Qual é o interesse oara um jogador português em ir fazer parte desta realidade?

Um abraço. E não tentes enganar as pessoas. É feio.