quarta-feira, 16 de julho de 2014

O tempo explicará



Desde o início do presente ano civil, o Benfica já anunciou a alienação dos direitos económicos e desportivos de 6 jogadores (Matic, Rodrigo, André Gomes, Garay, Markovic e Oblak), por valores, no mínimo, assinaláveis – falo, naturalmente, de jogadores de relevo do plantel, já que, o clube também já cedeu outros jogadores “secundários”.

Ainda que o Benfica não detivesse a totalidade dos passes de cada jogador, tudo junto dá uma bela “pipa de massa”.

No plano estritamente desportivo, esta debanda só pode dar mau resultado ou, pelo menos, não deixará o plantel mais forte. Há quem justifique esta venda compulsiva com as pressões de cada jogador para sair e também há que veja esta situação como a face mais visível das dificuldades financeiras que o Benfica poderá estar a atravessar.

Estando por fora de todo e qualquer processo, será sempre difícil acertar com exactidão nas razões que levam a tamanho desmantelamento de um plantel vitorioso. Porém teremos sempre um aliado… o tempo.

O tempo será responsável por nos explicar a razão da saída em cardume de tanta “truta”. E este defeso será fulcral para nos dar essa explicação.

Caso o clube seja capaz de atacar o mercado de transferências em força e revelando aquisições de monta para o plantel, poderemos inferir que o dinheiro encaixado com as vendas servirá para pagar compromissos financeiros, mas também para reinvestir no plano desportivo, reinventando o plantel, já que, falamos realmente de muito dinheiro.

Por outro lado, se daqui a té ao início de Setembro o clube mantiver a actual política de aquisição, ou seja, comprar o mais baratinho e desconhecido possível, aí sim, teremos a prova provada de um possível falhanço do actual modelo de gestão.

Verificando-se a segunda hipótese, poderemos sempre argumentar com o eventual realismo do presidente, face aos dias que vivemos, mas será pouco credível que Luís Filipe Vieira e a sua direcção tenham invertido tão bruscamente o caminho que seguiram na última década.

7 comentários:

chakra indigo disse...

Quem conhecia razoavelmente que fosse os seguintes jogadores, quando "apareceram" caídos do céu no nosso clube- Matic, que foi um mau negócio porque baixou o preço do David Luiz, Markovic, que estava sempre lesionado e pertencia ao Chelsea, Oblak, quem??, Garay, mais um mau negocio que só serviu para enganar no negocio Rodrigo(mais um que não valia nada), Gaitan, que nem defender sabe. esse sacana que não é solidario, Enzo Perez, cabraozito que só porque a mãe estava doente desertou e nunca devia ter voltado.......etc etc etc etc???
::::::::
Pois..... que tal darmos mesmo tempo ao tempo!? Claro que não é bom esta sangria toda ao mesmo tempo, mas deixem trabalhar os tais incompetentes que contrataram esses jogadores e critique-se no dia 31de Agosto quando fecharmos o plantel.
Viva o Benfica!

VC disse...

Esta é a pergunta/resposta de 1 milhão de euros. Que estratégia está subjacente a esta desenfreada alienação de ativos? Eu presumo que em termos financeiros alguma dívida deve ter sido necessário amortizar. Por outro lado presumo também que o nível salarial estivesse a atingir valores astronómicos e fosse necessário baixá-los e como sabem a forma mais eficaz de o fazer é substituir os 1.5 milhões/ano/craque por 0.5 milhões/ano/"craquezinho do bahia"; se assim for não é compreensível que se pague 10% do valor pago em salários à equipa profissional de futebol única e exclusivamente ao "príncipe da tática".
Em termos desportivos é o caos. Não é entendível que se tenha vendido Matic, André Gomes, Rodrigo, Oblak, Markovic, perdido o Siqueira, oferecido Garay e feito o negócio da "china" com o Mitrovic. Se a isto já é caos imaginem o que será se juntarmos às vendas o Gaitan e o também falado Enzo. Será o "príncipe da tática" capaz de com uma equipa ao nível do Carcavelos (provavelmente não existe), fazer um brilharete no campeonato (já ouvi alguém dizer que o objetivo é o campeonato), na taça e na taça da liga. E já agora na liga Europa, porque quanto à Liga dos campeões já estamos conversados.
Quem souber responder e ganhar o milhão de euros, pode sempre investi-los na SAD (ou no Ges).

Kiddo! disse...

Não dá para meter outro nome na camisola em vez de "Talisca"?!

Anónimo disse...

O que o tempo explicará também é qual é a influência do problema do BES, nesta sangria...
Entre Setembro e Dezembro vencem-se 2 empréstimos (acho que 85 milhões + o fim do fundo de jogadores)- tudo BES.

paulo Chagas disse...

Mas porquê é que se entende que o Benfica está a vender os jogadores e não o contrario? este plantel fez praticamente duas épocas de grande nivel e é natural que os grandes e endinheirados clubes europeus queiram os nossos jogadores...temos nós Benfica capacidade para manter estes jogadores? infelizmente não...os jogadores deixaram de ser atletas para serem ativos de uma sociedade ou fundo....isto é somente negócio a beleza do futebol morreu o romantismo acabou...vivam os gloriosos capitalistas e lavadores de dinheiro que deram cabo do futebol.

VC disse...

Anónimo das 11:11:
Se é verdade que os dois empréstimos se vencem como o Sr. diz, então, está explicado: vão vender tudo o que mexer.

VC disse...

para paulo Chagas:
vender o Garay por 6 milhões de euros é bom negócio? E todos os outros abaixo das cláusulas não lhe causa algum arrepiozinho? Eu percebo que o Benfica tenha que vender, mas vender tudo o que mexe aos endinheirados clubes europeus por aquilo que eles oferecem?
Não lhe parece mais que o modelo morreu?