sábado, 5 de outubro de 2013

Orgulho em ser ignorante


Não acredito que haja um benfiquista que considere que Jorge Jesus tem, neste momento, condições para continuar enquanto treinador do Benfica. Começou mal, muito mal, a quinta temporada de uma triste série cujo desfecho já vem sendo anunciado há uns tempos. As derrotas e empates do início de temporada, a desvantagem de cinco pontos para o líder do campeonato e um futebol praticado a roçar o miserável são os ingredientes para um cocktail molotov que está prestes a explodir para os lados da Luz.  A saída de Jesus, provocada pela sua falta de qualidade em gerir seres humanos, pelos fracassos acumulados e, sobretudo, pela pressão que está a ser exercida pelo braço armado de Vieira (um tal de "Jornal A Bola") vão ditar a queda do ainda treinador benfiquista. E nem junto nesta equação o famoso chavão da "impaciência dos adeptos" uma vez que neste caso a paciência dos adeptos foi uma autêntica "paciência de santos", tolerando o intolerável, sustentando o insustentável. Por tempo demais.

Olhando retrospectivamente, Jesus já perdeu há muito a sua credibilidade e as condições para ser treinador do Benfica. Não foi após a derrota humilhante em Paris, nem tão pouco após o empate com o Belenenses. Não foi pelo triste episódio do Jamor, não foi por perder os campeonatos de 2013 e 2012 em condições tão semelhantes quanto surreais, nem pela época das sucessivas derrotas humilhantes com o Porto (5-0, 1-2 e 1-3) e Braga. Jesus perdeu as condições para ser treinador do Benfica antes de tudo isto, no exacto momento em que perdeu a dignidade. Jorge Jesus não tem condições para exercer o cargo que ocupa desde Maio de 2010, quando na ressaca do título nacional chantageou Vieira e, por consequência, os benfiquistas, com uma proposta do Futebol Clube do Porto. Nunca, jamais, em tempo algum o Benfica pode ter como treinador um chantagista sem princípios que está disposto a ir para o principal rival, promovido nestes anos a inimigo. Vieira viu-se numa posição delicada: ou renovava com esta espécie de Judas ou mandava para a rua um homem que, na altura, era visto como o Salvador. Renovou e errou, como provou o tempo.

O pior disto tudo é que Jesus, ao longo destes quatro anos, teve oportunidades mais que suficientes para  se reinventar. Para mudar. Para se corrigir. E não lhe faltou nada: teve um clube de uma dimensão gigante, um salário megalómano, uma estrutura que o próprio menosprezou e ignorou e até a pressão dos adeptos para que mudasse. O que fez ele? Nada. Continua a exibir a sua boçalidade grotesca dentro e fora das quatro linhas, seja nas conferências de imprensa seja durante os jogos. Tão depressa vamos a Paris para atacar como estamos a levar 3 secos em meia hora para, no final, sermos brindados com um "o PSG é muita forte e o Abramovich [sim, nem sabe dizer o nome do craque dos parisienses] teve movimentações de que não estávamos à espera". Eu já viu ignorantes triunfarem. Esporadicamente, é certo, mas até conseguem um ou outro triunfo. Mas um ignorante consciente da sua estupidez sobre-humana e ainda por cima orgulhoso dessa condição, nunca triunfou, não triunfa, nem triunfará. Lamento, mas eu não dou mais para este peditório. Este labrego não tem mais condições para ser treinador do Benfica.

27 comentários:

JotaPê disse...

"Não acredito que haja um benfiquista que considere que Jorge Jesus tem, neste momento, condições para continuar enquanto treinador do Benfica (...)".

Há: eu.

"(...) uma estrutura que o próprio menosprezou (...)"

Uma estrutura? Qual estrutura?

E pronto. Assim segue vieira, entre os pingos da chuva...

JP disse...

Apoio o Benfica. Apoio LFV. Apoio JJ.
Benfica Sempre!
com todo o respeito

Anónimo disse...

EXCELENTE!!!
NÃO TEM AS MINIMAS CONDIÇÕES,PARA CONTINUAR!
ALÉM DISSO, NÃO AMA O BENFICA, SE NÃO FOSSE NAO TERIA EXIGIDO UMA INDEMINIZAÇAO LOUCA PARA OS COFRES DO CLUBE, CASO FOSSE DESPEDIDO!
ELE NÃO SENTE O CLUBE. PARA ELE ESTÁ MAIS O SEU "EGO" DO QUE OUTRA COISA. VEJO DA PARTE DELE MESMO VIVENDO À DISTÂNCIA UMA PESSOA QUE NÃO SENTE A MÍSTICA DO CLUBE.E ISSO PARA MIM É SUFICIENTE!

Rusty Ryan disse...

Amén.
Tudo dito, sem tirar nem pôr.
Eu assumo o meu erro: fui daqueles que defendi que Vieira não o devia deixar ir para o Porto em 2010 e que devia ter renovado (somente por um ano) no final da época passada.
Arrependo-me de uma e outra situação.
O Benfica tem de ser Benfica. De uma vez por todas. Quem quer estar, está; quem não quer, até um dia.
Que vá embora, mas que leve LFV com ele.

Zé de Fónes disse...

Enquanto Vieira faz ou não o Kama Sutra com JJ, nós temos de arranjar um candidato à Benfica, dê lá por onde der, para destronar este parasita do nosso clube. Chega de humilhação.
A raiz quadrada ou a hipotenusa do conhecimento destes "esmifras" já está mais de calcada e recalcada. O Benfica está orfão de líder. Sucesso financeiro, sim senhor, mas vitórias nem vê-las. Basta!

hertz disse...

"pela pressão que está a ser exercida pelo braço armado de Vieira (um tal de "Jornal A Bola")". E as capas do CM? Desde o jogo de Paris que andam a fazer a cama ao JJ e hoje, até ao Rui Costa. Foi com estes gajos que o Benfica fez um acordo...enfim. Vieira a preparar terreno para sair ileso desta crise.

Pedro Ribeiro disse...

eu também não acredito que a maioria dos Benfiquistas defenda a continuidade do Jesus. A maioria dos Benfiquistas, pelos vistos, não percebe que o treinador é o menor dos problemas. A maioria dos Benfiquistas enaltece a cultura do futebol inglesa, onde treinadores como Alex Ferguson, Alan Pardew, David Moyes, Wenger ou até o antigo Villa do Martin O'Neill, permanecem, época após época, a fazer o que lhes pagam para fazer: treinar. Mas no Benfica há os valores! Há a exigência de vencer! Agora até anda aí uma moda de falar nos valores de Cosme Damião, quando ainda há poucos anos quando viam uma bandeira com a cara do homem pensavam que era o pai do Camacho, quando o principal motor da cultura de exigência no desporto, ao que parece, até foi Ribeiro dos Reis. Mas adiante. A maioria dos Benfiquistas tem que perceber que o Jesus, se fosse bem apoiado - e aqui no apoio os adeptos são secundários - pela direcção, tinha todas as condições para ser o treinador de uma geração de Benfiquistas. Só não o é porque a direcção não percebe um caracol de bola. Estou farto de repetir as mesmas ideias, neste momento que seja feita a vossa vontade: mude-se o treinador. Venha o Marco Silva. Depois quando o Marco Silva ficar em 3º lugar no grupo da Champions aproveitem o Toni para ser o novo Mário Wilson. Depois venha o Rui Vitória, depois quando o Rui Vitória for despedido, lá para Abril, venha outra vez o Toni enquanto o novo treinador de renome internacional assume as rédeas. Seja feita a vontade dos Benfiquistas.

Sentinela disse...

Caro JNF,
"Este labrego", como você lhe chama,deixou de ter condições para treinar o Benfica exactamente no dia a que reporta essa foto.
Nesse dia, com um Presidente à BENFICA, teria recebido ordens para regressar a Lisboa em transporte alternativo e com indicação para se apresentar nos RH do clube a fim de fazer contas...
Depois deste acto(ajoelhar perante o adversário) indigno do Sport Lisboa e Benfica, este individuo jamais poderá LIDERAR o que quer que seja!!!
No entanto, termos perto de nós o "idiota útil" é vantajoso em determinadas alturas.
Especialmente esta que atravessamos...

Anónimo disse...

Não é so o Jorge Jesus...há muita me... dentro do Benfica.

Que se fale também do Jorge "Creolina" Gomes...

chakra indigo disse...

É estupido, ignorante, burro e mais qualquer coisa, mas ganha uns milhões por ano.Por vezes um pouco de contenção dá mais credibilidade ao nosso pensamento.
Neste momento, mesmo que a decisão fosse despedir Jesus, quais os danos, e quais as alternativas? Se nomeares um, repito UM treinador que foi campeão no nosso clube sem ter iniciado a época vou repensar este assunto.
Este assunto devia ter sido tratado noutro timing, e não quando estamos mal, mas a tempo de corrigir.
Viva o Benfica!

chakra indigo disse...

Já agora, e provavelmente este comentário também deverá ser "moderado", é muito triste quando, vá lá, se "moderam" comentários que não nos agradam.Deixei um comentário no post Insubordinação que foi "moderado", o que é um atentado aos bons costumes e á liberdade de expressão-aquilo de que alguns se queixam que existe nas assembleias do Benfica, só que aqui não se usa buzina, mas sim o lápis azul, que é algo que pensava estar no baú das memórias.
Viva o Benfica!
PS_ e não vale vir dizer que foi ofensivo, basta publicá-lo e toda a gente de boa fé poderá constatar ser apenas uma opinião.

chakra indigo disse...

:-))

Luís Mendes disse...

Boa tarde a todos os benfiquistas

Infelizmente observo que todos e repito todos os benfiquistas estão a cair na rasteira orquestrada por Luís Filipe Vieira para mais uma vez passar como o heroí que despediu o vilão Jorge Jesus e ser aplaudido pela maioria dos benfiquistas de pé e gracejado com vénias de salvador do Benfica que despediu o terrorista Jesus.


Mesmo blogs como o Ontem que louvo o vosso esforço para tentar alertar os benfiquistas do que se passa no Benfica está a cair nesta campanha de fazer a cama a Jorge Jesus como se Jorge Jesus fosse o principal culpado deste mini- benfiquinha que temos tido nos últimos 10 anos.Recordo aos mais esquecidos que esta técnica não é nova.Luís Filipe Vieira sempre que constata que o seu nome começa a estar como um dos culpados dos insucessos do Benfica queima uma pessoa da dita "estrutura profissional" para atirar areia para os benfiquistas.Fez o mesmo ao Rui Costa , crucificando-o numa entrevista como o único culpado pelo insucesso desportivo à uns anos.Fez o ano passado com Carraça , como se Carraça tivesse culpa de alguma coisa ou mandasse alguma coisa e este ano para continuar a sobreviver no Benfica tem de queimar a única pessoa restante que é Jorge Jesus.Isso constata-se na comunicação social , onde todos dizem que a culpa é somente de Jorge Jesus e assim mais uma vez os sócios não vão conseguir ver quem é o verdadeiro culpado e o responsável por o Benfica não ganhar e esse responsável e esse problema tem um nome e chama-se LFV e não Jorge Jesus que é apenas mais um que vai sair pela porta pequena , servindo de bode espiatório para que o problema LFV se mantenha a fazer o mesmo de sempre e fazer com que o Benfica continue a perder como sempre.Virá um novo treinador , isso para mim já é uma certeza , LFV sairá novamente como salvador do Benfica , faz um ou dois discursos numa qualquer casa do Benfica e fica tudo sanado e todos ficam felizes e contentes como tudo fosse perfeito, nada mais errado.Este novo treinador pode ser muito bom , melhorar muito a equipa , mas no final acabará sempre como todos os outros seus sucessores , acabará a perder e a perder até que seja despedido e venha outro.

Enquanto isso o problema mantêm-se a fazer sabe-se lá o quê para ir afundando cada vez mais o Benfica.Isso se existir Benfica.O Benfica que todos amamos e conhecíamos morreu.Hoje existe uma cópia barata de um clube que outrora se chamava Benfica e que tinha ambição e uma vontade de ganhar fosse em que jogo fosse, ou fosse em que estádio fosse e que os seus triunfos e glórias eram os troféus conquistados.Este Benfica os troféus são a venda e compra de jogadores.Passamos de um clube que queria sempre vencer a uma empresa de interposto de jogadores.O Benfica pode ressuscitar mas não será fácil e mais difícil será se o "assassino silêncioso" de seu nome LFV continuar mais tempo.

Ricardo disse...

Chakra, este post é do JNF, a moderação é por isso por ele feita. Publiquei apenas o seu comentário para lhe dizer que no meu post "Insubordinação" não há qualquer registo no email de um comentário seu.

chakra indigo disse...

Ricardo, então peço desculpa, não sei o que possa ter acontecido, mas pareceu-me que o comentário tinha seguido. Não gosto de ser injusto por isso penitencio-me.

Ricardo disse...

Às vezes há uma falha na net ou outro qualquer problema que impede o comentário de seguir - já me aconteceu noutros lados. Não tem qualquer problema, companheiro. Volto a dizer (a si e a quem por aqui passar): os únicos comentários que não deixo passar são os que insultam directamente ou insinuam que não somos benfiquistas - que são cerca de 30 a 40 por dia. Todos os outros são sempre aprovados. Do que gostamos aqui é de debate - frontal, educado, civilizado. Discordarem de nós é óptimo, podemos debater. Mas sempre com a educação que se exige a gente de bem. Abraço.

luis disse...

Mais labrego, menos labrego...como será o nome da classe que escolhe os labregos?... por isto ou por aquilo passaram a ser intolerados depois de idolatrados...no Benfica do 33º.
A queda de Jesus, vai abrir mais um ciclo( agora fora de tempo), para o 33º continuar o seu caminho...gerir os juros, a reeleição... gastar o sabonete da Marca Benfica.

O principal da nota, o artista:

-Só por causa da playstation o JJ apesar de lhe reconhecer os seus conhecimentos futebolísticos,ter como adjunto o Raúl do Império da Ajuda,ou o grande Minervino( os 2 últimos já tinham prestado serviços pela alverca sad),este imbecil do luis nunca deixava entrar tal treinador. Depois podia falar do Falcao, das renovações , etc, etc...
Agora quero Vencer,mesmo com o JJ ou 33º, já fui assim no tempo azedo, enquanto fazia o mealheiro.

JNF disse...

JotaPê (1), Rusty Ryan (2), hertz (3), Pedro Ribeiro (4), chakra indigo (5), Luís Mendes (6)

1 - Vieira não sai ileso. Obviamente que não. Sobre essa peça falarei mais tarde.

2 - Também fui favorável à continuidade de Jesus após a chantagem. Hoje, bem vistas as coisas, foi um erro. Acho que não se pode crucificar Vieira pela renovação em 2010. Já a deste ano... é um erro de principiante. Só que este principiante leva quase 15 anos de Benfica.

3 - O CM quer sangue. Seja de onde for. E como neste momento há uma fractura exposta no Benfica, é lá que eles vão.

4 - Obviamente que os problemas são superiores ao treinador. Por mim, o primeiro a ir de vela era o homem do bigode. Aliás, "quem me conhece sabe" (ai... este chavão...) que Vieira não deveria ser presidente do Benfica. Mas há aqui um ponto importante em que discordamos: Jesus teve pessoas dentro da "estrutura" para lhe dar apoio. Teve Rui Costa, Manuel Sérgio, Carraça, etc. O que fez com esta gente? Rejeitou-os, enxovalhou-os e sempre que pôde colocou-os de parte.

5 - Essas questões que colocas, e que são muito oportunas, serão abordadas noutro post. Para mim, pesando os prós e os contras relativos à saída de Jesus, são mais os "prós". Mas explicá-los-ei em tempo oportuno. Quanto à questão da troca de treinador e sermos campeões, em 67/68 tivemos 3 treinadores, fomos campeões e chegámos à final da Taça dos Campeões Europeus.

6 - O post é meu e eu respondo por mim. Dizer que o "Ontem" está a cair numa esparrela de Vieira é absurdo. O post é meu e não vincula, de forma alguma, os outros membros do blog. Mais: eu sou a favor de que Vieira deveria ser o primeiro a levar um chuto no cu. Assim. Simples. E digo-o desde 2010.

Anónimo disse...

Tenham pena do homem.
Deixem-no ficar por favor.

O PORTO apoia-o.

Pedro Ribeiro disse...

JNF, discordamos de facto neste ponto e digo-te porquê. Espero não estar a cometer nenhuma injustiça perante estes profissionais mas isto são factos que me foram transmitidos por pessoas que considero próximas ao staff do Benfica...
O Jesus tem 1 braço direito: Raul José. Ele é quem me parece fazer o trabalho mais útil ao Jesus dentro da equipa técnica e sobre ele não tenho nada de mal a dizer. O Pietra e o Quaresma fazem figura de corpo presente - e fico mesmo com pena se estiver a cometer uma injustiça quando escrevo isto. São pessoas que conheciam o Jesus no passado e que estão no Benfica porque são "os amigos". O Hugo Monteiro já ouvi dizer que tem um CV inventado, já me disseram que ele nunca esteve na Escócia a tirar curso nenhum de treinador mas também já ouvi a versão contrária, a versão de que ele é sem sombra de dúvidas o melhor treinador de GR em Portugal. Eu tenho dúvidas. O Mário Monteiro também tem enorme reputação e toda a gente que convive de perto com ele diz bem do homem,eu fico é desconfiado da forma física em que se encontra o plantel neste momento, das lesões que surgem numa fase tão inicial da época e da forma em que se encontram alguns jogadores em contraste com o Cardozo ou o Fejsa, por exemplo. Falando das mais altas instâncias da estrutura. Bem, falar no Carraça como sendo um exemplo de "boa" estrutura acho questionável. Não tenho grande coisa a apontar no trabalho junto do plantel mas há coisas com certos jogadores, como o Miguel Rosa, que se forem verdade são muito graves. Em relação ao trabalho do Manuel Sérgio no Benfica - a sua saída continua também por explicar - e do Rui Costa não tenho nada a dizer. Posso dizer é que nenhum deles controla o orçamento para o futebol do Benfica. Nenhum deles me parece ter o dedo em parcerias com fundos que metem jogadores em barda no Benfica, sem pensar nos efeitos que isso pode vir a ter no plantel. Nenhum deles me parece ter apoiado inequivocamente o senhor das facturas.

Isto tudo para dizer que nos prós e contras, neste despedimento, há que ponderar quem estamos a despedir. O Jesus é um bom treinador na minha opinião e na opinião de muita gente mais. Ele vai continuar a ter emprego, não vai ter que ir para as arábias como o Vitor Pereira ou como o Quique porque há mais pessoas a pensar como eu. Se ele é bom treinador vamos despedi-lo para quê? Para ir buscar outro bom treinador? Ok. Tudo certo. Não tenho nada contra, estou emocionalmente ligado ao Benfica, não ao Jesus. Despeça-se portanto mas... Então e quem renovou com ele? Então e agora vamos pagar milhões nesta indemnização para despedir um bom treinador e gastar mais milhões a contratar outro bom treinador? Os erros vão desaparecer ou para o ano vamos voltar a ter um plantel desequilibrado depois das mais que prováveis saídas que vão acontecer? Para o ano o das facturas vai continuar a sentar o rabo no nosso estádio? Então que adianta gastar milhões?

JNF, não te aborreço mais, até compreendo o teu ponto de vista e acho-o normal em ti e em muitos outros que partilham o Benfica comigo. Só acho que não adianta absolutamente nada despedir este homem agora. Em Maio nem era preciso despedi-lo, bastava não renovar. Uma última palavra. Caso o Jesus saia na 2ª feira, espero que o novo treinador transforme este meu longo texto numa paródia.

rui disse...

eu estou de acordo com o sentinela, a partir do momento que ele se ajoelhou no dragao,morreu ali e ali devia ter sido enterrado.

Foi o golpe final,tudo começou em 2010,quando o benfica teve opurtunidade de ser campeao no dragao,mas perdeu,a jogar contra 10.

Depois veio a supertaça,perdeu,Depois veio os 5 a 0
depois veio os campeoes na luz
depois veio a reviravolta pra taça, 3 1.

Depois 2 anos seguidos,quando tinhamos o passarinho na mão deixamos fugir,e em ambos servimos de bombo da festa portista.

Ou seja...Se isto fosse uma luta de boxe,ja tinha havido ko, ja esta no chão e continua a levar porrada,esta morto e não á ninguem que atire a toalha pra dentro do ringue.

Mas isto aplica se ao jejum e ao lis flop vieira, ambos ja levaram tanta porrada que se fosse porrada a serio...ja nem se mexiam

moleculasdeamor disse...

Vieira e JJ não têm condições para continuar no Benfica... o Benfica não tem condições para despedir JJ, agora se ele pedir a demissão é outra coisa... provavelmente esta época é mais uma...

Ontem o Miguel marcou mais dois golos mas a posição dele era a mais bem preenchida no plantel do Benfica (modo irónico)...

Influência Arbitral disse...

O que tem de ser mudado para que o Benfica posa ter sucesso é claramente a arbitragem, não adianta estarmos a tentar procurar outros culpados.

Jorge Jesus, certamente dos últimos treinadores foi o único capaz de ter um rendimento superior ao F.C. Porto NAQUILO QUE DEPENDE OBJETIVAMENTE DE UM TREINADOR.

Será que algum outro treinador, mesmo os grandes Mourinho ou Guardiola seriam capazes de reverte os 22 pontos que o F.C. Porto acrescentou a mais diretamente com as decisões arbitrais e assim conseguir mais títulos para o Benfica nestes últimos 4 anos?

Quando somamos todos os pontos "limpos" das decisões arbitrais, ou seja aqueles que foram CONQUISTADOS SEM NENHUMA INFLUÊNCIA DIRETA DE UM ÚLTIMO GOLO DE PENALTI E ANTES DE UMA EXPULSÃO, NOS 120 JOGOS O BENFICA TERIA CONQUISTADO 279 PONTOS E O F.C. PORTO 277 PONTOS DOS 360 POSSÍVEIS.

Deixo aqui alguns dados estatísticos que deve conhecer para compreender as condições em que se disputa o titulo de modo a conhecerem a principal razão pela qual Jorge Jesus não ganhou mais títulos:

- Nas condições regulamentares 11 contra 11 e sem o efeito direto de um último golo de penalti o Benfica e o F.C. Porto nos últimos 4 épocas tiveram um rendimento desportivo tão superior aos seus adversários no campeonato português ao ponto de terem conseguido conquistar pelo seu próprio mérito 77% dos pontos em disputa nos 120 jogos, ou seja 279 pontos e 277 pontos respetivamente. Dificilmente algum outro treinador conseguirá alguma vez acumular mais de 84% dos pontos em disputa em 120 jogos sem o efeito de pontos acrescentado diretamente com influência arbitral.

- Infelizmente para o Jorge Jesus o seu rival beneficiou mais das decisões arbitrais que diretamente deram pontos, de tal forma que acabou acrescentado diretamente com as decisões arbitrais (penalti e expulsões) mais 22 pontos que o Benfica. Como facilmente se compreende os pontos acrescentados com um último golo de penalti e em superioridade numérica dependem diretamente duma decisão arbitral, e claramente o Jorge jesus não consegue ter qualquer influência nesta enorme diferença, dai que não deva ser responsabilizado por ter feito menos 22 pontos com influência arbitral que o seu rival. Essa responsabilidade indiscutivelmente só pode ser imputada a arbitragem, pois é uma diferença demasiado grande entre duas equipas que revelaram competências muito iguais em conquistar pontos independentes da influência arbitral, ou seja, se não houvessem alterações pontuais diretamente dependentes de decisões arbitrais.


O rendimento das equipas no nosso campeonato é altamente influenciado pelas decisões arbitrais relevantes (Penalti e Expulsões). NESTAS ÚLTIMAS 4 ÉPOCAS OFICIALMENTE O BENFICA ACABOU ACUMULANDO 285 PONTOS, OU SEJA 2,1% DOS SEUS PONTOS GANHOS ESTÃO DIRETAMENTE DEPENDENTES DUMA DECISÃO ARBITRAL ENQUANTO QUE O F.C. PORTO ACABOU ACUMULANDO 305 PONTOS, OU SEJA 9,2% DOS SEUS PONTOS ESTÃO DIRETAMENTE DEPENDENTES DUMA DECISÃO ARBITRAL.

Podem consultar estes e outros dados estatísticos reveladores no Blog: http://influenciaarbitral.blogspot.pt/

VC disse...

Bom texto e revejo-me totalmente neste post.
Pena que haja "benfiquistas" que contrariam uma das variáveis do post: "Não acredito que haja um benfiquista que considere que Jorge Jesus tem, neste momento, condições para continuar enquanto treinador do Benfica", como se verifica nos diversos comentários.

Antonio disse...

Por este raciocínio vamos ter JJ e Vieira até lhes apetecer pois os resultados nada interessam e porque, apesar de nada ganharem, não hà melhor na galàxia. Essa conversa da estrutura é um falácia pois o sr. Jesus tem a estrutura que bem entende. É ele que manda no futebol do Benfica

JNF disse...

Pedro Ribeiro (1), Influência Arbitral (2), VC (3), Antonio (4)

1 - eu não discuto a questão "Vieira". Para mim é simples: já há muito tempo que deveria estar fora do Benfica. Mas guardo este assunto para outro post. Quanto a Jesus, eu não digo que ele não seja um bom treinador. Mas o seu ciclo no Benfica está mais que esgotado. E, pior que isso, JJ é um atentado aos valores do Benfica. Para mim, é um escroquezinho que, depois do que fez, nunca mais deveria colocar os pés na Luz. Simples.

2 - muito bonito. E se eu tivesse rodas, era um camião. As expulsões e os penalties também são bem assinalados em alguns / muitos dos casos, por isso essas contas podem sair enviesadas.

3 - não que eu queira dar uma de moralizador, mas são tão benfiquistas quanto nós.

4 - o próprio Vieira já o disse: não pode ser julgado pelos resultados. E está a pensar em recandidatar-se em 2016.

chakra indigo disse...

Meu caro VC, antes de se dirigir a mim como "benfiquista" agradecia que tirásse as aspas.Obrigado.