terça-feira, 22 de maio de 2012

Quando sabes que o teu clube precisa de um novo Presidente?

Quando, em vez de ter uma identidade própria que continue a História gloriosa do Benfica, assistes a uma tentativa de copiar corruptos com a diferença de não ganhar títulos. 

Desde o speaker a falar nos jogos em casa, aos apagões e jorros de água, passando pelos comunicados imberbes mascarados de "fina ironia" e, entre tantas outras tentativas de copiar o modus operandi do Porto (não espanta, afinal Vieira, tivesse Pinto da Costa saído mais cedo, teria sido candidato a governar os portistas), acabando nas cabeças pintadas a vermelho dos jovens iniciados no jogo da consagração deste fim-de-semana - que naturalmente, por ser contra o Porto, perderam.

Vieira quer ser Pinto da Costa. Só que lhe faltam talentos óbvios: não sabe corromper (valha-nos isso!) e não tem um milésimo de conhecimento sobre futebol que o corrupto-mor tem. O que fica? Um clube glorioso amesquinhando-se em cópias falsas. Sem sucesso, sem poder, sem nada. 

Mas o povo está feliz e quer mais. Afinal, nesse particular Vieira conseguiu atingir o que o seu ídolo conseguiu: meteu na ideia da maioria dos adeptos que ou ele se mantém na Presidência ou o Benfica desabará e nunca mais voltará a ganhar. O problema é que já não ganha nem alguma vez ganhou de forma sustentada com ele ao leme. Mas para isso há sempre uma resposta: criámos estrutura (que obviamente, se tivesse estado lá outro gajo qualquer, não teria sido possível criar, porque só o Vieira e a sua equipa é que sabem receber subsídios do estado e promover parcerias com bancos) e, muita atenção!, tivemos um milagre financeiro de tal forma que, nos seus mandatos, criámos um passivo 10 vezes maior ao que havia quando ele lá chegou. 
 

Meus senhores, isto é o Benfica!

35 comentários:

Passaralho disse...

Tenho muito medo disto, sabes. Muito medo mesmo!
Tanto medo ou mais do que se fosse Veiga para lá, como tanta gente teme!
Tanto medo ou mais como tive de Vale e Azevedo!

Estes gajos estão-se a encher, à grande, e a dar cabo do Benfica. E somos tão poucos a perceber isso...

Abraço!

João Paulo disse...

E quando sabes que o teu clube precisa de novos adeptos? Quando alguns continuam a sua cruzada diària contra moinhos de vento, com mentiras e insinuações, achando inocentemente que para combater este futebol corrupto basta trocar de direção e treinador, etc.
Mas não é só o Benfica que precisa de novos adeptos, ou melhor, não precisa de tantos adeptos, são estas pessoas que precisam dum novo clube para pararem um bocado de marrar contra o vermelho (ou contra os seus responsáveis). Se isto é o Benfica e há quem não goste, não seria melhor pararem de se chatear e de envelhecer à conta do clube e afastarem-se, deixarem o clube para quem o ama, independentemente dos resultados?!?

Ricardo disse...

Atenção que o João Paulo ama o Benfica, ao contrário dos outros. Palminhas para o João Paulo.

Ricardo disse...

Passaralho, descansa que quando perceberem isso vão dizer daqui a uns anos que sempre tinham percebido. Quando o Vieira sair de lá e as pessoas se derem conta do estado calamitoso em que se encontra o clube, ninguém, daqui a 10 anos, vai dizer que votou nele. Felizmente hoje existe internet e textos guardados para a eternidade. Vai ser difícil apagar a boçalidade e a posterior mudança de opinião. Abraço.

David Duarte disse...

João Paulo, não basta dizer que alguém é mentiroso para que essa pessoa seja efectivamente mentirosa : é preciso apresentar argumentos e esses resumem-se, naqueles que defendem esta direcção, a um simples e redutor (mas se calhar a cabeça não dà para mais) quem critica està contra o Benfica, causa divisão e faz o jogo dos nossos adversàrios.

Sejamos sintéticos nas criticas que fazemos e eu, da minha parte, reduzo a duas que tocam as questões que levaram Vieira a a ser eleito duas vezes:

1. Situação financeira : apesar da propaganda feita por esta direcção e por aqueles que a apoiam nos meios de comunicação social, o passivo do Benfica explodiu com o Vieira! Isto é um facto. Como é igualmente um facto que, nesta analise, tenhamos de ter em conta igualmente os activos. O problema é que esses mesmos activos, temos vindo a perde-los (exemplo, Estadio da Luz);

2. Situação desportiva : foi sobre este tema que Vieira foi reeleito e qual é o resultado? Não apenas não acabàmos com a hegemonia do FC Porto, como fomos por diversas vezes humilhados por eles. E se fizermos as contas dos titulos, em quase 10 anos de Vieira temos 2 campeonatos e 1 Taça (o FC Porto tem 8 campeonatos, 1 Liga dos Campeões e 2 Liga Europa);

Posso ainda adicionar um terceiro ponto, a situação administrativa, na qual assistimos a uma centralização do poder cada vez maior e a episodios como golpes estatutàrios que se fossem realizados no quadro politico, justificariam revoluções e intervenção da comunidade internacional.

Eu apenas peço aos que ainda defendem esta direcção uma argumentação contrariando estes argumentos que apresentei. Sim, porque parto do pressuposto que, sendo eu contra esta direcção e havendo quem seja a favor, estes sejam capazes de contra-argumentar e de justificar as suas razões.

Enquanto estiverem na logica do "não podemos nos dividir e vocês são uns heréticos por criticar o Benfica" (argumento este que tem como premissa inacreditavel uma relação de identidade entre o clube e quem o dirige, como se o afastamento desta direcção implicasse o desaparecimento do clube) vou continuar por não perceber como é que existe gente que não vê aquilo que para mim são evidências : explosão do passivo, fracasso desportivo, autoritarismo administrativo.

John Billy #32 disse...

Há uns anos atrás uma amiga da minha mulher convidou-nos a passar o Domingo a casa dela.
Essa tal amiga está casada com um dos líderes dos SD.
O dia passou normalmente sem ninguém falar de futebol quando apareceu a meio da tarde o Madureira mas conhecido como "o Macaco".
Quando soube que eu era do Benfica perguntou-me se estavas satisfeito com o meu presidente.
Respondi-lhe que assim, assado...
E depois disse-me:
"olha que podes ter a certeza absoluta que o gajo não é benfiquista. Já o vi no túnel das Antas a insultar e a gozar jogadores do Benfica, a festejar as vitórias do Porto com o Pinto da Costa.
Mas fica descansado que o homem também não é portista. Nem sportinguista. É unicamente um oportunista que está do lado do qual saca mais proveito.
Aqui nunca enganou ninguém e só espero que vós continua a enganar muito tempo".
Na altura quando tive essa conversa ainda duvidei da palavra do tipo (era na altura do livro da Carolina e o Vieira ainda mostrava luta e empenho contra a corrupção).
Actualmente não restam quaisquer dúvidas sobre as motivações do nosso querido líder.

Passaralho disse...

Não fico descansado, como tu também não Ricardo, porque até lá quem sofre é o Benfica. E o Benfica sou eu. E o Benfica somos nós, todos.

John, no teu relato só me surpreende verdadeira mente o macaco falar assim tão polidinho... :)

Abraço.
Benfica Sempre!

Passaralho disse...

nota: o espaço entre 'verdadeiramente' que origina 'verdadeira mente' não foi intencional.

John Billy #32 disse...

Passaralho, admito que cortei muito "filho da puta" :)

Passaralho disse...

***modo pronúncia do norte on***

Ah bô!!!!! Assim tá bem, caralho! Puta que pariu, que nem me parecia esse cabrão de merda!

***modo pronúncia do norte off***

eagle01 disse...

O caricato da situação recente do Benfica é que ainda hoje muito boa gente fala dos tempos de Vale e Azevedo, como sendo isto e aquilo, quando nesse tempo foi possível ser oposição, foi possível atacar, insultar, aliar-se ao inimigo, e conseguir derrubá-lo. Nesse tempo ele era acusado de ditador, hoje o democrata manda os capangas que tem na comunicação social, insultar quem ousa por em causa a estratégia do Rei Sol.

Curiosamente não lemos nem ouvimos os mesmos criticos de Vale e Azevedo questionarem o actual caminho do Benfica. Nem o caminho politico, pois não se vislumbra qualquer estratégia, nem o caminho económico, que está a conduzir à ruína enquanto pelo contrário, as empresas do Rei Sol vão bem na vida.

Em 2001 ou 2002 tente arranjar assinaturas para convocar uma AG, já nem sei bem porque motivo. Enviei cartas às Casas do Benfica que estavam listadas no site. Respondeu-me por telefone o presidente da Casa do Benfica de Alverca. Disse-me, em tom de aviso, que não devíamos ir por aí. Percebi. E não voltei a pegar na ideia.

Quanto ao que disse o Madureira, não percebo a vossa admiração. Esse episódio foi ventilado (em letras pequenas é certo) na comunicação social. Nesse jogo, o "tirano" JVA foi para o meio dos adeptos do Benfica, foi cuspido e insultado na passagem entre os adeptos do FCP, enquanto o Sr.º Vieira estava sentado no camarote de Pinto da Costa, e aplaudiu os golos do FCP.

Como é possível um gajo destes vir a ser Presidente do Benfica? Ah, ouve um bêbado antes. Um bêbado apoiado pelos notáveis do clube. Uma cambada de mal dizentes e otários que com a sua ajuda, trouxeram o Clube para esta situação. Como é possível a SAD endividar-se a Banca mais 15 milhões de euros em 9 meses, numa época que facturamos 21 milhões na Champions e vendemos Coentrão e Roberto por mais de 35 milhões líquidos?

Já devemos 255 milhões aos Bancos, e o Sr.º Vieira assobia para o lado com o discurso "cuidado com os aventureiros" e "recuperamos a credibilidade" ...

Qual o fim disto? Alguém alvitra? Eu sei: a dependência total do "sistema" (Bancos e Joaquim) que nos irão provocar ANOS DE SUBMISSÃO...

ww.basta2002.blogspot.com

O Bandido disse...

O João Paulo quer dar uma lição de benfiquismo ao pessoal, este é daqueles que ganha a Taça da Liga, reza um pai nosso ao Vieira e vai celebrar para o Marquês como se tivesse ganho a Champions! Foda-se!! Ambição crl!!

Anónimo disse...

E por quantas vezes se multiplicou o Activo???

Ou isso não interessa referir...

jakim bolas disse...

Muito gira esta troca de mimalhos.

Mas estou muito mais interessado nessa do PASSIVO e na omissão do ACTIVO. É que um sem o outro nada esclarecem.

Mr. Shankly disse...

Concordo 100% com os 3 primeiros parágrafos.

Em relação à situação financeira, é preciso ter cuidado (que alguns dos anteriores comentadores não tiveram) e não cair na simplificação excessiva. O passivo aumentou por muitas razões, tanto endógenas como exógenas, e foi acompanhado pelo Activo. Não é fácil comparar as contas de hoje com as do tempo de JVA, mas há bons indicadores de melhoria: situação regularizada com o Estado, ordenados em dia em todas as modalidades, capacidade de investimento. E é isto a "credibilidade" com que muita gente goza e acha que é um chavão. Não é um chavão. Temos muito crédito bancário? Temos. Porquê? Porque temos credibilidade. Os bancos acreditam que vamos pagar. Antes não tínhamos crédito bancário, se nem salários pagávamos, nem segurança social, como é que havíamos de reembolsar empréstimos bancários?

Isto lembra-me aqueles filhos da puta (lembra-me, não estou a chamar a nenhum dos comentadores porque no Benfica não há disso) que dizem que com o Salazar é que estávamos bem.

Pedro disse...

Shankly, não tenho memória para tanto mas tenho quase a certeza q salários não faltaram no mandato de Vale e Azevedo. E muitos pagos do seu bolso... Agora no tempo de Damásio...ui ui.

John Billy, essa história de Vieira não é única. Há quem o tenha visto nos camarotes VIP do Dragão a festejar vitórias e "conquistas" dos azuis. Mas está tudo bem...

E isto foi dito quando ele apareceu como gestor para o futebol. "então um gajo que festeja as nossas vitórias vai ser o patrão do futebol no teu clube?"....até mos caíram... mas aí era o lobby do cimento (q muitos nem sabem do que estou a falar) que mandava.

John Billy #32 disse...

Não gosto muito de pegar na vertente financeiro porque sou um leigo na matéria.
Mas mesmo assim, sempre que se fala do passivo também se deve fazer referência ao activo para haver termo de comparação.
Por exemplo nos meus tempos de adolescente tinha um passivo de zero.
Hoje tenho uma importante dívida ao banco devido a um empréstimo que pedi para poder comprar uma casa.
Comparando só o passivo, era quase lógico afirmar que a minha situação financeira actual piorou bastante desde a minha adolescência.
Porém, se era verdade que nada devia, convém não esquecer que também nada tinha.
Hoje, além do empréstimo, também tenho uma casa, um carro, uma mota e rendimentos que me permitem afirmar que apesar de dever bastante dinheiro ao banco estou em muito melhor situação financeira que há 20 anos atrás.
Mas...
Quando comprei o meu apartamento fiquei com um montante X em dívida. Foram passando os meses, e os anos, e esse valor X tem diminuído constantemente, isto apesar das subidas de juros e das troikas.
Infelizmente não vejo nada disso no Benfica. Vejo o passivo aumentar de trimestre para trimestre. Apesar dos milhões que tem entrado em vendas de jogadores e em prémios da Champions.
Penso que já ultrapassamos os 400 milhões de euros!
Ainda há pouco tempo, li num jornal catalão que os dirigentes do Barça andavam preocupados por ter um passivo superior aos 500 milhões.
Eles que têm alguns dos jogadores mais caros do Mundo, que recebem uns 100 milhões de euros anuais em direitos televisivos, que devem receber outro tanto em publicidade estão preocupados por ter um passivo de 500 milhões.
Nós falamos em credibilidade financeira quando vemos um clube da dimensão do Benfica dever uns 400 milhões.
Há alguma coisa nisto que não bate certo.

Mr. Shankly disse...

Pedro, falava-se muito disso. O que era verdade e o que era invenção da imprensa não sei. Agora, dívidas à segurança social existiam.

moleculasdeamor disse...

Atenção ao que o Eagle01 escreveu... atenção à palavra SUBMISSÃO!!!!
Atenção aos desatentos!

Pensem pela vossa cabeça caralhos, não se deixem levar pela propaganda!

moleculasdeamor disse...

O activo... um estádio, um complexo de de treinos e jogadores valiosissimos! Que se o Benfica entrar em falência paga metade do Passivo, se conseguirem vender o estádio e lá se possa construir um condomínio privado... ora amigos deixem-se disso!
Má gestão... ponto final... camionetas de jogadores e ordenados parvos pagos a essa camioneta de people... abra a pestana... pensem pela vossa cabeça... apre!

Pedro disse...

John Billy,

Tocaste no cerne da questão quando referes: "e rendimentos que me permitem afirmar que apesar de dever bastante dinheiro ao banco estou em muito melhor situação financeira que há 20 anos atrás".

Ora bem em qualquer empresa ou na nossa vida familiar este é o ponto fundamental, não me interessa ter activos de 600M com um passivo de 200M se esses activos não geram fluxos que permitam pagar as necessidades correntes, sejam estas juros ou o amortizar da dívida...por isso esta questão de activo versus passivo também não me diz nada!
A questão que importa esclarecer é:
Será que os activos geram fluxos que permitam a sustentabilidade do clube? E não estou a falar de mais valias, mas de fluxos derivados da exploração! Esta é a questão!

Abraço
Pedro

JC disse...

Fica aqui um artigo que aborda de uma forma "levezinha" o estado das contas dos clubes. Reporta-se à época 2010/2011 mas mantém-se actual.

Trata-se de um artigo de opinião de especialistas na matéria e que é interessante precisamente pelo afastamento clubístico - não vale chamar os senhores de abutres, está bem?

Para os que gostam muito de falar no Activo, atentem bem no último parágrafo:

"O professor do ISEG contesta ainda o argumento, frequentemente usado pelos clubes, de que os activos que têm são suficientes para cobrir os passivos. "O valor de mercado do plantel do Benfica, mesmo que vendessem todos os jogadores, não era suficiente para cobrir o passivo e o dinheiro que os accionistas lá colocaram quando constituíram a SAD", avisa. "

Mr. Shankly disse...

JC, o valor de mercado do plantel não é o único activo do clube. Por outro lado, ninguém quer liquidar o Benfica, pelo que não faz sentido vender os jogadores todos para pagar dívidas.
Um dos activos principais é a marca, que permite gerar fluxos financeiros futuros, o que se espera que venha a permitir gerir a dívida. O Benfica, como o fcp ou o sporting, é deficitário ao nível operacional, ou seja, sem mais valias perderíamos sempre dinheiro. A boa notícia é que, quando acabar este contrato com a Olivedesportos, vamos ter mais 20 M € /ano (ou perto disso) de receita. Pelas minhas contas, e mantendo um nível de investimento anual de uns 15 M / ano, dá para equilibrar as contas, desde que estejamos na Champions. Se não estivermos, temos que vender.
Na minha opinião, neste momento deveríamos continuar a vender jogadores para reduzir o endividamento bancário (que nos custa 20 M € por ano) por mais algumas épocas.

A situação do Benfica, não sendo brilhante, é gerível. E é gerível com possibilidades de investir e trazer bons jogadores todos os anos.
Há 10 anos a situação era dramática.

Andrezini disse...

JC não podes por aqui o link desse artigo das finanças do Benfica sff?

Abraço

JC disse...

Andrezini, as minhas desculpas pelo lapso. A ideia era ter mesmo deixado o link. Aqui vai ele:

http://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1520744

Mr. Shankly,

"Por outro lado, ninguém quer liquidar o Benfica, pelo que não faz sentido vender os jogadores todos para pagar dívidas."

(deixa os bancos fecharem a torneira ou o Benfica começar a entrar em incumprimento e verás se não o querem liquidar.)

"Um dos activos principais é a marca, que permite gerar fluxos financeiros futuros, o que se espera que venha a permitir gerir a dívida." (e que força pode ter uma marca perdedora? Sim, há que assumir que é nisto que nos estamos a tornar, por muito que o discurso propagandista a evocar antigos feitos nos queira fazer crer no contrário.)

Quanto à Olivedesportos: não sou adivinho, mas estou curioso para ver quanto é que vamos encaixar com a solução que LFV encontrou no final de Fevereiro último.

Mentecapto da Silva disse...

"Quando sabes que o teu clube precisa de um novo Presidente"?

Simples: Quando sabes que o teu velho Presidente precisa (desesperadamente) do teu clube.

Andrezini disse...

Obrigado JC, toda a informação é pouca acerca do assunto das finanças do Benfica. Andam por ai tantas opiniões diferentes que até tive que voltar a pegar nos livros de Analise Financeira ( cheios de pó :D ).

Abraço

JC disse...

Andrezini, são opiniões. Eu, pessoalmente - e relativamente a esta matéria -, gosto sempre de ler aquelas que têm algum afastamento clubístico.

Já agora, e a quem interessar, aqui fica uma visão geral sobre a situação financeira do futebol português em geral:

http://www.vidaeconomica.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ve.stories/78777&sid=ve.sections/195892&skin=ve

Mr. Shankly disse...

JC, é uma hipótese. Os bancos fecham a torneira, o Benfica fecha as portas e os bancos ficam a arder com uns 100 M € (mais os juros dos empréstimos). Achas que os bancos vão fazer isso?

Uma marca perdedora? OK. Como o Tottenham, o Arsenal, o Valência, o Roma, o Nápoles, etc.
De qualquer forma, até que se perca esse potencial vai demorar.
Mas nem quero discutir isto, só queria meter a colher na situação financeira actual.

Andrezini disse...

Claro JC e quantas mais melhor. É importante é sabermos pensarmos por nós próprios e tentarmos analisar por nós a situação. Não como vejo muitas pessoas que por exemplo no caso dos artigos de José Albuquerque no Obelovoardaaguia, que dizem que não percebem nada de finanças mas que dizem que os artigos são excelentes, e que explicam tudo. Nada contra o sr.José Albuquerque que até admiro por perder tanto tempo a tentar analisar as contas do Benfica.

Abraços

JC disse...

Shankly, fecham a torneira como já fecharam anteriormente. Mas não nos preocupemos que o Activo resolve. E se não resolver fazemos a Operação Coração II.

Não vamos comparar o Benfica com clubes ingleses que têm dinheiro a rodos e estádios cheios em todos os jogos. Tu que percebes da poda sabes que não é justo.

JC disse...

Andrezini, nada mais certo.

Abraço.

Mr. Shankly disse...

JC, o que não é justo é falares em situações hipotéticas. Ou exigir a um gajo sem pernas e equipado com uma picareta que escale o Evereste.
É óbvio que existem problemas de curto prazo, que só a exploração da marca a médio prazo pode resolver. Se nos cortarem o financiamento fechamos? Claro que sim, e ficava se calhar o Braga a jogar sozinho, porque todos os outros fechavam também.

Como disse desde o início, a situação não é boa, mas é gerível.
Outro caminho é assinar um contrato de 25 M € por 10 anos, e nestes 10 anos esquecer os títulos e a Champions League: vender os craques e jogar com putos que ganham pouco, e depois ressurgir com um Balanço são. Mas conheces algum benfiquista que queira isto? Há uns anos houve um lagarto que falou em fazer isto no Sporting e já ninguém sabe o nome dele.

Há um 3º caminho: ganhar sempre. Mas sem putas não dá. E contra putas ainda pior.

John Billy #32 disse...

"Como disse desde o início, a situação não é boa, mas é gerível."

Shankly, é gerível até um dia.
A situação também era gerível em Portugal, na Grécia ou em Espanha e olha como está agora.

Mr. Shankly disse...

Claro, John Billy. Tudo pode mudar (aliás, está a mudar, as taxas de juro estão a subir brutalmente e por isso temos que reduzir a exposição ao crédito: por isso teremos que vender mais jogadores do que gostaríamos).

Temos que ser flexíveis, mas não vale a pena andarmos com medo da própria sombra.