quinta-feira, 24 de julho de 2014

O «all-in» do Porto

Não vi nenhum jogo do Porto nesta pré-época; não vi o que podem valer, no Porto (e não nos clubes de onde vieram), os novos reforços. Como não vi nenhum jogo nem vi os reforços, não valerá a pena falar da qualidade ou da falta de qualidade da equipa e dos jogadores do Porto. Deixarei essa análise para mais tarde, lá para Setembro quando já pudermos ver que trabalho Lopetegui tem andado a fazer.

Por ora, o que me interessa analisar aqui é a estratégia que foi pensada por Pinto da Costa para esta época. Uma estratégia claramente de desespero, que explica os milhões investidos (com ajudas exteriores; resta saber de quem) e que, no fundo, não é surpreendente tendo em conta a obsessão que o Presidente do Porto sempre teve pelo Benfica. Pinto da Costa faz um «all-in» para 2014/2015 na esperança de, mais do que ganhar o título de campeão nacional, conseguir evitar o Bicampeonato do rival (fenómeno que não acontece há 30 anos). 

Os jogadores que chegaram ao Porto poderão ser óptimos - alguns têm qualidade inegável - e o novo treinador uma maravilha - não conheço, espero para ver -, mas parece-me que na análise que vejo à nova época do portistas há aqui alguns esquecimentos: o Porto perdeu Helton (um guarda-redes com 8 anos de clube), Mangala e Fernando. Prepara-se para perder Jackson e provavelmente Danilo. Ora, aqui estão 5 titulares da época passada. 5 bons jogadores. Para os seus lugares virão outros, alguns com qualidade, outros nem tanta, mas as equipas dificilmente se constroem sem referências e este Porto, com muito ou pouco talento, não tem referências, que é precisamente o que sempre teve e sempre usou em seu benefício, construindo uma mentalidade forte. Portanto, sim, aceito que estarão mais fortes em termos desportivos, mas não compro a ideia de que estarão imparáveis apenas porque compraram bons jogadores (veremos a adaptação ao clube de tantas "promessas") e um bom treinador (que também ainda tem muito para provar). 

À semelhança de Vieira no ano passado, Pinto da Costa força assim um «all-in» que ou lhe dá uma relativa glória - evitar o Bi do Benfica - ou deixa o clube na miséria, não só desportiva e moralmente como no lado financeiro. Talvez os portistas ainda não tenham percebido bem a realidade, mas a obsessão de Pinto da Costa pode custar a sobrevivência no mais alto nível ao Futebol Clube do Porto. O que é espantoso é que, nos últimos 20 anos, nenhum Presidente do Benfica (Damásio, Vale e Azevedo, Vilarinho e Vieira) tenha conseguido jogar com este lado doentio de Pinto da Costa, usando-o em proveito do nosso clube. E esta época começa a dar sinais de seguir no mesmo caminho autista do passado. Ou seja, um Porto habituado a ganhar - partiu para a última época com 8 títulos em 10 possíveis no Campeonato Nacional -, um Porto que enfrentou o Benfica e perdeu para o Benfica nas 3 frentes - Campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga -, um Porto que viu fugir debaixo dos pés a superioridade desportiva que vinha tendo, além de graves problemas financeiros, com atrasos de meses no pagamento dos ordenados, empréstimos por pagar, endividamentos brutais, etc. Este Porto, que em Maio estava destruído desportiva, moral e financeiramente, era um Porto a abater com inteligência. Em resumo: esta época 2014/2015 tinha de ser encarada pelo Benfica como a da estocada final no adversário, para então iniciarmos um ciclo que nos pudesse garantir a liderança e hegemonia no futebol português.

Nada disso fizemos. Perdemos a enorme vantagem sobre os adversários com que partiríamos para esta época se tivéssemos mantido um núcleo substancial de jogadores. Claro que teríamos de vender, mas venderíamos bem, 3 (4 no máximo) jogadores, e a preços de cláusula, que não deixassem qualquer dúvida sobre a nossa posição estratégica no mercado e aos olhos dos adversários nacionais. Quanto valerá, em termos financeiros, um Bicampeonato para o Benfica? Quanto valerá, em termos que os dirigentes do Benfica compreendam, a alegria e vontade de gastar em camisolas, calções, cartões de sócios, etc, etc, etc, se os benfiquistas vissem o Benfica ser Bicampeão Nacional? São estes números que podem mudar estratégias e assumem o lado mais emocional (mas também financeiro) do clube que os tecnocratas que trabalham no Benfica não compreendem pelo simples motivo de que ou são adeptos sem qualquer paixão ou nem sequer são adeptos benfiquistas. E, já agora, quanto valeria, em termos de dívida para os portistas, um Porto que perde dois campeonatos seguidos? Pensaram nisso ou só vêem com os olhos quadrados das contas sem sangue, do relatório sem verdade, da venda sem alma, da empresa sem clube?

Chegados ao final de Julho, o que parece claro é isto: o Porto investe o que tem e o que não tem na procura pelo título nacional; o Benfica, endividado até ao tutano (realidade que não é culpa dos bancos, mas de quem gere o clube há mais de uma década e o trouxe até esta situação), prefere perder toda a vantagem desportiva que tinha e que o faria partir com mais de 80 por cento de possibilidades de renovar o título nacional para atacar o mercado vendendo os seus melhores ao desbarato e comprando, salvo excepções, mal e caro (para o valor dos jogadores comprados). O problema disto é que não é novo. Aconteceu em 1994, com os resultados que conhecemos. Aliás, se há desculpa recorrente nos apoiantes de Vieira ela está precisamente nesse ano e nas repercussões que ele teve para os futuros 20 anos do clube. Esperemos que não aconteça estarmos em 2034 a desculpar o Presidente da altura por termos tido um aldrabão no clube. Esperemos não ter de ouvir na altura, aos apoiantes inequívocos do Presidente de 2034, a frase: «Deves querer voltar aos tempos do Vieira...». 

Dito isto, e sabendo que estupidamente perdemos a vantagem que tínhamos sobre o Porto, será que estamos condenados a ver os portistas festejarem o próximo título? É evidente que não. Nós levávamos o nosso carro com 700 metros de distância sobre os rivais, com a estratégia errada que escolhemos e com a (provável) boa estratégia dos adversários, digamos que neste momento estamos todos na mesma linha de partida. O que se por um lado é chato e triste (custa sempre perder tantos metros), por outro dá-nos a certeza de que ainda vamos a tempo de acabar na frente. 

Como? Diria que é fundamental manter Enzo (pouco provável), Gaitán (muito pouco provável), Luisão, Lima e Maxi - o núcleo. Depois, comprar um Guarda-redes, um lateral de qualidade que faça os dois lados (estamos necessitados nos dois), um médio defensivo experiente e um avançado goleador. Fazendo isto, manteremos ainda alguma ligação ao trabalho de anos de Jesus e poderemos evoluir para uma equipa competitiva a nível nacional - a Europa esqueçam. Neste momento, é fundamental apontar todas as setas ao Bicampeonato. Nem que seja com um plantel mais fraco - e isso sê-lo-á sempre -, mas com espírito colectivo superior e os objectivos bem definidos desde o princípio. O problema desta estratégia é que não deverá ser possível acontecer. Enzo e Gaitán, um deles ou os dois sairão. Compras de qualidade talvez uma ou outra mas não as 4 que seriam necessárias. Vamos ter um plantel para 2014/2015 com deficiências, muito abaixo da qualidade que o anterior tinha, com um Porto supostamente mais forte e com um Sporting com um treinador que garante um bom trabalho. 

Ou seja, dos 80 e tal por cento com que partíamos se tivéssemos apostado de forma coerente na pré-época, vemo-nos agora com uns diplomáticos 33 por cento. Passámos da ciência para a fé. 

33 comentários:

To13 disse...

O Porto vai perder o Danilo? Ahah... Se é para falar de coisas que não sabe é melhor estar caladinho.

O Porto perdeu Mangala mas contratou o Indi. Porto perdeu o Fernando mas vem o Casemiro. Se o Porto perder o Jackson vem um avançado. Além disso reforçou-se com Tello, Adrian, Brahimi, Oliver. Tem mais laterais para dar mais minutos de descanso a Danilo e Alex. E conta com um Herrera motivado e um Quintero pronto e explodir.

Para terminar, o Porto até agora gastou pouco mais do que gastou no ano passado e menos do que tem gasto o Benfica nos últimos anos.
Isto que o Porto anda a gastar muito é um mito, simplesmente tem contratado bem e vocês estão todos borrados.

Anónimo disse...

Ricardo,

Nas ultimas 30 temporadas o Benfica ganhou 7 Campeonatos:
1987; 1989; 1991; 1994, 2005; 2010 e 2014.

Nos 6 anteriores Campeonatos conquistados pelo Benfica, quem o reconquitou ena temporada seguinte? Eu ajudo :
1988 (com dobradinha e Intercontinental e Supertaça Europeia)
1990 (com a renovação do Plantel, com Baía, Coutos, Semedos e Domingos)
1992 (para um Bi campeonato)
1995 (passo para um Penta)
2006 (passo para um Tetra)
2011 (Tri Campeonato, com dobradinha e T Europeia)

Será que a história se repete? Isto é, sempre que o Benfica foi Campeão nos ultimos 30 anos, o FC Porto reconquistou o Campeonato na temporada seguinte. Já dizia alguem, se queres conhecer o futuro, observa atentamente o passado.

Pinto da Costa, sempre investiu e muito no Futebol, alguns investimentos de risco, e sempre investiu na qualidade das suas equipas, e esta temporada irá investir no risco. Em 1982 no seu 1º mandato e com graves problemas financeiros, foi resgatar Gomes ao Gijon, Eurico, Inácio e posteriormente Futre ao Sporting, o resto da estória já a conhecemos.

O FC Porto hoje não tem ainda uma equipa, mas tem valores, se esses valores individuais farão uma equipa? Depende da pericia ou da arte de Lopetegui, e natualmente da competencia ou não, dos adversários.

Se o FC Porto perdeu qualidade nas 3 ultimas temporadas (com Falcao, Hulk, James ou Moutinho), foi ao mercado recuperar essa qualidade perdida, o tal investimento no risco. Politica e estratégicamente esta temporada é fundamental para o Benfica e FC Porto. Se o Benfica ganhar, está dado um passo em direcção à hegemonia. No sentido contrário, se o FC Porto reconquistar o Campeonato, JJ irá provavelmente abandonar (um dos grandes objectivos de Pinto da Costa), e o Benfica regressará aos tempos do Quique e Companhia.


Porém, neste processo, o Benfica está refem de Jesus, e não o inverso, e isso sim, é perverso e perigoso. Curiosamente, Pinto da Costa já percebeu h+a muito, que a aproximação do Benfica tem um nome: Jorge Jesus, se terminar o legado de Jesus no Benfica, já todos sabemos o que aí virá...

Jesus, diz por palavras incorrectas coisas correctas, mas de Futebol sabe muito, como Treinador é muito bom. Deixo um exemplo, no começo da temporada 2012/13, o Benfica no final de Agosto, vendeu Javi e Witsel, quase em simultaneo, perdeu a ancora e o cerebro. Pois então, Jesus inventou 2 Maneis, "cozeu" a equipa, "inventou" Matic e Enzo, e a coisa correu muito bem, todavia, estupidamente a putativa Estrutura do Benfica, festejou nos Barreiros, um Campeonato que em Setembro estava perdido à partida.

Neste contexto actual, conseguirá JJ "inventar" 7 ou 8 Maneis com o Campeonato a decorrer? E quando os rivais tem já planteis definidos, apenas presos por meros detalhes?

Um abraço, de um adversário, mas nunca inimigo!

P.S. Desejo um bom Campeonato, com bom futebol e bons jogos, e no final que ganhe a Alemanha do Futebol Português dos ultimos 30 anos. Se sairmos derrotados, não iremos apontar o dedo aos Proenças, mas sim diagnosticar o problema em nossa casa.

Nuno Moreno disse...

Se este investimento é SÓ e APENAS para evitar o Bi do benfica então os milhões todos gastos no ano passado foram SÓ e APENAS para evitar o TETRA do FCPORTO!

Rennie e Melão é o que tens no coração....


peace

Pedro Ribeiro disse...

Boa reflexão, bom post, mas...

Já te tinha dito em conversa privada que este all-in não é assim tão certo quanto isso. Quanto ao resto concordo plenamente, discordando apenas um bocadinho na questão das contratações para o Benfica.

E o all-in não é certo porquê? Porque as finanças do Porto e do Benfica são tudo menos transparentes. Podemos supor, temos a confirmação que existiram de facto ordenados em atraso, mas a história já nos deu demasiados exemplos de que um clube mesmo morrendo (ou quase) pode sempre levantar-se. O exemplo mais óbvio é o dos nossos rivais Sporting que depois de anos a penar com gestões ruinosas e insucesso desportivo partem hoje esta época para o campeonato com reais expectativas de o poder vencer. Outro exemplo é o do próprio Benfica. O Porto não morre se não perder o campeonato, há Porto para além deste ano e a tal estocada final, temo, não acontecerá nunca. O Benfica pode até conquistar a hegemonia do futebol nacional um dia que os seus rivais serão sempre parte integrante da competição. Temos potencial para ser um clube maior? Sem dúvida. Se existir competência o Benfica pode ganhar mais do que os seus rivais mas não podemos presumir que a gestão do nosso clube será sempre melhor que a deles.

Quanto às saídas e entradas, não acho sinceramente que o Benfica precise de laterais. Ou melhor, caso não tivessemos Maxi, Silvio (acho que temos), Benito, Luis Felipe, Cancelo e Eliseu, até achava que sim, mas temos que ser objectivos: isto é demasiada tralha para chutar para canto. Mais acrescento em relação aos avançados. Temos Cardozo, Derley e Lima: todos eles já deram provas de serem goleadores. Temos ainda Nelson Oliveira e ainda Pizzi e Gonçalo Guedes que podem dar bons avançados na táctica que usávamos no ano passado. Há ainda Jara que ontem deve ter assinado sentença de morte. É também muita tralha para pensarmos em contratar alguém para a posição. Quanto ao médio defensivo e guarda-redes acho que sim, que devemos contratar. Caso o Enzo e o Gaitan saiam aí, sem dúvida, ir ao mercado passa a ser uma urgência.


Já agora: que grande comentário do anónimo adepto de um clube rival. Comentários assim vale a pena ler. Saudações desportivas!
Abraço!

F.L. disse...

Excelente análise. E quanto ao Benfica ainda iríamos a tempo de construir, de ter, uma grande equipa. E digo iríamos porque não acredito que aconteça, porque não confio em quem decide no Benfica, Vieira. Manter Enzo, Gaitan e Salvio. Comprar um grande guarda-redes, um médio defensivo experiente e um goleador. Teríamos equipa para o bi. Mas isso sou eu a sonhar, não acredito que nada disto aconteça.

pancas disse...

Ricardo,
atencao que essa ideia do "all-in" nao tem pes nem cabeca... alem dos gastos do Porto nao terem sido nada de extraordinarios (gastaram ate agora cerca de um milhao mais do que na epoca passada), ja se estao a ver coisas para tratar das financas -> ve a noticia que 80% do passe do Brahimi ja foi vendido ao fundo Doyen, portanto o investimento do Porto nesse atleta foi so de 1.5M

Quanto ao resto, neste momento, apesar de ser portista, com o pouco que pude observar, tenho que admitir que o grande favorito neste momento nao e o Benfica (precisa de contratar varios jogadores), nao e o Porto (precisa de estabelecer um modelo de jogo, mas sim o Sporting. O que julgo que vai fazer a diferenca e que o plantel do Sporting e curto em qualidade (so tem 13-14 jogadores a serio e qq lesoes causam problema, estilo Porto da epoca Vitor Pereira)

Seismilhoesum disse...

Mais um andrade a meter-se onde não é chamado e a demonstrar o nível do seu clube: ao nível do que borra!

Seismilhoesum disse...

Ao "Anónimo": de certeza que não vão poder apontar aos "Proenças". Têm muito que lhe agradecer!

71460_5/8 disse...

de facto é o All in... só assim se justifica contratar um jogador por 6.5M (100%) e vender 80% por 5M... ou seja já desvalorizou 200 mil euros desde que foi contratado e se de facto der nas vistas, quando sair não dará lucro

tal como o Danilo que por ter sido contratado por valores absurdos quando for vendido (se o for) não dará nada de retorno

mas os negócios do Porto desta temporada são quase todos de um risco brutal... mesmo que haja rendimento desportivo, financeiramente será um fiasco...

Unknown disse...

71460_5/8 por acaso não podes dar os números para o euromilhões de amanhã um homen com tantas certezas. Então a tua 1a dedução é brilhante.

Anónimo disse...

Fico sempre arrepiado com alguém que diz "vender 5 ou 4 jogadores a preço de clausula" até parece que não é o mercado que faz o preço... Por outro lado o Vieira pode facilmente passar de besta a bestial se daqui a 6 meses se concluir que vender enquanto podia e bem vendido foi o melhor para o Benfica. Basta ser campeão. Saudações Benfiquistas

Frankkk

bivolta disse...

Acabado de comprar por 6,5M já venderam 80% do argelino do granada.

O berro vai ser grande.

Anónimo disse...

Ricardo,

Neste post, abordas e bem a absurda sangria do Benfica, mas eu que sou um mero observador de Futebol, identifico que Jesus em 5 temporadas no Benfica, foi Campeão 2 X coincidentemente, ou não, em ambas as temporadas, com os melhores registos de golos sofridos, aquela máxima : "As defesas ganham Campeonatos..." faz todo o sentido.

Nesse contexto, e como adepto de um Clube rival, foi com satisfação que recebi a noticia da venda de Oblak, e é fácil explicar a minha tese, com estes numeros:

Artur em 13 jogos sofre 12 golos e perderam 9 pontos!

Oblak em 15 jogos, sofre apenas 3 golos, e perderam apenas 2 pontos!

Paulo Lopes fez os 2 jogos derradeiros do Campeonato, sofre 3 golos e e perderam 5 pontos.

Com Oblak na baliza em 15 jogos: perderam 2 pontos e sofrem 3 golos, com 2 outros G Redes nos mesmos 15 jogos: sofrem 15 golos, e perdem 14 pontos, isto prova pela estatistica que Oblak ganhou 12 pontos aos outros 2 G Redes utilizados, e Oblak entra na baliza quando perdem a "ancora" Matic.

Bom, este mero exemplo serve para sustentar e provar a importancia que um bom G Redes, ganha Campeonatos, se Oblak revela melhores registos pontuais, e apresenta menos golos sofridos, fica portanto provado que "ganhou" 12 pontos em relação a Artur e Paulo Lopes, o Benfica ficou a 7 pontos do Sporting, não foi?

Ricardo, voltando à sangria (não a de Cava), o FC Porto no biénio de Mourinho, após o Bi Campeonato e 2 Taças Europeias, do onze titular da Final de Gelsenkirchen em 2004, perdeu/vendeu por cobiça Europeia: Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Pedro Mendes, Maniche, Deco e C Alberto e Derley, 7 titulares, após essa sangria, todos se recordam da temporada 2004/05? Penosa, pese embora a ressaca Mourinho, mas entraram reforços como Luis Fabiano, Diego, Quaresma, Pepe, no caso do Benfica ainda não vislumbrei este calibre de reforços ...

Setemilhõeseum, não tenho o hábito de me escudar nos "Proenças", para mascarar a incompetencia da SAD, Treinadores e jogadores do meu Clube. Na temporada passada, fomos prejudicados na Luz, em Alvalade, na Choupana e na Amoreira, em casa dos 5 primeiros classificados, mas não foi a arbitragem, a responsavel maior pela péssima temporada do meu clube, houve sim incompetencia (SAD, Treinadores, jogadores), e quando não somos competentes...

Saudações desportivas retribuidas para o Pedro Ribeiro

Anónimo disse...

Eu nao entendo, sinceramente voces compram o Djavan e vao empresta-lo ao Braga, nos temos um grande jogador que assinoun por 5 epocas e nos custou 1,5M e fazemos mau negocio, ok vcs esquecem-se que a falta de dinheiro e transvesal a todos os clubes, isto que o porto fez foi so para nao ter que fazer o que vcs estao a fazer este ano se as coisas correrem mal, alem de que PC da provas de investimento na area desportiva ou seja titulos sem com isso ter de vender uma equipa toda seja ao desbarato ou nao sempre teve, tem e terá reflexos a nivel desportivo.

MM

Ricardo disse...

To13, foi-me dito que a saída do Danilo está por dias. Se sabe que o jogador não será vendido, força, diga o que sabe. No resto, podia discutir consigo as escolhas que o Porto fez, mas não consigo debater com mal-educados, sejam eles benfiquistas, portistas ou de qualquer outro clube.

Anónimo (20:41), muito bom comentário.

Sim, é evidente que o Porto consegue sempre responder à altura nos anos seguintes também por tem sabido ser competente, não se trata apenas de incompetência das sucessivas Direcções do Benfica. Digamos que se juntam os dois factores e, por vezes, um terceiro que pende mais para o vosso lado.

No entanto, sobre a estrutura do Porto deixo para os portistas; reflicto sobre o meu clube e sobre o que pode ele fazer para contrariar a hegemonia portista. É esse o sentido deste post. Um abraço de um adversário (quem vê inimigos no desporto vê inimigos na vida, vê inimigos na morte, vê inimigos em si próprio)

Nuno Moreno, aprenda o que é ser portista com o Anónimo (20:41). Isso que você é não se sabe o que é, mas é fraquinho.

Pedro, o Sporting é um caso à parte: teve um perdão de dívida que devia até ser contrariado por Porto e Benfica. Trata-se de "concorrência desleal". Quando falo em este ser um ano crucial para o esperado salto que queremos dar rumo à hegemonia, não digo que é o ano que tudo resolve, mas que é através dele que podemos chegar aos nossos objectivos. Após um Campeonato, conseguir revalidar o título seria um rude golpe no Porto que já há 30 anos não vê o Benfica cometer a proeza. É evidente que todos os anos os 3 clubes podem ganhar o campeonato - é assim agora, foi antes e sê-lo-á no futuro. Mas há tendências, há expectativas, há vantagens que se ganham. Neste equilíbrio de forças, o Benfica tem tudo a ganhar com um Bicampeonato nesta época.

Quanto a mim, será a diferença entre definitivamente construir a superioridade desportiva ou voltar a cometer os mesmos erros. Aqui faço uma pausa para dizer que não acredito que com estes dirigentes o Benfica consiga criar hegemonia, portanto não espero nunca grandes feitos por parte desta gente. Acho que a preparação desta época o revela, de forma evidente. Abraço.

Ricardo disse...

Frankkk, aqui o Vieira será sempre uma besta pelo simples facto de que, além de ser um profundo incompetente e aldrabão, manchou de vergonha a História Democrática do Benfica. Saudações Benfiquistas.

Anónimo (23:59), concordo totalmente. De todas as vendas, a pior é mesmo a do Oblak. Um guarda-redes daquela qualidade dá garantias de uma vantagem quase total sobre os adversários. Não ganha, por si, campeonatos, mas ajuda e muito. O Benfica ou contrata alguém com capacidades acima da média (nunca um Oblak, porque desses há poucos) ou ver-se-á em dificuldades.

Quaresma, se Lopetegui tiver alguma cabeça, deixará de ser titular esta época.

Mais uma vez um abraço e um obrigado pela boa discussão.

Sandro disse...

Ricardo

concordo com quase tudo o que foi dito, apesar de não acreditar que vendam o danilo e o jackson. Este ano era muito importante, mas a abordagem ao mercado esta a ser catastrófica e não se adivinha nada de bom. o porco reforçou-se bem e parte em larga vantagem. Li aqui que o benfica ta dependente do jesus (pausa para rir muito) e não percebo o que a tripeirada vem para aqui comentar. Estão sempre interessados em nos. Muito sinceramente não estou nada confiante, ate porque dos que vieram ainda nenhum me pareceu realmente reforço, mas espero estar enganado o que duvido muito.

Ricardo disse...

Sandro, aqui todos os que vierem por bem serão bem recebidos - sejam benfiquistas ou adeptos de outros clubes. O futebol não tem de ser uma guerra, podemos discutir os nossos clubes de forma saudável. Já chega de guerras.

Quanto aos contratados que poderão ser reforços, reafirmo que considero César um bom jogador, Talisca um talento para aproveitar e Derley uma certeza. Os restantes ou são maus ou medíocres. Falta-nos encontrar no mercado reais mais-valias. Ainda espero por elas.

JNF disse...

71460,

o Benfica fez o mesmo há uns anos com o Ola John. Na altura não te vi preocupado.

Anónimo disse...

Ao anónimo aparentemente do fócul que comentou, convinha que dissesse, para ser MESMO honesto (talvez custe para aqueles lados), dizer (se calhar era uma criança e não se lembra) que o campeonato ganho pelo fócul em 1992/93 é dos maiores roubos que houve neste imundo futebol português dos últimos 30 anos. Até pagaram ao GR do Beira-Mar, isto foi confessado!
Assim, também eu era um grande "mestre" do futeból, penso eu de que.
Ganhar campeonatos a corruptos num país de corruptos.
Eis a missão do Benfica nos últimos 30 anos.
Ricardo

luis disse...

A tasca do Ontem, hoje ganhou um nível na reflexão que até parece a "laranja mecânica" no ocupar de espaços.
Um post fantástico de um doido pelo Benfica.
Na caixa.. Um camarada Pedro Ribeiro num altíssimo nível, até um anónimo do clube da segunda maior cidade do país com grande elevação ;)
Analiso a assertividade na pressão alta do camarada "pau e bola na camisola",e apesar de ter umas notas a acrescentar... hoje num momento delicado da nossa religião, só me apetece deixar um grande e Glorioso,

Vivas à Instituição Sport Lisboa e Benfica!!!

Benfica Todos Tempos

To13 disse...

Aposto o que quiserem que o Danilo não vai sair. Ao contrário do Gaitan e do Enzo que já têm as malas feitas.

Fernando disse...

Ricardo, mais uma vez grande texto. Diz-me uma coisa, assumindo que vão sair Enzo e Gaitán achas que temos reais hipóteses?Ainda achas que vêm reforços de qualidade, as chamadas "trutas"?Todo este planeamento é mau demais para ser verdade.
Abraço

DC disse...

Eu até acho que este blog é dos poucos blogs de benfiquistas que se podem ler, mas este post é duma estupidez gritante.
O Porto investe em ser campeão porque pensa do benfica? Mas que pensamento ridículo é este? O Porto quer SEMPRE ser campeão! É duma megalomania gritante dizer que o Porto investe para ser campeão só porque o benfica foi. Aliás, a megalomania habitual para os vossos lados.

Quanto aos gastos em transferências, posso dizer que entre o saldo de entradas e saídas, provavelmente o Porto gastará menos este ano que no ano anterior. Portanto, mais uma vez, podiam ter feito umas contitas antes de dizer disparates.

Finalizando, pergunto apenas se a tal BTV não era suposto, com essa centenas de milhar de assinantes, ter dado independência financeira ao benfica? Afinal vão sair 9 titulares porquê? A BTV não ia dar um lucro tremendo? Não era suposto o benfica não precisar de vender?

71460_5/8 disse...

JNF,

não fiquei preocupado pela contratação do Ola John nos mesmos moldes do Brahimi pelo Porto nem fiquei com a contratação do Ramires ou do Markovic...

há oportunidades de negocio que só são feitas com fundos... até porque alguns jogadores à partida já pertencem em parte a fundos ou empresários que não abdicam de continuar a ficar com uma percentagem

não tendo ficado preocupado preferira que o Benfica não tivesse de os fazer. no entanto já ficou demonstrado que conseguiu tirar dividendos desportivos apesar do consequente prejuízo nas vendas...

o que critiquei na estratégia actual do Porto é que a maioria dos negócios poderão impedir o devido retorno aquando das vendas... o que irá tornar o clube que recorrer a este artificio cada vez mais dependente dele...

PS: na noticia que tinha lido nada era referido sobre a opção de recompra... portanto neste caso o Porto terá acautelado uma salvaguarda o que torna naturalmente o negocio menos perigoso

Ricardo disse...

Acrescenta, Luís Todos os Tempos. Todos os teus acrescentos no Tempo fazem falta a este Benfica fora de tempo.

To13, quanto metes na mesa?

Fernando, saindo Enzo e Gaitán acho que temos o campeonato perdido. Não sei se vêm trutas, mas elas são essenciais. Quando digo trutas, já nem falo de grandes craques, mas de boas promessas: Guilavogui, por exempelo, seria uma boa opção (parece que estamos perto de a concretizar). Abraço.

DC, eu podia explicar-te, entrando num saudável diálogo contigo, todas as tuas dúvidas. Mas, como digo em cima, não consigo debater assuntos de paixão com gente mal-educada. Só em nota de rodapé: diria que de "uma megalomania gritante" é achar que há poucos blogues benfiquistas "que se podem ler" ao invés, imagino, dos do teu clube, que são todos ou quase todos lugares de extraordinária leitura e pensamento. Por outro lado, alguém que odeia tanto um clube que nem lhe dedica a maiúscula inicial é alguém que não me interessa ter como interlocutor.

DC disse...

Ricardo, não falei dos blogs do meu clube, portanto não percebo porque os chamaste ao assunto.
Não gosto de blogs fanáticos nem dum lado nem do outro. Não leio "anti-benficas" nem leio "blogs do manuel". Considero ambos o mesmo lixo.

E neste blog acho que escreves muito bem, excepto quando te dedicas a falar sobre o Porto. Aí, nota-se que perdes a razão e escreves disparates como este post. O Porto não está habituado a estar 2 anos sem ser campeão, seja contra quem for. E é algo que incomoda profundamente os portistas e a direcção do Porto. Seria exactamente a mesma coisa, como o foi aliás há uns anos, caso o campeão actual fosse o Sporting ou o Boavista.
O Benfica (olha a maiúscula :D) é o maior rival do Porto, sem dúvida. Mas a vontade de ser campeão é sempre a mesma.

Mas, mais uma vez, desafio-te a fazer as contas às entradas e saídas deste ano face às do ano passado. A não ser que não tenhas sustentação para o que disseste e agora queiras abafar o assunto. São nomes sonantes sim, mais que Herrera ou Reyes. Mas se calhar até custaram menos que esses.

Quanto à maiúscula, até fui simpático. Costumo usar o termo 5LB :)

Gonçalo Vargas disse...

Honestamente penso que a situaçºao do Benfica deve-se à situação do BES. Não é normal despachar tantos titulares sem nenhuma explicação. E agora ainda vem o Bébé que considero que não tem inteligência nenhuma e não acrescentará nada de novo.

Vender não muito caro e comprar no chinês é assim que estamos, o que me leva a pensar que o SLB está falido.

Relativamente ao FCP penso que estes empréstimos todos vão correr muita tinta quer ganhem ou não. E noto claramente o desespero do FCP em ganhar este campeonato. E sobretudo de PdC que está à beira de se acabar.

O DC está sempre chateado com alguma coisa, é tranquilo Ricardo.

JA disse...

Não há problema...
Já chegou o Eliseu...
Depois o Romero, que é tão bom que nem a Sampdoria nem o Mónaco o querem...e ganha 1,7 Milhões limpos por época !
O Gaitan e o Enzo devem ser os próximos a sair...
Isto está bonito, está...

Carrega Romero :
https://www.youtube.com/watch?v=ZynS7SMoCiY

Seismilhoesum disse...

Depois do "Apito Dourado" e de tudo o que se soube, achei que os andrades iriam ter, pelo menos, o decoro de calar-se durante algum tempo e spbretudo, não meter o "bedelho" nos blogs benfiquistas. EU TERIA VERGOOOOONHAAAAAA!

Seismilhoesum disse...

Ao "Anónimo" das 23:59: Em primeiro lugar quero agradecer-lhe a forma educada com que tentou rebater-me. Infelizmente, já não é hábito respostas educadas por parte de membros do seu clube, o que muito me entristece pois moro no Grande Porto e vou diariamente ao Porto. Relativamente a ter sido prejudicado na Luz, veja bem se o Benfica também não o foi. Mas o vosso campeonato do ano passado foi de tal forma mau que nem ousaram escudar-se nas arbitragens, como o fazem sempre, mesmo que ganhem (!). Quanto ao Proença, o ano passado aconteceu algo histórico: foi a PRIMEIRA vez que o Benfica ganha um jogo arbitrado por este. E depois do "penalti" (atiranço para a água) do Lisandro frente ao Yebda, e o duplo fora de jogo na "vitória" (empate) na Luz, "deu-vos" dois campeonatos. Mas não sou dos que acha que o Porto ganha "apenas e só ou sempre" pelas arbitragens. Tem havido muita, mas muita incompetência e algumas coisas muito "estranhas" no Benfica, como aquela do "espião" que vos fornece os dados. Por último, apesar da sua ironia, não sou sete mas Seismilhoesum, o que "confirma" a existência dos outros seis milhões (com a devida vénia do "dono" da "fina" ironia).

Mordomo do Império disse...

Ricardo,

'Pedro, o Sporting é um caso à parte: teve um perdão de dívida que devia até ser contrariado por Porto e Benfica. Trata-se de "concorrência desleal".'

Concorrência desleal, dizes tu?

Primeiro: o Sporting negociou a sua dívida o ano passado, num contexto completamente diferente do actual, com obrigações brutais.

Segundo: segundo as tais obrigações, o clube esteve, e ainda está, a fazer uma redução brutal de custos ,com dispensas, vendas e empréstimos de jogadores, funcionário e treinadores da academia a que foi , e ainda é, obrigado.

Terceiro: 'concorrência desleal' também é um centro de treinos oferecido em Gaia ao FCP com uma prestação ridícula à custa do contribuinte, ou centros de estágio no Seixal com valores patéticos, ou negócios com a Câmara de Lisboa, via EPUL, no qual os únicos beneficiados foram Benfica e alguns executivos da EPUL.

Por fim, 'concorrência desleal' foi o Sporting ter esperado mais de 10 anos para lhe ser aprovado um processo de urbanização, tendo este entrado em vigor em plena crise do imobiliário, em comparação com idênticos processos junto do Estádio da Luz que, como já foi anunciado, foram atropelados todos os regulamentos camarários (o mesmo serve para um tal de Estádio do Dragão).

Anónimo disse...

O problema dos benfiquistas é viverem num mundo áparte,completamente distantes da realidade. Para alguns o ano ainda é mesmo 1960, para outros deve ser meados dos 80.

Devem pensar que o Fcp é um clube de um bairro qualquer..nunca foi sequer mas adiante, talvez no tais 1960 tinha adeptos que eram ali da cidade e mais alguns dos arredores

Mas depois vieram os anos 80, Fcp cresceu muito especialmente com as conquistas de 1987 alargou os seus horizontes

Mas depois veio este novo seculo, alguem imagina num futuro proximo ou distante um clube portugues ganhar a champions? O Fcp ganhou, e juntou ainda mais umas uefas etc.

As ultimas gerações,especialmente esta ultima cresceu a ver o Fcp ganhar, com jogadores como sabemos de top mundial..estou a falar por exemplo do Falcao e agora até o James.

E podia alongar muito mais,mas tudo isto só para dizer o seguinte...o Fcp é hoje um clube mundial, um clube com muito melhor imagem que o Slb , voces acreditam mesmo que ganhavam um campeonato ou dois e deitavam abaixo o Fcp??

Haja bom senso..se assim fosse o Slb já tinha fechado portas á muitos anos.