quarta-feira, 30 de maio de 2012

O eduardobarrosismo no desporto português

Para Eduardo Barroso, Pinto da Costa não está a mais no desporto português.

Para Eduardo Barroso, Paulo Pereira Cristóvão não está a mais no desporto português. 

Para Eduardo Barroso, o "seu" amado Ricardo Sá Pinto e as suas cenas de pugilato a seleccionadores e jogadores do "seu Sporting" não estão a mais no desporto português.

Para Eduardo Barroso, os adeptos do Sporting que incendiaram um sector do estádio do rival não estão a mais no desporto português.

Para Eduardo Barroso, Eduardo Barroso, com as suas opiniões de merda, não está a mais nos jornais portugueses.

Para Eduardo Barroso, quem está a mais no desporto português é Carlos Lisboa, só o melhor basquetebolista português de todos os tempos e figura incontornável do desporto e do Benfica.

Para Eduardo Barroso, todo o Benfica está a mais no desporto português.

Para Eduardo Barroso, só o seu fanatismo, a sua boçal doença pelo "seu" Sporting e o pedantismo próprio de um adepto incapaz de escrever um texto minimamente razoável (ou, vá, bem escrito) não estão a mais no desporto português.

Eu acho que Eduardo Barroso está a mais no desporto português. Está a mais nas televisões portuguesas. Está a mais nos jornais portugueses. Está a mais na sociedade portuguesa. 

A hipocrisia está a mais no desporto português. O eduardobarrosismo - que é o que faz com que pulhas, corruptos, ladrões, mentecaptos, chulos, proxenetas, merdosos, caciques vivam alegremente por entre as vielas do desporto português, enquanto se persiste no ódio a um só clube, trauma profundo de infância dos eduardos barrosos deste país -, o eduardobarrosismo, dizia, está definitivamente a mais no desporto português.

43 comentários:

Anónimo disse...

os adeptos do seu clube q assassinaram um adepto do sporting com um very lught tb não estarão a mais no futebol português?


eu estava no pavilhão do Dragão quando o benfica ganhou, e de forma merecida o trofeu de campeão nacional. os jogadores estavam no meio do campo a festejar e estava tudo calmo.
de repente um verme começou a mostrar os kilhões para a bancada e a mandar os adeptos do FCP apanhar no cú... sabe q no norte ninguém se ensaia nada para lhe dar uns bofardos na tromba.
confesso q fiquei triste com o que aconteceu depois, os jogadores do benfica não mereciam ter recebido o trofeu no balneario, agora o treinador merecia ter saído do Dragão caixa com a cabeça aberta e pelo menos um braço e uma perna partida.

quanto á vossa vitoria, nada a dizer, foi merecida, jogaram melhor.
passar bem.

Pedro disse...

É um dos maiores anormais que "conheço". Este badameco é a prova provada que não é preciso ser-se inteligente para se ser um bom cirurgião!!!!

José Lemos disse...

Boa Ricardo!

Achor81 disse...

Para o anónimo das 10:15:

«Venho só dizer uma coisa....faço parte do corpo de intervenção que esteve no Dragão Caixa no jogo em questão.
Vou deixar aqui detalhes do que realmente se passou, se quiserem fazer isto público estão à vontade pois irão ter a confirmação disto tudo dentro de dias, no nosso relatório.

Posto isto, relato o seguinte.
-O jogo foi por si bastante quentinho, por algumas vezes tivemos de intervir junto de adeptos por arremessos de objectos perigosos para a integridade de todos os atletas, uma vez que em movimento dificilmente acertas no alvo pretendido, os jogadores do banco foram os mais protegidos, mas também os mais massacrados;
-No término da partida, os festejos dos jogadores do Benfica foram contidos, tendo surgido aquela situação entre o atleta Nuno Marçal e o treinador Carlos Lisboa;
-Após este incidente os adeptos começaram arremessar todo tipo de objectos para dentro campo, e de seguida o atleta Nuno Marçal dirigiu-se à claque SD nos seguintes modos: "Vocês vão deixar que eles festejem??Façam qualquer coisa, partam-nos todos..."
Ainda com os ânimos mais exaltados, tivemos de recorrer à força fisica e colocar em sentido alguns espectadores;
-Após carga policial, muitos deles resolveram ir buscar paralelos, sim leram bem, paralelos, para agredir o nosso corpo. Como estávamos junto de outro público essas pedras caíram junto do mesmo abrindo cabeças de mulheres e ferindo até crianças; depois o sr Presidente da instituição portista vem dizer que fomos nós que batemos em crianças e em mulheres, quando foram eles próprios a agredir as próprias mulheres e filhos;
-Para terminar, o jogador Rolando, defesa da equipa de futebol, estando presente no pavilhão ao terminar o encontro, foi abordado por um grupo de adeptos, dando-lhe um enxerto de porrada desde a saída do pavilhão até à sua viatura.
Poderão em breve confirmar isto tudo, mas disto ninguém veio falar, nem o presidente nem a SAD dessa instituição...»

POC disse...

@Pedro, touché.

Anónimo disse...

Traumas de infância...

Clube com engano do Damião na data da fundação... A infância do Eduardo Barroso foi na década de 50, onde vocês não cheiravam.

Aliás, a agremiação de bandidagem só ultrapassou o Sporting em títulos, na fase do aldrabão moçambicano ferreira, no ano de 1963.

O Eduardo Barroso viveu muito feliz até à adolescência, altura em que foi forçado a crescer, talvez cedo de mais, a ver um clube miserável, de gentalha, a ganhar títulos com a conivência de um estado autoritário...

POC disse...

@Anónimo 11:12, sabes pouco de História. E menos ainda de futebol. E é isto.

Anónimo disse...

para o senhor do corpo de intervenção:

nós portugueses inflizmente estamos habituados á violencia gratuita proporcinada pelo corpo de intervenção.
o senhor do corpo de intervenção deve ser daqueles q bate primeiro e depois vem perguntar o que se passou.

quanto ao corpo de intervenção tanto benfiquistas como portistas sabem a forma cobarde como agem.

quanto ao rolando, o senhor mente com tantos dentes tem na boca... enfim!

Ricardo disse...

Anónimo (10:15), um adepto que mata outro estará sempre a mais no futebol português. E, tanto que está, que foi condenado. Seria bom que todos os que cometem atrocidades similares tivessem tido o mesmo tratamento.

Achar que o que se passou foi por causa do Lisboa (que não este bem, aceito), é ser-se ou muito ingénuo ou muito mal-formado. Escolhe a tua.

Anónimo (11:12), "clube com engano", "agremiação de bandidagem", "aldrabão moçambicano", "clube miserável", "gentalha" - traumas?

Vai ler livros de História, mentecapto. Aprende a ligação que o teu clube tinha com o regime. O verdadeiro clube do regime foi o teu, palhacinho imbecil. E depois volta. Para eu te ensinar uma coisa simples: o apogeu do regime foi nos anos...



... 50. Esses mesmos, os em que nós "não cheirávamos". Quem é que cheirava nos anos 50?

Pedro disse...

" 50. Esses mesmos, os em que nós "não cheirávamos". Quem é que cheirava nos anos 50?"

KO. Este já não volta mais.

Um clube que só o é por ROUBOU os jogadores a outro clube. Um clube que começa logo assim está tudo dito.

Anónimo disse...

Em grande Ricardo... em grande!!!

Vitto Vendetta disse...

Odeio esse animal! Tanto como odeio o Serrão!!

Anónimo disse...

Meus caros: Mas porque é que fica tudo ofendido com o Barroso. Eu continuo com a minha opinião: são gajos como o Barroso e o MST que eu gosto! Que assumem o seu amor ao clube, são cegos. Claro que serem levados a sério ao ponto de escreverem num orgão nacional é relativo. Mas gostava de uma bela jantarada a 3 cada um a falar cegamente do seu clube. Isso é que era!
Tiago

BENFICA SEMPRE disse...

Os lagartos ainda não perceberam que depois do 25 de Abril foram eles que deixaram de ganhar títulos? São mesmo miseráveis... comidos todos os dias pelos tripeiros,desde a ida do Futre lá para cima, mas sempre contra o MAIOR... não passam de um clube sem assunto para contar! Uns tristes...

Passaralho disse...

Ronaldo está a mais no desporto português. Faltou-te esta.

O resto, é discutir o sexo dos anjos.

Abraço

Passaralho disse...

nota: sexo dos anjos, tirando a parte das mentiras raivosas do nosso amigo lagarto...

rui disse...

oh Anonimo...eu sou do Norte e tambem se fosse pra te espetar uma puta nessa tromba tambem nao ensaiava nada filha da puta,dava logo e fodia te esses dentes todos,que é pa aprenderes a ser gente,Dito isto,Ontem o programa Trio de ataque foi lamentavel,por parte de TODOS....O Benfica nao pode dar treguas a esta cambada,tem que os denunciar a todos,porque da parte da comunicação social" perdao,funcionarios publicos ao serviço do clube do ESTADO" nao existem para nos dar nada

Mentecapto da Silva disse...

Ricardo, ora aqui está mais uma questão fracturante, onde (mais uma vez) parecemos discordar.
Chegamos à fase em que temos que tomar, definitivamente, uma opção.
Se o teu treinador leva com um isqueiro na tromba arremessado por um adepto de um clube corrupto, esse treinador deve:
A)Comportar-se de acordo com a lei cristã, não tugir nem mugir e oferecer a outra face, na esperança que, da próxima, lhe arremessem com um contrato, ou
B)Seguir a lei de talião, mandar o adepto enfiar o isqueiro no cu e deixar bem claro que ele, os seus jogadores e o seu clube não temem NADA NEM NINGUÉM.
Os Benfiquistas vão ter que optar. Respeito (respeito mesmo) quem considera que Lisboa não esteve bem. Não peçam depois é equipas com mentalidade vencedora.

P.S. Nasci e cresci no norte. A única coisa que me entristeceu no dragão caixa foi ter percebido que ninguém tenha arremessado com o Merdaçal para a bancada, para junto dos seus.

Maquinista de Azeitonas disse...

O mais triste no meio desta caralhada toda, é aforma como a comunicação social aborda a questão. Basta pensar nos últimos factos, a jardinada lá de braga, a entrevista do Filipão e a selvajaria dessa dragonada de merda, para perceber o medo que essa malta tem dos filhos da puta dos camorreiros lá da madalena.

Jamais, mas jamais, apontam o dedo ao peidoso e a sua agremiação de sequazes, o que se compreende, porque se não ficavam sem dentes e sem emprego.

E quanto ao Sporting, fazer o quê, esses gajos pararam no tempo, fazem lembrar aqueles condes e duques que não têm onde cair mortos, mas que se continuam a achar acima do povinho.

Foda-se, Benfica, renasce, que quando tu renasceres é sinal que a verdade e a democracia regressou a este pobre país.

Hattori Hanzo disse...

A barbaridade que ele falou do Lisboa foi na espécie de programa que tem na espécie de televisão às 2ªs ou foi na espécie de crónica que ele tem na espécie de jornal desportivo diário. É das figuras que mais me dá asco no nosso futebol ou não tivesse sido um dos gajos que mais provocou o que aconteceu na 1ª volta deste ano quando vieram cá e depois do sucedido fazer-se de coitadinho a dizer inclusive que não tinha levado o filho por prever o que acontecera antes.

Ricardo disse...

Mentecapto, não há só essas duas opções. Há a opção - que defendo e acho poder trazer-nos muito mais dividendos - de simplesmente comemorar, rindo e fazendo a festa. A forma como a mentalidade vencedora aparece não é por ser mal-educado, é por querer muito ganhar em campo, durante o jogo e depois ganhar e gozar com os atrasados mentais que não sabem perder. Além disso, mentalidade vencedora é deixá-los fazerem merda e no dia a seguir ter um relatório detalhado sobre o que se passou entregue nas instâncias legais. Com inteligência, humor, competência. Gestos daqueles são estúpidos, não nos trazem nada e dão oportunidade aos broncos de achar que aquilo que o Lisboa fez foi o suficiente para a boçalidade que se seguiu.

Envia-me email, se puderes.

Maquinista, um dia. Um dia.

Mentecapto da Silva disse...

"Além disso, mentalidade vencedora é deixá-los fazerem merda e no dia a seguir ter um relatório detalhado sobre o que se passou entregue nas instâncias legais".

Não foste tu a escrever isto, foi o Rui Gomes da Silva...Isto é uma resposta politica, e ainda por cima na variante "politicamente correcta".
Isso só pode e deve ser feito se acontecer com um CAB, Barreirense, Lusitânia mas...não vai acontecer.

"Envia-me email, se puderes".
Não posso, camarada, não posso... Um dia, talvez um dia...

Ricardo disse...

Nada politicamente correcta e muito menos - não me ofendas - Rui Gomes da Silva. É actuar com método e directo ao assunto, sem deixar pontas soltas. Tudo o contrário do político.

Bem sei que não podes, camarada. O anonimato é assim mesmo. E muito vertical e frontal. Nada politicamente correcto. Um dia, então.

O Bandido disse...

O Barroso é daqueles velhotes que só te dá vontade mandar á bardamerda, vive de dizer parvoices, nem os lagartos o gramam sequer...

apenasfutebol disse...

Anónimo das 11:12,

Lá no alto do seu pedantismo pateta, saberá que foi um senhor chamado Góis Mota?

Saberá mesmo as origens e a história profunda do futebol português?! Tenho a certeza que não, e não passa de um patetinha que ouviu, por entre uns calduços, umas conversas no café da esquina por parte dos mais velhos - daquelas conversas de cuspir para o ar umas alarvidades misturadas com as cascas dos tremoços...ou será caviar, que é mais consentâneo com a suposta nobreza dos pic-nics de massamá?! Vá ler umas coisas, informe-se antes de vomitar postas de ignorãncia por essa boca fora...

editor69 disse...

Silveirinha...fdx juntaste as letrinhas da forma que eu queria ter juntado. Parabéns.
Epá e estar a TENTAR ensinar história correcta a anónimos é um bocado forçado.
É deixá-los lá na sua alegoria de sombras na caverna onde vivem.
Tadinhos.

Anónimo disse...

Pedro,

conta-nos lá como começou a equipa de futsal do Benfica.Só para ficarmos todos a saber.
E,já agora,para mim que sou muito burro,explica lá quem é que roubou jogadores e a quem para se tornar um clube.

Ricardo,

tu que tanto prezas a verdade deverias ter contado as histórias todas.Quem lê isto até parece que sois todos uns santos.Esqueceste-te,por exemplo,do célebre(pelos vistos para ti não é) caso do autocarro dos corruptos.O Filipe Santos,internacional português ,saiu de lá de maca,em coma(!) directamente para o hospital.Também temos o vosso "Diabo",etc.
No que diz respeito ao Sá Pinto,aconselho-te a pesquisares o porquê da agressão ao Artur Jorge.O Octávio Machado pode explicar-te o que se passou que,aliás,é público.Quanto ao Eduardo Barroso,as qualidades profissionais dele são inversamente proporcionais à estupidez e ignorância do espécime.Um atrasado mental,portanto.

P.S.É pena que te consideres um arauto da verdade e que tanto prezes as histórias bem contadas para depois seres parcial,faccioso e mesquinho.Podias,e muito bem,ter "atacado" as palavras do otário Barroso e por aí te ficares.Mas não,aproveitas as palavras de um bronco para atacar um clube,o Sporting Clube de Portugal.É pena.


SempreSporting

moleculasdeamor disse...

O "eduardobarrosismo" ou a incapacidade de sermos lúcidos e sérios... isso está a mais na vida toda... é tempo de lucidez, respeito, compreensão... e incondicional amor ao desporto!

Bicadas disse...

O Barroso é antibenfiquista, o que é que se vai fazer? O brilhantismo dele resume-se a uma área, sorte a dele... De resto, é um adepto que sente e fala/escreve como tal e, por isso, gosto dele.

Cumprimentos

Stranger disse...

Com mais ou menos pormenor exactamente o que pensei...o homem faz um descarado auto elogio do seu trabalho(que até merece)em cada cronica da Bola, lambuza-se no seu sportinguismo, mostra a sua inveja anti Benfica, e quando resolve sair destes parametros para falar de um desportista mais de 10 vezes campeão!!!!!! em vez de se curvar reverentemente como merece o Lisboa resolve "bani-lo".Porque não condená-lo ao Tarrafal???E já agora levar consigo o Eusébio...Não tenho pachorra para esta mente brilhante.

Mentecapto da Silva disse...

Ricardo, o "Mentecapto da Silva" surgiu precisamente para romper com o anonimato e, sendo o nome da tua autoria - mas sem que fizesse de mim o teu "amigo imaginário" - pensei que me conferisse alguma identidade.
Continuas a dar muita importância ao nome do mensageiro e a não valorizar a mensagem (ele não aprende, Ulricha...).
Depois, é o Rui Gomes da Silva quem deve sentir necessidade de dizer em público o que afirma só ter dito em privado, não tu.
Aliás, não quero saber de nada que me possas dizer em privado que não possas/consigas/queiras dizer em público.
No fundo, é nisto que, pelo menos para mim, radica a verticalidade e a frontalidade.

B Cool disse...

Mentalidade vencedora ganha-se no dia em que se obrigue a federção ou liga a entregar o troféu à frente daqueles vermes e festejar na cara deles o título de campeões.
Essa é a atitude que eu quero dos nossos dirigentes, nesse dia, em que não tivermos medo de festejar na casa deles, será o dia em que não teremos medo deles.
Posso compreender que o Lisboa depois de passar um jogo a ser insultado, cuspido tenha um gesto menos ponderado. Mas não me peçam para aplaudir esse gesto, nem para utilizar esse gesto como bandeira para a nossa afirmação.
O Benfica fez-se pela elevação dos valores

Ricardo disse...

SportingSempre, se puderes passar aqui a parte em que ataquei o Sporting (palavras tuas), muito agradecido fico.

Mentecapto, há quem se assuma e quem se não assuma. Tu preferes a segunda Estás no teu direito. E eu no de ter opinião sobre isso.

BENFICA SEMPRE disse...

Ao Sporting Sempre...

Mas o Sporting é algum clube? Tenta perceber há quantos anos deixou de o ser... a cegueira anti-Benfica é tanta que nem sequer tomam conta da própria casa... deixam fugir as pérolas para os de "lá de cima" e ainda se riem...
Não sei se te lembras de quando vieram buscar o Paulo Sousa e o Pacheco... e ainda tentaram o João Pinto! A vossa sorte é que no Benfica não cabe nenhum jogador do teu clube... não abras os olhos não! Passa a vida a pensar no Benfica e deixa os outros "lá de cima" sodomizar-vos a torto e a direito... mas a culpa das vossas derrotas é sempre do Benfica!
Acordem para a realidade... esse Barroso é um patego que não percebe uma ponta! Só aparece porque é o "sr. Doutor... e tal...", não pesca nada de desporto e nem sabe defender o clube dele... só faz propaganda! É um bobo que acredita no que diz, coitado... só que (in)felizmente arrasta muitos (como ele) com ele...

É pena o Sporting ter deixado de ser o Clube que já foi... jé nem dão luta... Tenho dito!

Ulrich Haberland disse...

Pouco me importa (perdoa-me B Cool) o dia em que a federação fizer..., o dia em que a policia fizer..., o dia em que os tribunais fizerem..., o dia em que o governo fizer... NÓS temos que fazer!!! Parar de chorar e fazer queixinhas e ir à luta! A vida não é justa, nunca foi.

Não quero dar a outra face, não quero descer ao mesmo nível. Quero reduzi-los à sua insignificância!

Quero ganhar, aqui, lá, onde for! Quero festejar muitos títulos nos balneários até chegar o dia em que os passemos a festejar no campo.

Andamos todos para aqui a "esgalfinhar-nos" quando o que todos queremos é uma e a mesma coisa, que o Benfica ganhe.

Temos é, todos, que pensar como fazer isso acontecer.

P.S. - Sim, ir à luta também passa por denunciar sistematicamente as manobras do sistema. Incomodá-los muito, sim. Sempre. Calar-nos nunca mas servir de desculpa não mais.

Ricardo disse...

Ulricha, envia-me email, se puderes. Quero falar-te de algo que está para acontecer e que tem a ver com este teu último comentário.

B Cool disse...

Lamento Ulricha, mas no dia em que os nossos dirigentes tiverem tomates para obrigar as entidades desportivas a assumirem as suas responsabilidades e colocarem o clube do peidoso no seu devido lugar é o dia em que o edifício deles começa a cair, pois toda a gente verá que as tácticas de coacção deixaram de ter efeito e não mais mandam nos poderes desportivos. Nesse dia, árbitros, dirigentes, treinadores e jogadores deixarão de ter medo ...
E começará a ser tão difícil para eles ganhar, como para nós ...
acabam os jogadores que deixam de jogar contra eles por salários em atraso e as equipas que desistem quando vão jogar contra eles ...

Pedro disse...

Bom dia!

E não é que a Ulricha vence por KO técnico - concordo em absoluto, mais palavras para quê?

Abraço a todos,

Pedro

Ulrich Haberland disse...

@Ricardo, e-mail enviado.

@B Cool, "...no dia em que os nossos dirigentes tiverem tomates...". Aqui nos separamos, não aceito ficar dependente do que os outros fazem.

B Cool disse...

nossos dirigentes as in dirigentes do Benfica, pois esses são os nossos

Ulrich Haberland disse...

As minhas desculpas então B Cool, não foi assim que entendi

Anónimo disse...

Esse barroso em causa atraca de popa segundo consta nos hospitais de Lisboa.

Miguel A. disse...

Ricardo,

Quanto ao tal Bacoco, tudo dito. Ele e o mano têm avenças em dois canais que lhes permitem destilar maus princípios, boçalidade,invejinhas, fel e raivas atrasadas a um ritmo semanal.

Quanto ao Carlos Lisboa - sim, também não gostei do gesto. Mas se tivesses sido insultado, de todos os nomes que possas imaginar e de outros que talvez não possas,antes, durante e depois de o jogo terminar (para já não falar na intimidação a cargo dos "seguranças" contratados pelo porto, nas zonas de acesso aos balneários, no dia do jogo) por atletas, adeptos e dirigentes do porto, isto para não falar da quantidade de objectos arremessados para o banco do Benfica, talvez tivesses perdido um pouco a cabeça e respondido como o Lisboa o fez, à letra, ao insulto final que lhe foi dirigido por um atleta do porto.

Não foi bonito, eu também não gostei. Mas não somos de ferro, somos de carne e osso, e compreendo a reacção do Lisboa, obviamente sem concordar com ela. Se a equipa entrou sem medo no pavilhão foi porque também sentiu o seu treinador sem medo. E precisamos de treinadores e dirigentes que não tenham medo de manobras intimidatórias e de climas ameaçadores, e não se escondam diante dos insultos e das ameaças. Se não, qualquer dia até o Macaco veremos, num cargo federativo qualquer, a ser condecorado pela prestação de bons serviços ao desporto nacional :)

Abraço